Noticias

Boletim Matutino da VICE 12/03/20

Tudo o que você precisa saber sobre o mundo esta manhã com curadoria da VICE.
12 Março 2020, 10:44am
49557785797_e557cefded_o

Brasil

RJ confirma o primeiro caso de transmissão local do coronavírus

O secretário estadual de Saúde, Edmar Santos, confirmou, na manhã desta quinta-feira (12), o primeiro caso de transmissão local do coronavírus no RJ. “Tivemos ontem a confirmação de um exame de contraprova pela Fiocruz, que faz com que o Rio de Janeiro tenha tido o primeiro caso de transmissão local do vírus”, disse o secretário, durante entrevista ao Bom Dia Rio. A medida faz com que o estado passe para o nível 1 do Plano de Contingência, que prevê a disponibilidade de 206 leitos exclusivos para tratamento de casos graves de pessoas infectadas em hospitais espalhados pelas diversas regiões, incluindo unidades municipais e federais, além da rede estadual. "É importante avisar à população que o vírus ainda não está circulando livremente. Essa transmissão foi muito localizada". – G1

Desembargadora suspende investigação de 'rachadinha' sobre Flávio Bolsonaro

A desembargadora Suimei Cavalieri, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, determinou nesta terça-feira (11) a interrupção da investigação sobre Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ) atendendo a pedido da defesa do senador. A defesa do filho do presidente Jair Bolsonaro alegou que a apuração contra ele deveria ocorrer no Órgão Especial do TJ-RJ em razão do foro especial decorrente do cargo de deputado estadual que ocupava na época da suposta "rachadinha" ocorrida em seu gabinete. O Ministério Público do Rio de Janeiro terá de aguardar a decisão final da 3ª Câmara Criminal sobre o tema para continuar com a apuração. Flávio é investigado desde janeiro de 2018 sob a suspeita de recolher parte do salário de seus subordinados (prática chamada de "rachadinha") na Assembleia Legislativa do Rio de 2007 a 2018, quando o filho do presidente era deputado estadual. – Folha de S. Paulo

MP denuncia ex-deputado federal por liderar motim de policiais militares no Ceará

O Ministério Público Estadual (MPCE) denunciou à Justiça Militar o ex-deputado federal e militar da reserva remunerada da Polícia Militar do Ceará, Cabo Sabino, por ter liderado o motim da polícia no estado no último mês de fevereiro. Sabino foi denunciado por seis crimes militares, entre eles incitar a desobediência, aliciar militar e revolta. As penas máximas somam mais de 40 anos de reclusão. A paralisação dos policiais iniciou no último dia 18 de fevereiro e durou 13 dias. Quartéis foram fechados e carros da polícia tiveram os pneus esvaziados, ficando sem uso, estacionados. Durante o período do motim, 456 homicídios foram registrados no Ceará. Cabo Sabino foi afastado da PM pela Controladoria Geral de Disciplina por "incapacidade moral do mesmo de permanecer nos quadros" da segurança pública do estado. – G1

Bolsonaro diz que 'outras gripes mataram mais' do que coronavírus
O presidente Jair Bolsonaro disse na tarde desta quarta-feira (11) que, do que ouviu "até o momento, outras gripes mataram mais" que o novo coronavírus. A declaração foi dada na portaria do Palácio do Alvorada, no mesmo dia em que a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou pandemia para o Covid-19, infecção causada pelo novo coronavírus. O termo indica que uma epidemia se espalhou para dois ou mais continentes com transmissão sustentada de pessoa para pessoa. Ao responder a uma pergunta de um jornalista sobre o que ele achava deveria ser feito a partir da declaração de pandemia, Bolsonaro disse: "Eu não acho... eu não sou médico. Eu não sou infectologista. O que eu ouvi até o momento [é que] outras gripes mataram mais do que essa". – G1

Ministro da Saúde pede ao Congresso R$ 5 bilhões para combate ao coronavírus

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, solicitou nesta quarta-feira (11) que o Congresso libere cerca de R$ 5 bilhões em recursos das emendas de responsabilidade do relator do Orçamento para gastos da pasta no combate ao coronavírus. Inicialmente, caberia ao relator do Orçamento, deputado Domingos Neto (PSD-CE), indicar a destinação de R$ 30 bilhões em emendas parlamentares. Após tratativas entre o Executivo e o Legislativo que resultaram em três projetos de lei enviados pelo governo, aprovados nesta quarta-feira pela Comissão Mista de Orçamento, esse valor deve ser reduzido para R$ 15 bilhões. Parte desse montante já seria necessariamente destinada a programas do Ministério da Saúde – caberia ao relator fazer as indicações dos beneficiários como desejasse. – G1

Ibaneis decreta suspensão de aulas e eventos no DF por cinco dias devido ao coronavírus

O governador Ibaneis Rocha (MDB) decretou, nesta quarta-feira (11), a suspensão das aulas na rede pública e privada por cinco dias, além de eventos que exijam licenças do governo do Distrito Federal, devido ao novo coronavírus. O decreto foi publicado em edição extra do Diário Oficial e entra em vigor já nesta quarta. Segundo a medida, serão afetados "eventos, de qualquer natureza, que exijam licença do poder público, com público superior a cem pessoas" e "tividades educacionais em todas as escolas, universidades e faculdades, das redes de ensino pública e privada". Além disso, "os bares e restaurantes deverão observar na organização de suas mesas a distância mínima de dois metros entre elas". – G1

PUC-SP confirma dois casos de coronavírus, mas segue com atividades normais

A PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica) confirmou dois casos de coronavírus em alunos da instituição. Segundo nota, a universidade foi informada oficialmente na tarde desta quarta (11). "Ambos não frequentam a universidade desde o dia 4/3 e vêm sendo acompanhados e monitorados pela Vigilância Sanitária em Saúde de São Paulo", diz o texto. Ainda segundo a PUC-SP, a reitoria da instituição está em contato com a vigilância sanitária, "que hoje manteve a recomendação de normalidade das atividades na universidade". – Folha de S. Paulo

USP suspende aulas do curso de Geografia após aluno comunicar que tem coronavírus

A Universidade de São Paulo (USP) anunciou nesta quarta-feira (11) a suspensão das aulas do curso de Geografia, na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), após um aluno comunicar que testou positivo para o coronavírus. De acordo com a USP, a suspensão das atividades no Departamento de Geografia é pontual e não afeta outros cursos da FFLCH. Os alunos da Geografia foram informados da suspensão das aulas por meio de comunicado oficial emitido pela chefia do departamento. A chefe do Departamento de Geografia disse que o estudante que atestou positivo para o vírus também trabalha na universidade e se movimentou no campus durante uma semana, até começar a ter os sintomas mais fortes da doença e decidir parar de frequentar as aulas. O estudante está matriculado no primeiro ano e contraiu o coronavírus após a esposa dele voltar da Itália com a doença. – G1

Bovespa tem queda de 7,6% após negócios serem suspensos pela 2ª vez na semana

O principal índice da bolsa de valores brasileira, a B3, voltou a fechar em forte queda nesta quarta-feira (11), em um pregão marcado pelo segundo circuit breaker da semana (interrupção das negociações). O pregão ficou suspenso por 30 minutos e foi retomado com recuos que chegaram a 12%. O circuit breaker foi acionado após a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarar a pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2). Os investidores também seguem preocupados com a queda no preço do petróleo. Já o dólar fechou em alta, acima do patamar de R$ 4,70. – G1

Congresso derruba veto de Bolsonaro e aumenta número de famílias pobres que recebem benefício

O Congresso Nacional, em sessão conjunta de deputados e senadores, derrubou nesta quarta-feira (11) o veto do presidente Jair Bolsonaro a um projeto de lei que eleva o limite de renda para a concessão do Benefício de Prestação Continuada (BPC). Com a mudança, terão direito ao benefício idosos com mais de 65 anos e pessoas com deficiência com renda familiar per capita inferior a meio salário mínimo – R$ 522,50, pelo salário vigente de R$ 1.045. Atualmente, o limite é um quarto de salário, ou R$ 261,25 por membro da família. O veto derrubado seguirá para promulgação por parte do presidente Jair Bolsonaro. Se o presidente não promulgar no prazo de 48 horas, a tarefa caberá ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). – G1

'Não convoquei ninguém', diz Bolsonaro após chamar população para protesto pró-governo

Após ter chamado a população a participar das manifestações deste domingo (15), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) negou nesta quarta-feira (11) que tenha feito uma convocação para o ato. A manifestação tem em sua pauta a defesa de Bolsonaro, mas parte dos organizadores do protesto levanta bandeiras contra o Legislativo e o Judiciário, o que tem criado um desgaste na relação entre o Planalto e o Congresso. "Eu não convoquei ninguém. Pergunta para quem convocou. Você pergunta para quem convocou", respondeu Bolsonaro, ao ser questionado se o avanço da crise do coronavírus impacta a organização dos atos pró-governo marcados para este domingo em diferentes cidades do país. – Folha de S. Paulo

STF identifica 12 perfis que disseminam ofensas e ameaças padronizadas contra ministros

Técnicos do Supremo Tribunal Federal (STF) que atuam no inquérito aberto para apurar ameaças e ofensas a ministros da Corte identificaram 12 perfis em redes sociais que atuam na disseminação de informações de forma padronizada contra ministros do tribunal. Isso significa, por exemplo, que esses perfis encaminham o mesmo tipo de mensagem, da mesma forma, na mesma periodicidade. Agora, os técnicos cruzam informações para tentar localizar financiadores desses perfis. De acordo com reportagem de "O Estado de S. Paulo" publicada nesta terça-feira, empresários que apoiam o governo do presidente Jair Bolsonaro financiam ataques ao STF. A TV Globo apurou que os dados estão sendo analisados e que entre os suspeitos de financiar as ofensas há, sim, apoiadores do presidente, mas também outros empresários. – G1

Três adolescentes são apreendidos por planejar ataque em escola no interior de SP

As polícias Civil e Militar de Avaré, no interior de São Paulo, apreenderam, na manhã desta quarta-feira (11), três estudantes suspeitos de planejar ataque armado contra uma escola pública do município. O caso está sendo investigado, ainda sob sigilo, já que envolve adolescentes. A instituição que seria alvo também não foi apontada até o momento. Segundo informações preliminares sobre o caso, que está em andamento, equipes civis monitoravam o trio após postagens deles, nas redes sociais, fazendo alusão ao massacre ocorrido em escola em Suzano (SP), onde cinco estudantes e duas funcionárias da Escola Estadual Professor Raul Brasil foram mortos, em 13 de março de 2019. Os atiradores Guilherme Taucci Monteiro e Luiz Henrique de Castro eram ex-alunos. – JCNet

Record demite apresentadora envolvida em escândalo de racismo

A Record demitiu na tarde desta quarta-feira (11) a apresentadora Lívia Braz, por envolvimento no caso de racismo deflagrado na sucursal de Brasília. Ela era a única mulher no time de âncoras na capital federal e uma das mais ativas em um grupo de WhatsApp em que jornalistas trocavam mensagens a respeito de colegas da Redação. Ao todo, seis profissionais perderam o emprego após denúncia de racismo. Lívia foi comunicada de seu desligamento antes do início do DF Record, principal telejornal da emissora local, que vai ao ar diariamente a partir das 19h10. De acordo com fontes do Notícias da TV, a apresentadora participava do grupo do aplicativo de mensagens intitulado "Resistência" e usava termos de baixo calão para se referir a funcionários negros da emissora. – Notícias da TV

Mundo

China declara fim de pico do surto de novo coronavírus no país

O governo da China declarou nesta quinta-feira (12) que o pico do surto do novo coronavírus acabou no país. Os novos casos de Covid-19 continuam em declínio, afirmou o porta-voz da Comissão Nacional de Saúde, Mi Feng, em entrevista coletiva em Pequim. Nas últimas 24 horas, foram registrados apenas 15 novos casos no país. A província de Hubei, onde fica a cidade de Wuhan, considerada o epicentro da epidemia, registrou apenas oito novas infecções. É a primeira vez que Hubei registra uma contagem diária de menos de 10 novos casos. Entre os novos casos figuram seis pessoas que chegaram do exterior. Nas últimas 24 horas, 11 pessoas morreram, e esse é o menor número desde 24 de janeiro no país mais populoso do mundo. – G1

Ministra da Espanha tem coronavírus; marido, líder do Podemos, está em quarentena

Na Espanha, a ministra da Igualdade, Irene Montero, foi diagnosticada com o coronavírus nesta quinta-feira (12). Ela é parceira de Pablo Iglesias, vice-primeiro-ministro do país, que entrou em quarentena. Todos os ministros do governo vão ser submetidos a testes ao longo do dia. Os dois pertencem ao Podemos, legenda de esquerda que faz parte da coalizão do governo. O chefe da região de Madri, Diaz Ayuso, afirmou que há a possibilidade de isolar a cidade para evitar que o vírus se espalhe mais. A Espanha tem 2.277 casos confirmados, de acordo com a universidade dos EUA Johns Hopkins. O número de mortes até esta quinta-feira (12) é de 55. – G1

Harvey Weinstein é condenado a 23 anos de prisão por estupro e agressão sexual

Harvey Weinstein, ex-produtor de Hollywood de 67 anos, foi condenado a 23 anos de prisão, no caso em que era acusado por estupro e agressão sexual. A sentença foi dada na corte penal estadual de Manhattan e é o desfecho de um julgamento emblemático para o #MeToo, após um veredicto histórico em 24 de fevereiro que levou à primeira vitória na Justiça deste movimento contra assédio e agressão sexual. Horas depois de deixar o local, o estuprador foi levado a um hospital por sentir dores no peito, segundo o site do canal NBC New York. Ele já tinha sido internado depois da condenação, e chegou a passar por cirurgia cardíaca. Weinstein chegou ao tribunal de Nova York na manhã desta quarta-feira (11) para receber a sentença. O ex-produtor estava usando cadeira de rodas e algemas. Em outra ida ao tribunal, ele já havia usado um andador. – G1

Chelsea Manning é hospitalizada após tentar suicídio em prisão, diz advogado

A ex-militar norte-americana Chelsea Manning, fonte de um dos vazamentos de documentos confidenciais do governo dos Estados Unidos ao WikiLeaks, foi hospitalizada após tentar suicídio em uma prisão na Virgínia, disse um advogado à agência Associated Press. Manning está presa desde maio de 2019 por se recusar a depor. Em março daquele ano, ela presa em março pelo mesmo motivo. A ativista disse, à época da prisão em maio, que, "por princípio", não vai depor à Justiça. Ao juiz, ela disse que "prefere morrer de fome" a mudar de ideia. A Justiça dos Estados Unidos investiga Manning pelo vazamento dos documentos oficiais norte-americanos ao WikiLeaks, de Julian Assange. Manning foi condenada a 35 anos de prisão em 2013, quando foi considerada culpada do maior vazamento de documentos confidencias da história dos Estados Unidos. – G1

OMS classifica coronavírus como pandemia e cobra ação de governos

A Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou hoje (11) o coronavírus como uma pandemia, num reconhecimento de que a mera estratégia de conter a proliferação da doença já não seria suficiente. A classificação significa que uma transmissão recorrente está ocorrendo em diferentes partes do mundo e de forma simultânea. Na prática, ao anunciar a pandemia, a agência de saúde indica que governos devem trabalhar não mais para apenas conter um caso. Mas atuar também para atender uma parcela da população mais ampla e vulnerável. Estratégias direcionadas apenas para identificar casos e isolar pessoas precisam ser trocadas por um plano sanitário que evite mortes e que atue para toda a população. – UOL

Itália tem excesso de corpos após coronavírus, e cadáveres chegam a ficar 24 h em casa

Após 20 dias tentando combater o novo coronavírus, a Itália começa a enfrentar problemas além do superlotamento de hospitais e da falta de médicos e enfermeiros. Nas últimas horas, surgiram também dificuldades na gestão dos corpos das vítimas. Desde que a crise foi deflagrada, em 20 de fevereiro, o país já soma 827 mortes relacionadas à covid-19. Além do maior número de corpos, que congestionam o serviço funerário de cidades pequenas, a remoção dos cadáveres que possam estar infectados tem exigido um protocolo de segurança específico. Por causa da possibilidade de contágio, somente agentes funerários especializados podem acessar o local do óbito, munidos de roupas, equipamentos e caixão de máxima proteção. Além disso, antes de serem transferidas, as vítimas devem ser submetidas ao teste para o vírus. – Folha de S. Paulo

Trump suspende viagens da Europa aos EUA para tentar conter novo coronavírus

O presidente norte-americano, Donald Trump, anunciou nesta quarta-feira (11) que o país vai suspender as viagens de países da Europa aos Estados Unidos por um período de 30 dias, a partir desta sexta-feira. As medidas foram tomadas para tentar conter o novo coronavírus, no mesmo dia em que a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou pandemia de Covid-19. Após o discurso de Trump, o Departamento de Segurança Nacional publicou nota que explica que a medida vale para estrangeiros que estiveram nos 26 países da Zona Schengen nos 14 dias anteriores à tentativa de retorno aos EUA. Assim, o Reino Unido, que tem 460 casos, não entra na medida. – G1

NBA decide suspender temporada nos EUA após coronavírus

A NBA decidiu suspender o restante da temporada até segunda ordem, de acordo com comunicado divulgado pelo site oficial na noite desta quarta (11). A associação tomou a decisão horas depois de o pivô francês Rudy Gobert, do Utah Jazz, ser diagnosticado com o vírus. "A NBA usará essa interrupção para determinar os próximos passos em relação à pandemia de coronavírus", diz trecho do comunicado. Apesar da decisão, duas partidas aconteceram normalmente nesta noite, pois já estavam em andamento quando a NBA decidiu pela suspensção: Hawks x Knicks, em Atlanta, e Mavericks x Nuggets, em Dallas. O jogo previsto entre Sacramento Kings e News Orleans Pelicans acabou adiado. – UOL

Primeiras rodadas das Eliminatórias sul-americanas para a Copa de 2022 serão adiadas

A Conmebol ainda não anunciou, mas as duas primeiras rodadas das Eliminatórias sul-americanas para a Copa de 2022 serão adiadas. O motivo é o avanço da pandemia do novo coronavírus. Ainda não há nova data prevista para a realização dos jogos. As associações e confederações nacionais de futebol foram consultadas pela Conmebol sobre o cancelamento e a maioria dos países se mostrou favorável ao adiamento dos jogos. O Brasil tinha estreia nas Eliminatórias da Copa prevista para o dia 27 de março, contra a Bolívia, na Arena Pernambuco. Depois ia enfrentar a seleção do Peru, fora de casa, em Lima, no dia 31. A apresentação dos convocados estava prevista para o dia 23 de março, em Recife. – GloboEsporte

Ronaldinho é disputado por policiais e prisioneiros para torneio na prisão

O ex-jogador Ronaldinho Gaúcho está sendo disputado na prisão paraguaia por policiais e detentos para o torneio interno de futebol de salão, que começou na última sexta-feira (6), justamente o dia em que o brasileiro foi detido. Segundo o jornal ABC Color, há duas categorias do campeonato que é jogado por policiais que trabalham no local e por presidiários: livre e sênior. O primeiro não tem limite de idade enquanto o segundo é para aqueles que têm mais de 35 anos. Algumas das equipes da categoria sênior são Villa Real, Pira Guasu, Halcones, Chacarita, Sport Espada, Sport Pitufo e Negro Cumbiero. Segundo o ABC Color, Ronaldinho ainda vai decidir onde jogará. – UOL