Tem muita gente achando que o coronavírus tem relação com a cerveja Corona

Tendências de busca no Google ilustram que estamos cercados de pessoas muito confusas sobre a doença altamente infecciosa.
29 Janeiro 2020, 4:49pm
GettyImages-1041496932

Na última terça-feira, a conta do GoogleTrends no Twitter apontou que as buscas no mundo todo por “sintomas coronavírus” tinham aumentado em 1.050% comparado com a semana anterior. Eles também listaram as cinco principais buscas relacionadas durante as 24 horas anteriores, incluindo “como evitar o coronavírus” e “como o coronavírus se espalha”.

Apesar da tentativa global de conseguir a opinião do Dr. Google sobre o que devemos ou não fazer para evitar o vírus, outra busca popular no Google também demonstrou que estamos cercados por pessoas muito, muito confusas.

O BoingBoing descobriu quem nos últimos dias, também houve um pico nas buscas por “cerveja corona vírus”, porque parece que tem um pessoal achando que o coronavírus, também conhecido como nCoV, tem alguma coisa a ver com a marca de cerveja Corona, também conhecida como a razão para universitários gritarem “SÓ DEUS PODE ME JULGAR” depois de vomitar num jogo de vôlei de praia.

As buscas vêm principalmente da América do Norte (mas não do México, onde a cerveja é fabricada) e Europa Ocidental (você mesmo, Finlândia), além de Austrália, Índia, Indonésia, Japão e Nova Zelândia.

Meio triste precisar escrever isso, mas a única coisa que a cerveja Corona e o nCoV têm em comum é a origem dos nomes. No latim, corōna significa “coroa”, e línguas modernas continuam a refletir isso; “corona” ainda se traduz como coroa no catalão, espanhol e italiano, entre outras.

Coronavírus chamam assim por causa das pontas como uma coroa em sua superfície, e qualquer um que já tirou o rótulo de uma garrafa de Corona notou a coroa em cima do slogan “La Cerveza Mas Fina”. Mas a Corona veio antes do vírus mesmo: Corona começou a ser produzida em 1925, enquanto os coronavírus humanos só foram identificados em 1965.

Talvez sem surpresa, confundir um vírus respiratório com uma marca de cerveja não é a desinformação mais imbecil que apareceu na internet. O Daily Beast descobriu que o pessoal da conspiração QAnon está sugerindo que a melhor maneira de se proteger do coronavírus é bebendo água sanitária. Em tuítes e vídeos, teóricos da conspiração QAnon sugerem que seus seguidores comprem e usem um produto chamado Miracle Mineral Solution, Miracle Mineral Supplement ou simplesmente MMS.

“Vou pra casa e vou jogar MMS na propriedade inteira”, o site citou o defensor da QAnon Jordan Sather dizendo durante um vídeo recente. “Use MMS em tudo.” Tem muitos problemas aí, incluindo que MMS é feito com um alvejante industrial.

Ano passado, o FDA publicou um alerta contra beber MMS e outros produtos contendo clorito de sódio e dióxido de sódio. “O FDA recebeu relatos de consumidores que sofreram de vômito severo, diarreia severa, pressão baixa com risco de vida causada por desidratação, e insuficiência hepática depois de beber esses produtos”, a agência escreveu na época.

Como sociedade, precisamos de ajuda. Jogue isso no Google.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Publicidade