Publicidade
Noticias

Bancário é condenado a 12 anos de prisão depois de atropelar ciclistas no RS

Em 25 de fevereiro de 2011, Ricardo Neis acelerou o carro durante uma pedalada em Porto Alegre, atingindo vários ciclistas.

por Equipe VICE Brasil
25 Novembro 2016, 5:40pm

Imagem: Reprodução/Youtube.

Cinco anos depois de atropelar um grupo de ciclistas foi atropelado em Porto Alegre, o julgamento do acusado acabou na noite de quinta-feira (24). O júri popular condenou o réu, Ricardo Neis, a 12 anos e nove meses de prisão em regime fechado, devido às 11 tentativas de homicídio e cinco lesões corporais.

Para quem não lembra, em fevereiro de 2011, Ricardo acelerou seu carro contra os participantes de uma pedalada a favor do uso de bicicletas e ciclofaixas em espaços urbanos. Ferindo dezenas de vítimas, o bancário fugiu e não prestou nenhum socorro. O vídeo do ataque aos ciclistas rodou as redes sociais e causou indignação contra o motorista.

O julgamento que durou dois dias, teve 12 testemunhas, sendo 10 de acusação e duas de defesa e foi composto por um júri popular, que decidiu acatar integralmente a denúncia do Ministério Público da acusação das tentativas de homicídio e lesões corporais.

Neis é funcionário do Banco Central, poderá recorrer a sentença em liberdade e não perderá o cargo público, mas não pode mais dirigir. A promotora de Justiça, Lúcia Helena de Lima Callegari, afirmou que o MP recorrerá para tentar elevar a pena.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter e Instagram.