​Fotos de uma casa de palmeirenses parmerando demais durante o título
VICE Sports

​Fotos de uma casa de palmeirenses parmerando demais durante o título

Churrasco, rojão, sinalizador, pôster das antigas, cornetadas, choro e gritos marcaram o mais parmera dos domingos.
28 Novembro 2016, 5:12pm

Rubão, o mais parmera dos parmeras. Foto: Rodrigo Zaim/ R.U.A. Foto Coletivo/ VICE.

O domingo foi histórico para os parmera do Brasil inteiro: depois de 22 anos, o clube paulista conquistou o campeonato brasileiro, o nono da sua história – ainda que quase todos adversários questionem o número, para os parmera é isso e pronto.

Resolvi assistir e fotografar o jogo que deu o título para o Palmeiras aqui na minha quebrada, em Guarulhos, na casa de amigos que conheço há mais de 20 anos – só conheci uma parmera mais fanática que eles, minha finada Tia Avó Dona Amélia.

Desafio: conte quantos parmera há nessa foto. Foto: Rodrigo Zaim/ R.U.A. Foto Coletivo/ VICE.

Cheguei pouco antes do jogo começar na casa do Rubão e o clima já era de festa. Todos ali com camisas, faixas, tambores e até um sinalizador dentro de casa. Churrasco pegando solto, cantorias palmeirenses e muita expectativa, afinal, amigos, 22 anos é uma vida.

Carne de porco, claro. Foto: Rodrigo Zaim/ R.U.A. Foto Coletivo/ VICE.

Jogo começa e pergunto para o Rubinho, filho do Rubão, como ele se sente. "Se eu não tiver um infarto hoje vai ser o melhor dia da minha vida", responde, quase sem voz.

Aí veio o gol. Foto: Rodrigo Zaim/ R.U.A. Foto Coletivo/ VICE.

Foto: Rodrigo Zaim/ R.U.A. Foto Coletivo/ VICE.

Foto: Rodrigo Zaim/ R.U.A. Foto Coletivo/ VICE.

Pouco depois já saia o gol do Palmeiras; aquela sala pequena que em certos momentos não tinha como se mexer explodiu de alegria. Todos ali ficaram enlouquecidos e gritavam "acabou acabou" desde o primeiro tempo; os mais supersticiosos, porém, diziam para esperar e não gritar campeão antes da hora.

Leia também: Como o Palmeiras saiu da lama para voltar a ser uma potência esportiva e financeira

Foto: Rodrigo Zaim/ R.U.A. Foto Coletivo/ VICE.

Foto: Rodrigo Zaim/ R.U.A. Foto Coletivo/ VICE.

Foto: Rodrigo Zaim/ R.U.A. Foto Coletivo/ VICE.

Saí um pouco da sala e fui dar uma volta na casa em que passei muito tempo da minha infância. Reparei que havia pelo menos um objeto do Palmeiras em cada cômodo.

Foto: Rodrigo Zaim/ R.U.A. Foto Coletivo/ VICE.

Foto: Rodrigo Zaim/ R.U.A. Foto Coletivo/ VICE.

Foto: Rodrigo Zaim/ R.U.A. Foto Coletivo/ VICE.

Foto: Rodrigo Zaim/ R.U.A. Foto Coletivo/ VICE.

Foto: Rodrigo Zaim/ R.U.A. Foto Coletivo/ VICE.

Antes do segundo tempo acabar todos já pegaram suas bandeiras e rojões e foram para a rua fazer a festa. Depois, seguiriam em carreata para uma das principais avenidas de Guarulhos a fim de vibrar até clarear.

Esse dia foi muito parmera.

Foto: Rodrigo Zaim/ R.U.A. Foto Coletivo/ VICE.

Foto: Rodrigo Zaim/ R.U.A. Foto Coletivo/ VICE.

Foto: Rodrigo Zaim/ R.U.A. Foto Coletivo/ VICE.

Assista abaixo ao nosso documentário em 360 sobre a torcida do Palmeiras: