Publicidade
Esta história tem mais de 5 anos de idade.
viagem

Dia Gótico na Disneylândia!

Fui ao 12º evento anual “Bats Day in the Fun Park”, o dia no qual centenas de góticos rumam para a Disneylândia para um dia de diversão meio subvertida.

por Jamie Lee Curtis Taete
01 Junho 2012, 12:00pm

No final de semana passado fui ao 12º evento anual “Bats Day in the Fun Park”. Você nunca vai adivinhar só pelo nome, mas esse é um dia no qual centenas de góticos rumam para a Disneylândia para um dia de diversão meio subvertida (sério, quem decidiu dar essa merda de nome? O que isso quer dizer?).

O evento principal do dia é uma foto em grupo tirada na frente do castelo da Cinderela. Aqui todo mundo está tentando conseguir a melhor posição possível. Esse cara de roxo estava com cara de que não sairia do lugar dele por nada nesse mundo.

Aqui é quando eles estavam batendo a foto. Digam uma alternativa gótica para “diga xiiisss” — como “Saaaaaangue”, ou quem sabe “Sempre me identifiquei mais com a Ursula do que com a Arieeeeeel!”.

Não consegui tomar distância suficiente para enquadrar todo mundo na foto, mas dá para ter uma ideia de quantas pessoas estavam lá. Estimo que o número de góticos presentes era de uma caralhada.

Esses chapuzinhos não eram vendidos no parque, você precisava encomendar pela internet, e aqui aprendi o seguinte: góticos são muito organizados. 

Essa menina não tinha a menor ideia do que estava acontecendo. Será que ela viu o Donald e o Mickey e achou que eles também tinham se vestido assim só para ir ao parque?

A menos que você seja uma senhora de 85 anos que não tem televisão em casa, com certeza sabe que o gótico é uma cultura homogeneizada como qualquer outra. Eles são gente normal, com a diferença que as roupas deles são idiotas de um jeito diferente de como as roupas normais são idiotas, e eles fingem que curtem coisas sombrias. Ou talvez alguns deles até curtam mesmo coisas sombrias, vai saber? Mas tenho quase certeza que esse tipo de gótico deve estar na Suécia sacrificando coisas e não no “Bats Day in the Fun Park”. 

Fora o monte de roupas pretas e a quantidade enorme de produtos d'O Estranho Mundo de Jack adquirida, a única diferença de verdade que notei entre os góticos e “os normais” foi essa: quando uma pessoa normal se aproxima de um gótico para tirar uma foto, o gótico fica super, super empolgado, e depois fica muito contente consigo mesmo pelos próximos minutos.

Como essa mulher que fotografei. Depois da foto, ela me entregou o cartão dela:

Que na verdade é uma coisa bem esquisita de se entregar para alguém na Disneylândia. 

Fora isso, parece que os góticos não estavam lá para invadir o castelo da Bela Adormecida, e eles ficaram contentes em se divertir no padrão Disney. Tipo andando nas xícaras de chá...

Ou surpreendendo todo mundo (só que não) indo cinco vezes seguidas na Mansão Mal Assombrada...

Ou, como um monte de pessoas, ficando na fila por 90 minutos para ir na Splash Mountain...

Ou andando nesses barquinhos...

Ou usando camisetas que são um pouco inapropriadas para se ficar perto de um carrossel cheio de crianças...

Ou usando muitas, muitas, muitas camadas de roupa para um domingo ensolarado de maio na Califórnia...

Ou comprando suvenires do Toy Story...

Ou ouvindo música com fones de ouvido enquanto dão um rolê com a filha – não dá para ver na foto, mas garanto que era isso que ela estava fazendo. Mas que droga, mãe gótica?

Mais tarde, houve uma segunda sessão só para as crianças, assim eles vão poder olhar para essa foto daqui a dez anos e jurar nunca mais falar com os pais de novo. 

Ei, criançada, que pena que seus pais fazem vocês se vestirem assim, né? A não ser que vocês curtam. Aí, beleza. 

Ah, rolou um eclipse também. Acho que foi por isso que eles organizaram o encontro para esse dia.

Não sou especialista em fotografar eclipses, o que dá para perceber pela última imagem, mas aposto que também não dava para ver nada na foto desse pessoal aí.

E tinha ainda outra foto coletiva no final do dia para nos degraus da Mansão Mal Assombrada. Mas eu já estava de saco cheio de góticos e decidi ir embora.

Aí passei por essa moça gostosíssima na saída, e vi uma senhora literalmente cobrir os olhos dos filhos enquanto ela passava. Isso foi muito legal.

Para resumir a história: Góticos + Disney = Um passeio muito divertido!

Curiosos para aprender mais sobre góticos?

Fazendo Amigos num Piquenique Gótico

Góticos dos Trópicos

Vida Longa aos Mexigóticos

Tagged:
California
disney
Góticos
Disneylandia
EUA
Vice Blog
jamie lee curtis taete
Bats Day in the Fun Park
Parque de Diversões
Dia Gótico na Disneylândia