Noisey

Perguntamos pra galera no show do Shaggy no Glastonbury: "Foi você?"

O saudoso hit "It Wasn't Me" foi o 'Crime & Castigo' do cinismo do século XXI.
29 Junho 2017, 1:00pm

Matéria originalmente publicada no Noisey UK .

Existe alguma pergunta mais aterrorizante que: "foi você?". Nada consegue fazer todos aqueles anos de culpa que você tentou sufocar nos confins da sua alma virem à tona como "foi você?". Se alguém me perguntasse isso, sem mais nem menos, a lista de coisas que acabaria confessando é maior que as outrora dantescas unhas de Zé do Caixão.

A primeira reação natural é pensar que: fodeu, fui eu mesmo. Todos nós, em algum momento da vida — possivelmente vários momentos — fizemos algo. Sua cabeça começa a viajar em busca de cada pequena falha. E se os tiras descobrissem aquelas coxinhas que você afanou aos 15 anos naquela lanchonete? E se alguém sabe de todas aquelas vezes que tu meteu o dedo no nariz dentro do carro e fingiu que nada aconteceu? E se você tuítasse um print de algo sem fechar as outras abas do navegador e agora todo mundo sabe que tipo de pornô você assiste?

Então você surtará e começará a falar de coisas que nem fez, mas que neste momento de confusão cega você se sente culpado por, coisas como mandar mensagem de putaria pra sua mãe sem querer, ser uma pessoa problemática, ter esquecido de trancar a porta de casa e aí alguém entrou lá e morreu bem em cima do tapete e parece que a culpa é sua. Tudo isso acaba levando a mais dúvidas, tais como você se questionando sobre o que foi dessa vez, como fulano descobriu e se você vai parar na cadeia por isso.

No distante ano de 2000, Shaggy lançou uma música sobre este momento exato de angústia psicológica e confronto. Contando com a participação do artista de um único hit Rikrok, "It Wasn't Me" era um hino gaslighter de proporções épicas. A premissa é a seguinte: Rikrok lista coisas que sua namorada o viu fazer com seus próprios olhos e Shaggy a cada instante insistindo que não foi ele. Foi flagrado dando ideia na vizinha? Não era ele. Peladão, comendo alguém no chão do banheiro? Não era ele com certeza. Teria ele esquecido que deu a ela uma chave extra e então a ignorou por completo na porta enquanto se agarrava com outra no piso? Certamente foi outra pessoa.

Leia o restante da matéria no Noisey.