Maré Vermelha

Interiores da Maré

Projeto fotográfico mostra a intimidade das famílias do Complexo da Maré.

por Antonello Veneri
14 Setembro 2015, 10:30am

Dois anos atrás, o projeto fotográfico Interiores da Maré ganhou vida em uma das comunidades mais lindas e mais problemáticas do Rio de Janeiro.

Desde agosto de 2013, ao lado do músico e produtor cultural Henrique Gomes, estou realizando um ensaio com retratos fotográficos de famílias dentro de suas casas em todas as 16 favelas do Complexo da Maré, zona norte de Rio de Janeiro.

Foto: Antonello Veneri

Nesses dois anos, a Maré passou por muitos processos, inclusive a tentativa milionária de pacificação. Daqui a pouco, chega a UPP.

No meio de tudo isso, por que fotografar os interiores das casas?

Foto: Antonello Veneri

Porque não existe um registro sistemático sobre isso. Talvez também porque a ideia de tirar retratos de famílias dentro de casa seja tão simples e óbvia que ninguém tenha pensado nisso antes.

Há uma grande produção de imagens que representam o exterior, as ruas e as dinâmicas dos espaços populares, mas imagens que retratam as famílias em suas casas são raras.

Foto: Antonello Veneri

As imagens dentro de casa, os olhares, as cores, os detalhes, os objetos formam um mosaico de micro-histórias precioso para construir uma macro-história. Isso não é apenas um ensaio que conta sobre famílias de lá, e sim um ensaio da evolução da família brasileira.

Foto: Antonello Veneri

Esse projeto prevê a realização de 100 retratos de família e só será finalizado em 2016. Neste mês, aconteceu o lançamento da exposição Interiores da Maré no Travessias 4, um dos eventos culturais mais importantes da cidade (no sábado, dia 12 de setembro, no Galpão de Belas Artes, Maré, Rio de Janeiro). A mostra acontece durante três meses dentro da Maré, no lugar onde as fotos foram tiradas e com a participação das famílias fotografadas.

Foto: Antonello Veneri

Além de expostas no Travessias, várias fotos estarão espalhadas pelas ruas da Maré. Todas as imagens serão impressas em tamanho quase real, porque o foco é mostrar os detalhes – e também porque existem muitas realidades diferentes dentro da favela, e não apenas um padrão de lar. Lá, as famílias vão da tradicional ao casal gay, além de haver mães solteiras, famílias matriarcais etc.

Abaixo, mais algumas fotos das famílias da Maré:

Foto: Antonello Veneri

Foto: Antonello Veneri

Foto: Antonello Veneri

Foto: Antonello Veneri

Foto: Antonello Veneri

Foto: Antonello Veneri

Foto: Antonello Veneri

Foto: Antonello Veneri