Sex

Pegging é a nova tendência do TikTok

#Pegallmen2020 é só uma das hashtags viralizando na plataforma.
MS
Traduzido por Marina Schnoor
27 Julho 2020, 10:03pm
Pegging Tiktok trend
Usuários do TikTok James e Kinza. Foto: Giles Robberts / Alamy Stock Photo

Nos últimos anos, uma discussão muito séria emergiu: fazer pegging ou não fazer pegging?

O conceito de pegging existe há uns 300 anos graças ao nosso garoto Marquês de Sade – o fundador do sadismo – e referências mais recentes em Broad City e Deadpool impulsionaram o pegging para o mainstream, com caras héteros e bis cada vez mais confortáveis com a ideia de ter uma cintaralha enfiada na bunda.

Mas, como com quase tudo que se torna mainstream, isso também virou meme. Era só uma questão de tempo até que a Gen Z abordasse o pegging, transformando o ato sexual que já foi tabu numa tendência popular do TikTok desde o meio de abril.

Jovens – principalmente garotas bissexuais e femboys, ou seja, caras heterossexuais cisgênero que se apresentam de maneiras mais tradicionalmente femininas – estão expressando seu gosto por pegging com as hashtags #pegallman2020 e #peging (#pegging e #pegged são proibidas no aplicativo, assim como outras hashtags relacionadas a sexo).

Os vídeos variam de desejo genuíno de experimentar com o ato até piadas mais irônicas zoando caras héteros que acham que a prática fere sua masculinidade. “Você está falando muito pra alguém na distância de um pegging” é só um dos “sounds” populares usados por mulheres e pessoas não-binárias sobre pegging no TikTok, normalmente acompanhado de uma descrição em texto de algo problemático que um cara cisgênero hétero disse ou fez. É uma ameaça? Possivelmente. Mas é engraçado pacas? Com certeza.

Muito do conteúdo de pegging no TikTok é só brincadeira, mas muitos usuários da comunidade abraçaram sinceramente a prática como um kink que normaliza o anal e redefine papéis de gênero tradicionais no sexo heterossexual. A Gen Z já foi elogiada como facilitadores mente aberta de mudanças sociais, então acho que não é surpresa que eles tenham recebido o pegging de braços abertos. Ficamos curiosos com a tendência. Então falamos com alguns usuários do TikTok da Gen Z sobre usar uma cintaralha no sexo.

“Isso me dá um senso de controle e acho muito divertido e confortável.”

Me interesso por pegging porque assumo o papel dominante no meu relacionamento atual com minha namorada, e geralmente em todas as minhas relações sexuais. Isso me dá um senso de controle e acho muito divertido e confortável.

Acho engraçado que pegging tenha se tornado uma tendência. É divertido ver garotas e pessoas não-binárias se interessando por isso, e é engraçado ver as edições que algumas pessoas usam para os comentários enraivecidos que recebem.

Acho que a introdução do pegging no TikTok abre caminho para a desestigmatização dos papéis do homem e da mulher num relacionamento sexual. Acho que o ato permite que os homens mostrem um lado mais vulnerável de sua identidade/sexualidade, e dá às mulheres uma oportunidade de tomar o controle de um jeito que antes elas podiam não conhecer. Isso também permite que as pessoas possam se mostrar curiosas com sexo sem ser ostracizadas! Kinza, 19 anos

“É muito fácil tirar sarro da masculinidade tóxica enquanto você também empodera as mulheres!”

Fiquei intrigado com a tendência de pegging no TikTok porque isso rejeita os relacionamentos e dinâmicas “normais” durante o sexo que são aceitos como padrão.

Tem mesmo um movimento no TikTok de questionar as visões tradicionais de gênero. Com o pegging, é muito fácil tirar sarro da masculinidade tóxica enquanto você também empodera as mulheres!

Acho que esse discurso definitivamente desestigmatizou o pegging permitindo uma conversa mais aberta. O “lado pegging do TikTok” aponta a dinâmica de poder a que muitos homens heterossexuais cisgênero se agarram mesmo no sexo, e faz as pessoas questionarem por que isso existe.

Mas tive algumas reações bem bizarras… Uma das mais extremas foi “tem que matar quem faz pegging”. Geralmente fico curioso com quão dramáticos são alguns desses comentários, já que isso obviamente vem de um lugar de insegurança sobre a própria masculinidade desses caras! James, 19 anos

“O discurso de pegging no TikTok abre um diálogo”

Sou mais dominante quando se trata de sexo, então o pegging me dá algo mais para estabelecer essa dominância.

Acho engraçado o pegging ter virado tendência no TikTok. Acho que a maioria das pessoas postando sobre querer fazer pegging não estão falando sério, mas posso estar errada – não sei como é a vida sexual delas!

O discurso de pegging no TikTok abre um diálogo, porque os caras especificamente podem ficar mais confortáveis para experimentar tipos de prazer com que não estão acostumados, porque no final das contas, é tudo uma questão de experimentar! Além disso, os homens têm um ponto G na bunda por alguma razão. Tella, 18 anos

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.