Homem tira selfie num carro cheio de drogas e acaba dedurando a si mesmo

Como uma selfie levou a polícia canadense até um suposto traficante.

por Mack Lamoureux; Traduzido por Marina Schnoor
|
19 novembro 2018, 8:00am

Tem muitas horas ruins para tirar uma selfie – enterros, no meio do sexo, enquanto tem alguém falando com você –, mas poucas são piores e mais idiotas do que quando você está dirigindo um carro cheio de drogas.

Por volta de uma da madrugada de última terça-feira, a polícia no centro de Winnipeg, no Canadá, notou um homem que aparentemente estava tirando uma selfie – e dirigindo enquanto fazia isso. A polícia decidiu parar o motorista irresponsável e, quando abordaram o carro, notaram um saco que parecia conter metanfetamina no banco do carona.

Eles prenderam o cara e, quando revistaram o veículo, encontraram muito mais drogas do que metanfetamina.

Ajudar a polícia a pegar supostos traficantes burros é só a última consequência inesperada das selfies. Um estudo deste ano descobriu que de outubro de 2011 a novembro de 2017, mais de 250 pessoas morreram tirando selfies. Em termos de investigação policial, selfies são usadas cada vez mais como evidência. Num exemplo bem conhecido do começo do ano, uma selfie se tornou a prova central de um julgamento de assassinato: a promotoria dizia que uma selfie mostrava a réu usando um cinto que eventualmente foi usado para estrangular outra mulher.

Quanto ao nosso motorista vaidoso, a polícia alega que Randy Billy Bastien (que é um nome muito de traficante/cantor country dos anos 70) tinha uma bela quantidade de drogas no seu carro. (Tipo um cantor country dos anos 70 mesmo.) Incluindo 467 gramas de metanfetamina (com valor de rua estimado em US$ 16 mil), 660 gramas de cocaína (valor de rua estimado em US$ 46 mil), três gramas de heroína (valor de rua US$ 1.500) e 229 pílulas de Xanax (valor de rua US$ 900). Ele também tinha US$ 2285 em dinheiro, dois telefones celulares e uma balança digital.

Bastien levou três acusações de posse de substância ilegal para propósito de tráfico e uma por posse de propriedade obtida por crime abaixo de US$ 5 mil.

A polícia diz que ele ainda está sob custódia – infelizmente, acho que os policiais não te deixar tirar sua própria mug shot.

Siga o Mack Lamoureux no Twitter.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Mais VICE
Canais VICE