Boletim Matutino da VICE - 18/3/2019

Tudo o que você precisa saber sobre o mundo esta manhã com curadoria da VICE.

|
18 Março 2019, 1:09pm

Alan Santos / Presidência da República

Brasil

Astrólogo prevê que governo Bolsonaro dura apenas mais seis meses

Diante de uma plateia de cerca de 100 fãs e representantes da direita americana, no Trump International Hotel na noite deste sábado (16), o guru do bolsonarismo, o astrólogo Olavo de Carvalho, afirmou que, até hoje, não sabe quais são as ideias políticas do presidente Jair Bolsonaro, mas que o apoia por ele ser "um homem honesto e não ser ladrão". Na saída, Olavo mostrou-se pessimista com o futuro do Brasil e disse que, "se o governo continuar como está por mais seis meses, acabou". O escritor afirmou ainda que o presidente está cercado de traidores e declarou que despreza o vice-presidente, general Hamilton Mourão. Segundo Olavo, Mourão "é estúpido" e tem uma "vaidade monstruosa". – Folha de S. Paulo

'Prévia' do PIB do Banco Central registra queda de 0,41% em janeiro

O nível de atividade da economia brasileira começou o ano de 2019 com retração, segundo informações divulgadas pelo Banco Central nesta segunda-feira (18). Em janeiro, o chamado Índice de Atividade Econômica do BC (IBC-Br), considerado uma "prévia" do resultado do PIB, registrou um recuo de 0,41%, na comparação com dezembro de 2018. O resultado foi calculado após ajuste sazonal (uma espécie de "compensação" para comparar períodos diferentes). A queda do índice de atividade em janeiro veio após dois meses de alta. Em novembro e dezembro do ano passado, na mesma comparação contra o mês anterior, o indicador apresentou uma alta de, respectivamente, 0,27% e 0,21%. – G1

Eduardo Bolsonaro diz que brasileiros ilegais no exterior são ‘vergonha’

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), afirmou neste sábado (16) em Washington que os brasileiros que vivem ilegalmente nos Estados Unidos são uma "vergonha" para o Brasil. "Um brasileiro ilegalmente fora do país é problema do Brasil. Isso é vergonha nossa, pra gente. Um brasileiro que vai para o exterior e comete qualquer tipo de delito...eu me sinto envergonhado", declarou. Na visita oficial que fará aos Estados Unidos, Jair Bolsonaro assinará ato que isentará de visto cidadãos estadunidenses, japoneses, australianos e canadenses para entrar no Brasil. – UOL

Menino de 12 anos é morto a tiros no Rio, família acusa Polícia Militar

Parentes do menino de 12 anos que morreu na madrugada deste domingo (17), após ser baleado no pescoço e abdômen na comunidade da Chatuba, em Mesquita, na Baixada Fluminense, acusam a polícia de ter disparado contra o adolescente. Ele teria sido baleado no estômago e na perna e depois algemado pela polícia, mesmo sob protestos, falando que era morador da área. Após ser baleado, Kauan chegou a ser levado para o Hospital Geral de Nova Iguaçu, foi levado para a cirurgia de emergência, mas não resistiu aos ferimentos. Segundo Luciana Cristina Pimenta, mãe do menino, a primeira informação foi de que Kauan Peixoto tinha sido atingido no abdômen e na perna. Ao chegar no hospital, a mãe soube que, na verdade, ele também tinha sido baleado no pescoço. – G1

Quase 600 kg de maconha 'somem' de dentro de delegacia em SP

Quase 600 kg de maconha foram trocados por tijolos, barro, gesso, cal e pedaços de madeira dentro de delegacia em São Paulo. A cannabis foi apreendida há seis anos por policiais do 90° Distrito Policial, no Parque Novo Mundo, na Zona Norte da capital. O material seria incinerado nesta sexta-feira (15). Uma promotora de Justiça que acompanhava o procedimento estranhou o peso de um dos pacotes, que estava mais leve do que deveria, e mandou que fossem abertos. Em outubro do ano passado, uma tonelada de maconha já havia desaparecido do primeiro Distrito Policial, na Sé. A Corregedoria ainda investiga o caso. – G1

Mundo

Ciclone Idai deixa mais de 130 mortos em Moçambique e Zimbábue

A passagem do ciclone Idai deixou 138 mortos em Moçambique e no Zimbábue, anunciou nesta segunda-feira (18) a Federação Internacional da Cruz Vermelha (FICV). Beira, a segunda maior cidade moçambicana, e seu arredores ficaram 90% danificados ou destruídos. "O alcance dos danos provocados pelo ciclone Idai é enorme e aterrorizante", afirma a FICV em um comunicado. A cidade tem 530 mil habitantes. O ciclone atingiu o centro de Moçambique na noite de quinta-feira (14) e avançou rumo ao Zimbábue e o Malawi, destruindo tudo em sua passagem: estradas, escolas, casas, lojas, hospitais e até mesmo uma represa. O balanço mais recente indica que 68 pessoas morreram em Moçambique - 55 delas na cidade portuária de Beira--, e outras 70 no Zimbábue. – G1

Ataque a tiros deixa um morto e vários feridos em Utrecht, na Holanda

Um homem fez disparos dentro de um bonde na cidade de Utrecht, na Holanda, deixando um morto e vários feridos na manhã desta segunda-feira (18), segundo a imprensa. A polícia afirma que o incidente pode ter motivação terrorista. O suspeito fugiu. Os tiros foram disparados por volta das 10h45 (6h45 no horário de Brasília) na Praça 24 de Outubro. Testemunhas disseram que ele deixou o local do crime de carro, segundo a BBC. De acordo com o jornal "De Telegraaf", uma vítima foi coberta por um lençol branco no local, mas a polícia ainda não confirmou a morte. De acordo com Joost Lanshage, porta-voz da polícia na Holanda, citado pela CNN, ninguém foi detido e uma investigação está em andamento. – G1

Governo da Nova Zelândia vai reformar lei de armas após atentado

O governo da Nova Zelândia acertou nesta segunda-feira (18) os detalhes para iniciar uma reforma da lei de armas após o atentado de Chirstchurch, que deixou 50 mortos e 50 feridos, e criar uma comissão que avalie a atuação prévia das autoridades. A liberação dos corpos das vítimas para as famílias começou neste domingo (17) e deve terminar até quarta-feira (20). A primeira-ministra do país, Jacinda Ardern, afirmou que seu gabinete está "completamente unido" em relação à reforma legal estipulada "em princípio" e cujo conteúdo será anunciado em um prazo de dez dias após os ataques de sexta-feira em duas mesquitas. – G1

E mais

Morre aos 81 anos o 'pai da surf music' Dick Dale

Morreu aos 81 anos o guitarrista Dick Dale, considerado o pai da surf music. O músico morreu ontem à noite, confirmou o baixista Sam Bolle ao "The Guardian". A causa ainda não foi revelada. Nascido Richard Anthony Monsour em Boston, nos Estados Unidos, o músico era conhecido como "king of surf guitar", nome que batizou seu segundo disco, lançado em 1963. Dick Dale ficou conhecido por misturar as guitarras com a sonoridade do mar, inspirado pelo surfe do sul da Califórnia, para onde se mudou no final dos anos 50. Por lá, se apresentava para surfistas na praia, criando o gênero conhecido hoje como surf music. Um de seus maiores sucessos é "Misirlou", de 1962. A adaptação de uma clássica canção grega ganhou ainda mais sucesso quando em 1994 Quentin Tarantino a usou na abertura do filme "Pulp Fiction", clássico do cinema. – UOL