Como parar com a autossabotagem

Segundo especialistas, a chave está diretamente ligada aos seus medos.

por Anna Goldfarb; Traduzido por Marina Schnoor
|
dez 6 2017, 3:00pm

Imagem por Lia Kantrowitz para VICE.

Matéria originalmente publicada na VICE EUA.

De fora, a autossabotagem pode parecer um problema com uma solução fácil: se você percebe que continua estragando oportunidades de melhorar sua vida, simplesmente canalize seu Terry Crews interior e diga a si mesmo para parar com essa porra agora. Mas o problema é mais complicado que isso. É preciso muita autorreflexão para entender por que você continua dando tiros no próprio pé.

Autossabotagem acontece quando sua mente consciente (aquela lógica que faz lista de compras e te lembra de escovar os dentes) está em desacordo com sua mente subconsciente (aquela que come um monte de chocolate quando você está estressado e liga bêbado pro seu ex). Esse desacordo — esse choque de necessidades e vontades — se manifesta em comportamentos de autossabotagem. Apostar com o dinheiro do aluguel, acidentalmente de propósito deixar passar o prazo de inscrição para um curso, encher a cara um dia antes de uma grande apresentação no trabalho: é seu jeito subconsciente de evitar dor e lidar com o medo.

Perguntamos a terapeutas, especialistas em finanças e life coaches como as pessoas podem reconciliar esses rachas internos e partir para seus objetivos positivos de uma vez por todas. As respostas foram editadas para maior clareza.

Não seja tão duro consigo mesmo e busque se responsabilizar

Vergonha sobre autossabotagem pode ser um obstáculo enorme para tomar novas atitutes. Tente ver suas ações (ou inações) com amor e compaixão, como se estivesse testemunhando uma criança que você quer ajudar a superar um bloqueio. Você consegue pensar claramente no que realmente quer; qual é o benefício para você, a razão para fazer o que você quer fazer em primeiro lugar? Quando você entende isso, qual seria o menor comprometimento que você poderia fazer representando um passo na direção certa? Veja se você pode contar com um amigo de confiança (ou seu parceiro, se você está num relacionamento) para te ajudar a se responsabilizar por esse pequeno passo, aí vá construindo de acordo com seus sucessos. — Neil Sattin, coach de relacionamentos e apresentador do podcast Relationship Alive

Enfrente os maus pensamentos

Sente e imagine como seria ter o que você quer ou alcançar seu objetivo. Imagine cada passo. Enquanto estiver fazendo isso, escreva qualquer sentimento negativo, medo estranho e pensamento aleatório que surgir. Se você se imagina entrando em forma, o que surge para você? Uma imagem sua fazendo séries chatas de exercício para o resto da vida? Você tem medo de conseguir atenção indesejada dos homens? Você imagina seu parceiro ou amigos rindo de você por frequentar academia e ser vaidoso? A chave para sua autossabotagem está nesses medos e pensamentos. Encarar o que está te impedindo de seguir em frente e te fazendo se sabotar não será fácil. Mas é melhor que o arrependimento que você vai sentir se não fizer isso. A vida é muito curta para não ir atrás do que você realmente quer. – Dra. Christie Hartman, especialista em namoro e relacionamentos

Identifique as raízes

Algumas pessoas se sentem confortáveis no caos. É uma coisa difícil de reconhecer sobre si mesmo, mas uma lição importante a se aprender. Se caos é conforto, então é fácil entender o apelo, conscientemente ou não, de se sabotar. A síndrome de impostor é outra razão para nos sabotarmos. Ficamos nervosos achando que não somos qualificados, ou que não deveríamos estava fazendo alguma coisa e então desistimos ou nos colocamos numa posição onde nos pedem para sair. Nem sempre é fácil reconhecer essas coisas sobre nós mesmos, ou ouvir outra pessoa apontar isso para você. Nunca é ruim falar com um profissional, seja um terapeuta, um coach de negócios ou alguém do tipo, para conseguir uma perspectiva de fora. Tire um tempo para desenterrar o porquê. Entender que você está se sabotando é importante, mas compreender as raízes vai evitar que você faça isso de novo. – Erin Lowry, autora de Broke Millennial: Stop Scraping by and Get Your Financial Life Together

"Se caos é conforto, então é fácil entender o apelo, conscientemente ou não, de se sabotar." — Erin Lowry

Encare seus medos

Se você procrastina o tempo todo, causa conflito desnecessário no seu relacionamento ou bebe demais durante a semana, se olhe no espelho e decida se é isso que você quer realmente continuar fazendo. Se pergunte: Quero realmente sabotar minha chance de realmente ser feliz na vida? O que tenho a temer se viver em toda a minha capacidade? Fazendo esse exercício, você percebe que não vale a pena gastar energia sabotando suas chances de sucesso só porque tem medo de nunca conseguir. É muito mais fácil encarar seus medos e “fracassos” do que sempre desistir antes de tentar. Não desperdice seu talento e suas chances de ser feliz. – Justin Stenstrom, life coach e fundador da Elite Man Magazine e Elite Man Podcast

Algumas palavras de encorajamento

Autossabotagem é um medo de que seu melhor não é bom suficiente. Mas lembre-se, não importa o que aconteça, você é bom o suficiente. Mudar comportamentos de autossabotagem geralmente te faz sentir ansioso, porque significa que você está desafiando atitudes familiares a que se agarrou por muito tempo. – Raquel Jones, assistente social clínica

Siga a Anna Goldfarb no Twitter.

Siga a VICE Brasil no Facebook , Twitter e Instagram .

Mais VICE
Canais VICE