Publicidade
Music by VICE

O Paul McCartney Assoviou a Melodia de "All Day", do Kanye West, em uma Entrevista na TV em 1999

Ele sabia de tudo.

por Joe Zadeh
21 Maio 2015, 7:42pm

Eu já disse uma vez e vou falar de novo: aquele Paul McCartney, ele é foda.

A julgar por seus 60 Discos de Ouro e os mais de 600 milhões de discos vendidos mundialmente, Paul McCartney deve ser um desses caras que caga ouro. Até o peido dele deve ser cheiroso. Aposto que quando ele estala os dedos, sai um som de uma bateria sendo tocada no Estúdio Abbey Road. Quando ele ronca, é provavelmente o som de uma orquestra tocando sua música preferida. Se ele gorfasse na saída do buteco, as pessoas ficariam se perguntando “que som maravilhoso é esse na jukebox?”

Agora, descobrimos mais um momento inspirador deste artista, escondido numa entrevista no talk show do Michael Parkinson, em 1999. Esta foi a gênese dos elementos fundamentais que compõem a faixa fodona do Kanye, “All Day”. De acordo com McCartney, a ideia da música – que veio a ser, mais tarde, a faixa “When the Wind is Blowing” – apareceu quando ele estava no hospital, depois do nascimento de seu segundo filho, e percebeu uma pintura na parede do corredor.

“Tinha uma tela do Picasso na parede, de um ancião tocando violão. Eu olhei aquilo a semana toda e pensando ‘o que ele está tocando? Eu toco violão, mas o que ele está tocando? Aí percebi que ele estava fazendo um acorde usando apenas dois dedos. Tentei fazer igual e achei que soou bem. Então usei isso de inspiração e escrevi uma canção usando apenas dois dedos.”

E quando ele começa a tocar, a mágica acontece. Dá pra ouvir perfeitamente a música do Kanye, desde os backing vocals até as cordas e os samples do McCartney no final.

Veja o vídeo de 1999 abaixo.