Boletim Matutino da VICE - 15/3/2019

Tudo o que você precisa saber sobre o mundo esta manhã com curadoria da VICE.

|
15 março 2019, 1:16pm

Wikicommons

Brasil

Coaf aponta depósito de R$ 100 mil na conta de acusado de matar Marielle

Um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) apontou um depósito de R$ 100 mil, em dinheiro, na conta do policial reformado Ronnie Lessa, denunciado pelo assassinato de Marielle e Anderson. O Ministério Público citou esse relatório em um pedido de bloqueio dos bens de Lessa e do ex-PM Élcio Queiroz, também preso. O depósito foi feito na boca do caixa, no dia 9 de outubro de 2018, sete meses depois do crime e logo após o primeiro turno das eleições. – G1

Bolsonaro trocará 15 embaixadores para melhorar sua imagem no exterior

O presidente Jair Bolsonaro se prepara para trocar o comando de 15 importantes embaixadas brasileiras, entre as quais as de Estados Unidos, Portugal, Itália e França. A notícia foi dada por Bolsonaro durante café da manhã com jornalistas na manhã de ontem. Entre as razões para as trocas, pelo menos uma foi citada pelo próprio presidente na reunião: a insatisfação com a imagem dele que está sendo propagada no exterior. Segundo a Globonews, no encontro, Bolsonaro foi perguntado por que iria trocar o embaixador nos EUA, e ele respondeu que sua imagem como presidente do Brasil não estava sendo veiculada de maneira correta. Bolsonaro se queixou de estar sendo chamado de ditador, racista e homofóbico, e afirmou que não é nada disso. – O Globo

Ruralistas reclamam de viés anti-China no governo Bolsonaro

Representantes de diversos setores do agronegócio estão alarmados com o que consideram ser um viés anti-China espalhado no governo Bolsonaro. “Estamos comprando briga com nosso maior parceiro comercial e nem sabemos porque, só para imitar o Trump (presidente americano Donald Trump)”, diz Pedro de Camargo Neto, vice-presidente da Sociedade Rural Brasileira e ex-secretário de comercialização e produção do Ministério da agricultura. Setores como o de carnes, suco de laranja, algodão e soja, que fazem grandes exportações para a China ou têm planos de expandir, manifestaram preocupação, especialmente após o discurso do ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, para alunos do Instituto Rio Branco nesta segunda-feira (11). – Folha de S. Paulo

Barroso libera para a primeira instância inquérito que investiga Temer

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, liberou nesta quinta-feira (14) o inquérito dos Portos, que envolve Michel Temer, para a primeira instância. Ao deixar a Presidência, o emedebista perdeu o foro privilegiado. Em dezembro, Temer foi denunciado pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge, sob acusação de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Segundo Dodge, o ex-presidente era o epicentro de um esquema que configurava um “sistema institucionalizado de corrupção”. Temer nega as acusações. – Folha de S. Paulo

Ministro da Educação troca 'número dois' da pasta pela segunda vez em três dias

O ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, anunciou, na tarde desta quinta-feira (14), que vai trocar a Secretaria-Executiva do Ministério da Educação. Por meio de suas redes sociais, ele afirmou que Iolene Lima assumirá o cargo de secretária-executiva, cargo que é considerado o "número dois" dentro do MEC. "De volta a Brasília, confirmo que Iolene Lima, da Secretaria de Educação Básica, assumirá a Secretaria-Executiva do Ministério da Educação", afirmou ele em uma publicação no Twitter. Essa é a segunda mudança no cargo em três dias. Até a última terça-feira (12), o secretário-executivo do MEC era Luiz Antônio Tozi. Ele foi demitido como último ato de uma "reestruturação" promovida por Vélez, após uma série de reuniões com o presidente Jair Bolsonaro. – G1

Governo ordena que Ibama não responda mais pedidos da imprensa

O governo ordenou que o órgão ambiental federal Ibama não responda a pedidos da imprensa, alimentando temores de que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) esteja recuando de proteções ambientais longe dos olhos do público. Bolsonaro assumiu o cargo em 1º de janeiro, após se comprometer na campanha a conter as multas ambientais, uma ferramenta fundamental do Ibama para fazer valer seus regulamentos. Ele também lançou a ideia de retirar o Brasil do Acordo de Paris sobre mudanças climáticas. O Ibama disse em comunicado que não pode mais responder às perguntas da imprensa. "Por orientação do MMA (Ministério do Meio Ambiente), demandas de imprensa relacionadas à atuação do Ibama devem ser direcionadas à assessoria de comunicação do MMA", informou a assessoria de imprensa do Ibama. – UOL

Mundo

Ataque terrorista de extrema-direita deixa ao menos 49 mortos na Nova Zelândia

Dois ataques coordenados a duas mesquitas em Chirstchurch, na Nova Zelândia, deixaram ao menos 49 mortos e 48 feridos (12 em estado grave) na tarde desta sexta-feira (15), horário local. Os ataques foram classificados pela primeira-ministra neozelandesa Jacinda Ardern como “terroristas” – " este é um dos dias mais sombrios e sangrentos da história do país", afirmou Ardern. Um dos atiradores, um australiano de 28 anos, teria publicado um manifesto on-line em favor da supremacia branca e do “etno-nacionalismo”, com direito à imagens e temas neonazistas, e teria transmitido a ação em um vídeo ao vivo pelo Facebook. – G1

Mais VICE
Canais VICE