Fotos

Fotos da polícia reprimindo o protesto Fora Temer em SP desta terça

Com forte repressão da Polícia Militar, a marcha com cerca de mil pessoas terminou com 10 pessoas detidas.

por Amauri Gonzo; fotos por André Lucas e Renata Armeli
31 Agosto 2016, 5:00pm

Foto: André Lucas/ C.H.O.C. Documental

Na noite da última terça-feira (30) novamente um protesto contra o governo interino de Michel Temer foi duramente reprimido pela Polícia Militar em são Paulo. A passeata, que não passava de mil pessoas, partiu do vão livre do MASP em direção à Praça Roosevelt, descendo a Rua Augusta. Na esquina da Augusta com a Rua Caio Prado a organização, não muito organizada, decidiu através de jogral seguir com a marcha para a sede do jornal Folha de S. Paulo, na Rua Barão de Limeira — só faltou combinar com os russos.

Chegando na Roosevelt, a polícia formou um cordão de isolamento para travar o protesto — logo atrás da turma, vinha uma gigante tropa do Choque, deixando a turma envelopadinha. Depois de um longo impasse, o protesto parece ter conseguido negociar seu prosseguimento, atravessando a praça em direção à Rua Rego Freitas. De longe deu saudade do MPL, porque parecia que estavam dando um drible na polícia, pique 2013. Rego Freitas abaixo, o protesto caminhou rápido, mas sempre era chamado a parar novamente. Na esquina com o Largo do Arouche, a organização parou e demorou muito para conseguir se decidir. Algum espírito de porco soltou uma bombinha e todo mundo ficou levemente apavorado, mas ainda não havia virado treta.

Foi só quando a vanguarda do cordão policial decidiu prender um cidadão que o entrevero começou. Uma parte pequena dos manifestantes correu pelo Arouche, juntando pedras e garrafas para tacar no pequeno grupo de policiais à frente, que se defendiam como podiam. Na retaguarda, começaram as bombas, e a maior parte da manifestação saiu correndo pelas ruas Santa Isabel e Bento Freitas. Black blocks tacaram fogos nos lixos, viraram uma caçamba, e a polícia veio atrás, na borrachada, bomba e gás. O Arouche virou momentaneamente uma quase praça de guerra, mais para massacre. Segundo a Folha de S. Paulo, a polícia deteve pelo menos dez pessoas — incluindo quatro menores de idade. Apesar da dispersão, cerca de quarenta pessoas conseguiram chegar à frente da Folha para encerrar o protesto.

Foto: Renata Armelin/ Mamana Foto Coletivo

Foto: Renata Armelin/ Mamana Foto Coletivo

Foto: André Lucas/ C.H.O.C. Documental

Foto: Renata Armelin/ Mamana Foto Coletivo

Foto: André Lucas/ C.H.O.C. Documental

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter e Instagram.