O oceano e o cerrado coexistem no disco de estreia da goiana Bruna Mendez

Em 'O Mesmo Mar que Nega a Terra Cede à sua Calma', nova cara da MPB indie made in Goiás canta sobre umas piras existenciais cotidianas usando o mar como plano de fundo.

|
05 Julho 2016, 4:00pm

Goiânia fica bem no centro do Brasil, a uns bons quilômetros de distância do litoral do país, e é conhecida pelo apelido de "Capital do Cerrado". Então, digamos que chega a ser meio engraçado que algum artista goiano faça um disco de Nova MPB relacionando o oceano e as suas ondas com umas piras existenciais cotiadianas. Mas é exatamente sobre isso que se trata O Mesmo Mar que Nega a Terra Cede à sua Calma, álbum de estreia da Bruna Mendez, que você ouve com exclusividade aqui no Noisey.

"Goiânia é quase o total oposto do disco, mas esse mar sobre o qual eu falo é mais sobre um estado de espírito desse movimento da onda de ir e vir -— ou negar e ceder", disse Bruna. "Apesar de toda essa temática, o disco ainda é meio ríspido, abafado. Acho que essa é a minha percepção sobre minha cidade".

Com 11 faixas compostadas pela Bruna e com co-autoria de Michelly Jardim, o disco tem produção do Adriano Cintra. É o segundo trabalho de Bruna, que já tinha lançado o EP Pra Elaem 2014. "No EP, eu trabalhei mais com voz e violão, fazendo tudo de uma vez. Já nesse disco, eu pensei as coisas mais na guitarra e fiz com mais calma, o que permitiu eu me doar mais às músicas", comparou.

Pra quem é de Goiânia, a Bruna vai lançar O Mesmo Mar que Nega a Terra Cede à sua Calma num show no Teatro Sesc Centro no dia 12 de agosto. Confirme presença no evento aqui e ouça o disco abaixo:

Siga o Noisey nas redes Facebook | Soundcloud | Twitter