Publicidade
Tech by VICE

A Amazon Sabe Quem São Seus Amigos Escritores

Sim, a empresa é capaz de rastrear se você é parceiro de Paulo Coelho e impedir que você avalie os livros dele.

por Clinton Nguyen
08 Julho 2015, 6:10pm

Crédito: Get Noticed/Flickr.

Como se compromisso da Amazon de monitorar seus hábitos de compra, de leitura e de interação nas redes sociais não fosse o suficiente, eis uma novidade: a companhia americana sabe quem são seus amigos escritores e, não, você não pode escrever avaliações para eles.

Aqui está a parte das diretrizes de avaliações da empresa que trata do assunto:

"Avaliações promocionais – De forma a preservar a integridade das Avaliações de Clientes, não permitimos que artistas, autores, desenvolvedores, fabricantes, editores, comerciantes ou vendedores escrevam Avaliações de Clientes para seus próprios produtos ou serviços, avaliações negativas em produtos ou serviços similares, nem votem na utilidade destas avaliações. Pelos mesmos motivos, membros da família ou amigos da pessoa, grupo ou empresa vendendo seus produtos na Amazon não poderá escrever Avaliações de Clientes para estes itens em particular".

Faz bastante sentido, né? Os autores não deveriam poder usar seus círculos sociais para conseguir avaliações estelares de seus livros. Então para evitar isso, o maior e-commerce do mundo tem filtros caso você planeje bombar aquele livro do seu amigo de escola.

Imy Santiago, escritora independente, escreveu um post sobre seu probleminha com a Amazon depois de tentar publicar a resenha de um ebook, que foi logo removida assim que o sistema determinou que ela "conhecia" o autor. Ela enviou um email à empresa para que o departamento responsável fosse alertado que se tratava de um erro. Essa foi a resposta deles:

Olá,
Removemos sua avaliação porque você conhece o autor pessoalmente.
Devido à natureza proprietária de nosso negócio, não fornecemos informações detalhadas sobre como determinamos que as contas são relacionadas.
Para saber mais sobre esta política, por favor consulte nossas Diretrizes de Criação de Avaliação de Clientes
(http://www.amazon.com/review-guidelines).
Não podemos fornecer mais informações sobre a decisão e possivelmente não responderemos mais emails sobre o assunto.
Moderador de Avaliações Amazon.com
http://www.amazon.com

Tem alguns problemas aí: sabemos que a Amazon monitora suas atividades até certo ponto para adequar os anúncios exibidos em cada página. Mas que a empresa sabe de alguma forma quem você conhece pessoalmente ou sabe que são suas conhecidas é meio perturbador. E o fato da companhia manter a maneira como sabe disso envolta em segredos é ainda mais perturbador, já que não há nada em sua política de privacidade que trate do assunto de modo explícito.

É uma prática compreensível mas talvez aplicada da forma errada. Dá para imaginar a consternação causada entre autores independentes cuja popularidade talvez não vá além de amigos e família, não? Talvez seja simples determinar quem são os parentes, mas como e onde a Amazon define quem é amigo e quem é apenas um estranho?

Lori Otto, escritora independente que afirma ter tido algumas de suas avaliações removidas, escreveu sobre sua experiência.

"Não sou uma daquelas escritoras que quer uma avaliação sincera contanto que tenha três estrelas. Quero sinceridade. Ponto. O que aprenderei com um monte de gente mentindo pra mim? Nada", disse.

Distribuir cópias promocionais em troca de avaliações sinceras e divulgação é uma prática comum de editoras de todos os tamanhos, mas é mais fácil para as grandes absorverem os custos. No caso de Lori, ela disse ter pago 40 cópias do livro de seu bolso e a Amazon pelo visto apagou um quarto das avaliações por causa da possibilidade de algumas das cópias terem caído no colo de amigos e não desconhecidos.

Quando questionada sobre a prática, a porta-voz da Amazon Julie Law não confirmou se a empresa detecta automaticamente quem é amigo do escritor. Ela admitiu que a Amazon investigou Santiago e que de fato filtra as avaliações.

"Temos uma política de não comentar sobre contas individuais de clientes ou métodos específicos para a determinação de manipulação de avaliações", afirmou Law em um email. "Porém, quando percebemos que elementos da conta de um avaliador da Amazon se combinam com elementos da conta de um autor, talvez concluamos que há risco da avaliação ser manipulada, então removemos tal avaliação. Posso lhe garantir que investigamos o caso citado na matéria."

"Desenvolvemos mecanismos, manuais e automatizados, ao longo dos anos, que detectam, removem ou previnem a publicação de avaliações que firam diretrizes. Encorajamos os escritores a continuarem a construírem sua rede e comunidade normalmente. Isto não impactará as avaliações de clientes."

Tradução: Thiago "Índio" Silva