Publicidade
Music by VICE

Encontramos o Santista Cantor do Metrô de São Paulo

O único jeito de trombar o barítono foi no trem, onde pudemos nos deleitar ao som de interpretações inéditas de hits como "Homem Primata", dos Titãs, e a romântica "Carla", do LS Jack.

por Débora Lopes
05 Novembro 2014, 1:41pm

Vídeo por Felipe Larozza

Sim. Depois de tanta procura, o Noisey finalmente descobriu o paradeiro do cantor do metrô de São Paulo. Além de presentear os passageiros com sua voz de barítono, Fábio da Silva trabalha em dois lugares como vigilante. Por isso, o único jeito de encontrar nossa equipe foi no trem da CPTM, onde pudemos nos deleitar ao som de interpretações inéditas de hits como "Homem Primata", dos Titãs, e a romântica "Carla", do LS Jack. Claro, gravamos tudo com celular, e você pode conferir o encontro no vídeo acima.

Entre fotos com fãs e um papo sobre ser sucesso absoluto na internet, Fábio contou um pouco sobre sua vida: mora sozinho, tem um vizinho corintiano e curte investir seu suado salário em potentes caixas de som. Não é chegado em rap “porque fala coisas contra a polícia”. Mas gosta de Nickelback e músicas internacionais dos anos 80. Num inglês improvisado, o novo artista-fenômeno do transporte coletivo justifica sua paixão mandando uma palinha de “Born to Be Alive”, do Patrick Hernandez.

Fábio nunca foi a um karaokê. Seu palco é, definitivamente, o vagão do coletivo. Quando chega a vez de Tihuana ou Bonde do Tigrão em seu MP3 player, o sucesso é absoluto. As pessoas logo apontam o celular para ele – que diz não se importar. “Quanto mais o vagão lota, mais eu solto a voz”.

No fim, falamos sobre uma provável ascensão trabalhista. "Nunca cantei profissionalmente. Será que algum empresário vai se interessar?" Estimados capitalistas selvagens, desculpem, mas talvez o Fábio seja fera demais pra vocês.