Noticias

Boletim Matutino da VICE 01/04/20

Tudo o que você precisa saber sobre o mundo esta manhã com curadoria da VICE.
01 Abril 2020, 1:09pm
bolsonaro pele-ruim

Brasil

Em pronunciamento, Borlonasno distorce OMS e compara salvar vidas a preservar empregos

Provando que para ele e para muita gente é mais fácil imaginar o fim do mundo do que o fim do capitalismo, o usuário compulsivo de WhatsApp Jair Blosnaoro igualou a necessidade de salvar vidas à de preservar empregos em meio à crise do coronavírus durante novo pronunciamento em cadeia nacional nesta terça-feira (31). Para sustentar seus argumentos, ele voltou a distorcer uma declaração do diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus. Durante o pronunciamento, Bolonasro citou vários trechos de um discurso de Tedros de segunda-feira, em que o chefe da OMS disse estar preocupado com as muitas pessoas que ainda "precisam trabalhar para ganhar o pão de cada dia", ao mesmo tempo em que cobrou dos governos que adotem medidas para garantir assistência à população mais pobre durante a crise. Contudo, mais uma vez o ex-garimpeiro amador tirou a fala de Tedros de contexto, destacando a primeira parte do discurso, mas omitindo a segunda, sobre a responsabilidade dos governos em assistir aos grupos mais vulneráveis. "Os governos precisam garantir o bem-estar das pessoas que perderam a fonte de renda e que estão necessitando desesperadamente de alimentos, saneamento, e outros serviços essenciais", dissera o chefe da OMS na segunda-feira. "Porque cada indivíduo importa." – DW

Bosonarol se debulha em lágrimas e pede penico aos milicos

Isolado politicamente e sem ninguém com quem brincar no parquinho, o fã de joias de nióbio Jair Balonsoro tem dado demonstrações de fragilidade emocional na condução da crise do coronavírus e buscado refúgio no setor militar para tentar retomar o controle do governo, segundo a Folha. Há relatos que em pelo menos uma ocasião recente, ele chorou ante interlocutores no Palácio do Planalto que não faziam parte de seu círculo mais íntimo. Que reclamou que sofre críticas incessantes e aponta adversários externos, com especial predileção pelos governadores João Doria (PSDB-SP) e Wilson Witzel (PSC-RJ). O ex-atleta de baixo rendimento está sem suporte interno unânime. Ministros do governo, a começar por Luiz Henrique Mandetta (Saúde), mas também o popular Sergio Moro (Justiça), defendem o isolamento social. Paulo Guedes (Economia) falou que preferia ficar em casa “como cidadão”. Com isso, Bolosnaro se voltou para o seu meio de origem, o militar, cuja ala no governo havia sido reforçada no começo do ano após ter sido escanteada pelo chamado núcleo ideológico centrado nos seus filhotes. – Folha de S. Paulo

Cidades brasileiras registram panelaço contra Bolsonaro pelo 15º dia seguido

Já faz meio mês que as vasilhas ressoam alto diariamente pelas capitais brasileiras em protesto contra o polêmico tuiteiro Jair Balnoroso. Durante seu quarto pronunciamento em cadeia nacional, panelagens foram ouvidas São Paulo, Rio, Belo Horizonte, Recife, Salvador, Florianópolis, Goiânia, Maceió e Natal, além do Distrito Federal e de cidades da Grande São Paulo, dentre elas Osasco, e do ABC Paulista. Na capital paulista a algazarra aconteceu em bairros como Pinheiros, Bela Vista, Sumarezinho, Perdizes, Jardins, Cerqueira César, Consolação, Higienópolis, Campos Elíseos, Santa Cecília, Brooklin, Moema, Paraíso, Ipiranga, Chácara Santo Antônio, Vila Andrade, Tucuruvi, Santana e Parada Inglesa, enquanto no Rio a fuzarca incluiu Barra da Tijuca, Botafogo, Flamengo, Gávea, Grajaú, Humaitá, Ipanema, Jacarepaguá, Jardim Botânico, Lagoa, Leblon, Leme, Méier, Tijuca, São Cristovão, Cachambi, Padre Miguel e Laranjeiras. – G1

Brasil tem 201 mortes e 5.717 casos confirmados de coronavírus, diz ministério

O Ministério da Saúde divulgou nesta terça-feira (31) o mais recente balanço nacional sobre os casos de Covid-19, doença causada pelo coronavírus Sars-Cov-2. São 201 mortes no total (136 em São Paulo) e 5.717 casos confirmados. No levantamento anterior, divulgado na segunda-feira (31), o Brasil tinha 159 mortes e 4.579 casos confirmados de pessoas infectadas pelo novo coronavírus. De acordo com o balanço do ministério, os dados desta terça-feira apontam o maior acréscimo diário no total de casos confirmados e de mortes desde o começo da epidemia. Foram registrados mais 1.138 casos em relação ao boletim de segunda, um aumento de 24%. No caso das mortes, o aumento foi de 42 casos, o que significa um crescimento de 26%. – G1

Guedes chantageia Congresso pra aprovar PEC

O ministro da Economia Paulo Guedes meteu o louco e disse nesta terça-feira (31) que a liberação do auxílio de R$ 600 para trabalhadores informais depende da aprovação de uma proposta de emenda à Constituição (PEC). Guedes afirmou ainda que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, poderia ajudar a apressar a aprovação. O investigado na operação Greenfield afirmou também que o projeto de lei já aprovado precisa ser analisado antes de ser sancionado para que sejam retirados "jabutis", pontos que não fazem parte da proposta original. Apesar da fala do ex-banqueiro, fontes da equipe econômica avaliam que a aprovação de uma PEC não é necessária para liberar o pagamento do auxílio. – O Globo

Maia rebate Guedes sobre auxílio de R$ 600 e chama governo de mentiroso

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), rebateu as acusações do ministro Paulo Guedes (Economia) de que o auxílio de R$ 600 ainda precisaria de aval do Legislativo e acusou o governo de mentir na ação que impetrou junto ao STF (Supremo Tribunal Federal). Em coletiva nesta terça (31), o ministro da Economia cobrou medidas da Câmara e afirmou que a efetivação dos pagamentos dependia da aprovação de uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição) pelo Legislativo. “Eu acho importante porque, se o ministro Paulo Guedes falou hoje, se ele estiver certo hoje, o governo mentiu na ação que impetrou no Supremo Tribunal Federal com o ministro Alexandre de Moraes”, afirmou o filho de César Maia em sessão na Câmara. – Folha de S. Paulo

Congresso mete o Parasita e mira lucro de empresas e grandes fortunas contra coronavírus

A pandemia do coronavírus no Brasil ressuscitou no Congresso uma pauta antes restrita à esquerda e fãs de Bacurau em geral, a de taxação de grandes fortunas, e ainda deslocou o foco dos parlamentares a outra potencial fonte de recursos para conter a crise: o lucro de empresas bilionárias. Embora alguns projetos continuem tendo a digital da oposição, começa a haver uma movimentação de partidos de centro e independentes em defesa principalmente da aplicação do empréstimo compulsório de parte do lucro de empresas. A adoção desse recurso está prevista na Constituição, que diz que a União pode, mediante lei, instituir empréstimos compulsórios para atender a despesas extraordinárias decorrentes de calamidade pública. É o caso da pandemia provocada pelo novo coronavírus. – Folha de S. Paulo

Senado abraça projeto de Toffoli que suspende aluguéis na crise do coronavírus

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, preparou um projeto de lei encampado pelo Senado para suspender desde o pagamento de aluguéis até a devolução de mercadorias adquiridas pela internet durante a pandemia do coronavírus. O projeto foi apresentado pelo senador Antonio Anastasia (PSD-MG) nesta terça-feira (31), terá relatoria de Simone Tebet (MDB-MS) e existe consenso para que seja aprovado nas duas Casas até a próxima semana em regime de urgência. A ideia, segundo assessores de Toffoli, é organizar as relações privadas definidas em contratos que, na crise, precisam ser alteradas ou até interrompidas temporariamente sem que isso gere ações judiciais. Somente ficam fora os casos de empresas em recuperação judicial e os serviços regulados (como água e energia). Essa espécie de “pausa legal” foi definida de 20 de março (quando teve início o confinamento) até 20 de outubro, tempo previsto para que a crise tenha se dissipado. – Folha de S. Paulo

Com suspensão de creches no Rio, Carluxo vai trabalhar do lado do papai

Figura constante no Palácio do Planalto durante a crise do novo coronavírus, o vereador carioca Carluxo Borsonalo (Republicanos-RJ) ganhou uma sala próxima ao gabinete de seu pai, no Palácio do Planalto. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, ele tem usado desde o início desta semana uma sala do terceiro andar, onde tem coordenado a ofensiva do governo nas redes sociais. O espaço, que já havia sido ocupado antes pelo vereador, pertence ao assessor internacional da Presidência, Filipe Martins. O auxiliar do presidente adotou período de quarentena após ter contraído coronavírus, e a expectativa é a de que ele retorne ao Palácio do Planalto nesta quarta-feira (1). Com a criação do gabinete para Carlos, Martins deve ser deslocado para o quarto andar do Palácio do Planalto, em um gabinete que era usado pela Secretaria de Governo. – Folha de S. Paulo

Bovespa fecha em queda nesta terça e tem pior mês em mais de 20 anos

O principal índice da bolsa de valores brasileira, a B3, recuou nesta terça-feira (31) e encerrou março com o pior desempenho mensal em mais de 20 anos. A última sessão do mês foi marcada por mais incertezas em razão dos efeitos da pandemia da covid-19 na economia. O Ibovespa recuou 2,17%, a 73.019 pontos. Na mínima, a bolsa marcou 72.385 pontos. Na máxima, foi a 75.511 pontos. Com o desempenho desta terça, a bolsa acumulou queda de 29,9% em março, marcando o pior desempenho desde agosto de 1998 (recuo de 39,55%), quando o Brasil lidava com os impactos da crise da Rússia. Em 2020, o tombo já é de 36,86%. – G1

Isolamento por coronavírus eleva preços dos alimentos em março, diz FGV

A corrida aos supermercados para garantir estoques para enfrentar o isolamento elevou os preços dos alimentos em março, segundo a FGV (Fundação Getúlio Vargas). Coleta de preços feita pelo instituto indica que 20 presentes na cesta básica tiveram reajuste médio de 1,64% na semana passada, contra 0,19% no início do mês. Responsável pela pesquisa, o economista André Braz, diz que dois fatores pressionaram os preços. "Além do aumento da demanda por alimentos, pois as refeições estão sendo feitas nas residências, houve aumento da estocagem de alimentos por receio de que o vírus se propague mais e expanda o período de confinamento." De acordo com a FGV, o arroz, subiu 1,74%, contra alta de 1,17% no início do mês. Houve também aceleração no preço dos ovos, que registraram alta de 9,04%, ante 5,04% no início de março. – Folha de S. Paulo

Governo anuncia adiamento por 60 dias do reajuste dos remédios sem consultar indústria

O homenageador de miliciano Jair Bosanloro anunciou nesta terça-feira (31) por meio de uma rede social um acordo com a indústria farmacêutica para que o reajuste anual de todos os remédios seja adiado por 60 dias. O motivo do adiamento é a crise provocada pela pandemia de coronavírus. O Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos (Sindusfarma), com 425 associados entre empresas nacionais e multinacionais, informou não ter sido consultado. A Associação dos Laboratórios Farmacêuticos Nacionais (Alanac), que representa 53 laboratórios nacionais, informou que fez a Bolsonaro a sugestão do adiamento. O reajuste seria de cerca de 4%, segundo a Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos, e deveria entrar em vigor nesta quarta-feira (1º). – G1

Motoristas de apps como Uber perdem até 90% das corridas e querem taxa zero

Assim como tantas outras categorias de trabalhadores informais pelo Brasil, os motoristas de aplicativos sofrem com a paralisação momentânea e necessária, segundo especialistas sanitários, para diminuir os casos de coronavírus no Brasil. Ao mesmo tempo, reclamam que as empresas em que operam não têm feito o suficiente para ajudar os chamados "parceiros" no atual momento. Em um ofício, enviado na última semana pela Fembrapp (Federação dos Motoristas por Aplicativo do Brasil) às empresas de aplicativos, são feitas exigências como: zerar a taxa tirada dos condutores nesse período; antecipação do prêmio por produtividade anual; criação de uma linha de crédito para motoristas com juros menores que bancos para pagamento após a pandemia. – UOL

Em aparente homenagem ao dia da mentira, Bolosnora publica vídeo mentiroso sobre Ceasa de BH

O youtuber honorário Jair Boronalos voltou a usar o Twitter para atacar governadores e prefeitos que adotaram medidas de isolamento. Ele publicou na manhã deste 1º de abril um vídeo em que um trabalhador relata que estandes da Ceasa de Belo Horizonte, em Minas Gerais, estão vazios, mas isso não é verdade. O material foi gravado no sábado (28), dia de pouco movimento no local. Nesta quarta-feira, a reportagem da CBN constatou que a central está plenamente abastecida. Segundo os produtores da Ceasa, as atividades estão normais e não existe risco de falta de produtos. A direção ressaltou ainda que não há risco de desabastecimento na cidade, nem no estado, pelo contrário: há, inclusive, produtos em excesso por causa da baixa procura em meio à pandemia do novo coronavírus. Alguns comerciantes relatam melhora nas vendas. – CBN

TRF2 derruba liminar e lotéricas e igrejas voltam a ser serviços essenciais

O TRF-2 (Tribunal Regional Federal da 2ª Região) garantiu que as atividades lotéricas e religiosas continuem no rol dos serviços essenciais durante a pandemia de coronavírus, suspendendo uma liminar anteriormente deferida pela Justiça Federal. A decisão atendeu um pedido da AGU (Advocacia-Geral da União). A decisão cita "intromissão indesejável do Poder Judiciário na atuação dos demais poderes" e afirma se tratar de um risco à crise econômica e também à saúde, já que a ausência de unidades lotéricas pode aumentar fluxo de pessoas em agências bancárias. – UOL

Cemitérios de SP têm ao menos 30 enterros por dia de mortos com suspeita de covid-19

Os cemitérios públicos da cidade de São Paulo estão recebendo diariamente de 30 a 40 corpos de pessoas que morreram com suspeita de estarem contaminadas pelo novo coronavírus, mas sem que a condição fosse avalizada pelo teste laboratorial. Por causa do atraso do Instituto Adolfo Lutz em disponibilizar os resultados dos testes de comprovação da doença, a imensa maioria desses mortos não aparece na contabilização feita pelo Ministério da Saúde como óbitos decorrentes da Covid-19. Em quase todos os casos, os médicos que assinam os boletins de óbito, fundamentais para a permissão do sepultamento, afirmam que aguardam os resultados de exames para comprovação da causa da morte e apenas apontam suspeita de covid-19. – Folha de S. Paulo

Homem de 23 anos do RN é o mais jovem a morrer pelo coronavírus no Brasil

A Secretaria Estadual da Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap) e a Secretaria Municipal de Saúde de Natal confirmaram na noite desta terça (31) a segunda morte pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2) no estado. Trata-se do gastrólogo Matheus Aciole, de 23 anos. Ele é o mais jovem a ter morte pela covid-19 confirmada no país, segundo dados das secretarias estaduais. Até as 6h desta quarta-feira, as secretarias registravam 203 mortes no Brasil e um total de 5.812 casos confirmados. Matheus morreu no início da noite de terça em Natal, e o resultado positivo do exame para covid-19 foi dado em seguida. Ainda segundo informações da Secretaria Estadual de Saúde, o paciente deu entrada em um hospital privado em 24 de março. Matheus foi examinado e liberado para voltar para casa, onde deveria manter medicações prescritas. Ele ficou isolado por dois dias, mas não apresentou melhora. Matheus, então, procurou o serviço público de saúde na última sexta-feira (27), quando foi atendido e realizou o teste para a covid-19. Logo em seguida, Matheus foi internado na UTI. Ele morreu no hospital. – G1

Mundo

Adolescente de 13 anos morre vítima do coronavírus no Reino Unido

Um adolescente de 13 anos morreu na segunda-feira (30) vítima do novo coronavírus na Inglaterra, no Reino Unido. Ismail Mohamed Abdulwahab não sofria de doenças pré-existentes, de acordo com a família. Ele seria a mais jovem vítima conhecida da pandemia no Reino Unido até o momento. Ele recebeu o diagnóstico positivo para Covid-19 na sexta-feira (27), um dia depois de ser internado no King's College Hospital, em Brixton, no sul de Londres. Ismail foi internado após apresentar sintomas da doença e dificuldade para respirar. "Foi colocado sob assistência respiratória e coma induzido, e infelizmente morreu na segunda", afirmaram familiares, de acordo com a BBC. – G1

Holanda volta a vender maconha por encomenda durante isolamento por coronavírus

Enquanto a maior parte da Holanda sofre com as medidas de isolamento social devido ao coronavírus, os fumantes de maconha receberam a boa notícia de que os cafés que vendem a droga reabriram para atender encomendas. Todos os negócios que vendem maconha e haxixe foram obrigados a fechar, assim como bordéis e saunas, quando o governo impôs medidas para conter a epidemia de Covid-19 no dia 15 de março. Uma reabertura limitada foi permitida para evitar a venda de droga no mercado ilegal e garantir o suprimento de maconha medicinal. No entanto, como as restrições do coronavírus proíbem aglomerações, os compradores não podem mais ficar nos cafés para fumar. – G1

Mortes oficiais por covid-19 nos EUA e na França ultrapassam as da China

Na França e nos Estados Unidos a quantidade de mortos por causa da covid-19 ultrapassou, nesta terça-feira (31) o número da China, segundo a universidade americana Johns Hopkins. Na França já morreram 3.523 pessoas, nos EUA o total de óbitos foi de 3.440, e na China a conta oficial é de 3.309. Também houve mortes em dois territórios chineses, Hong Kong e Taiwan, onde 4 e 5 pessoas faleceram, respectivamente, desde o início do surto segundo a Johns Hopkins. Os países onde houve mais mortes foram a Itália (12.428) e a Espanha (8.269). A região dos EUA onde há mais mortes é a cidade de Nova York, a maior do país. Lá, 932 pessoas morreram por causa da covid-19. O número de casos nos EUA aumentou em mais de 20.000 confirmados na segunda-feira (30), sobrecarregando hospitais que estão ficando sem médicos, enfermeiros, equipamentos médicos e utensílios de proteção. – G1

Pandemia de coronavírus nas Américas vai piorar, diz diretora da OMS

Carissa Etienne, diretora da OPAS (Organização Pan-Americana da Saúde) e diretora regional da OMS (Organização Mundial da Saúde) para as Américas, disse hoje que a pandemia do novo coronavírus vai "aumentar e piorar" na região antes de melhorar, assim como ocorreu em outras partes do mundo. Segundo ela, a pandemia se intensificou na região na semana passada — até ontem 2.836 pessoas haviam morrido em decorrência da covid-19 e 163.068 casos oficiais foram registrados. No mundo, já são mais de 800 mil casos. Carissa disse que ainda há uma "pequena janela de tempo para agir", enfatizando que existem medidas, como isolamento social, que todos os países podem adotar para retardar a propagação do vírus e reduzir o impacto que isso causa nos sistemas de saúde e salvar vidas. – UOL

Siga a VICE Brasil no Facebook , Twitter , Instagram e YouTube .
Questionado sobre atitudes de Botonaro, Trump diz que estuda banir voos do Brasil

Durante uma coletiva para informar sobre os esforços para conter a expansão do coronavírus nos EUA, o presidente Donald Trump afirmou que pode incluir o Brasil em uma lista de países que tiveram suspensas todas as viagens a território americano. Ele não deu dados sobre quando isso aconteceria, ou mesmo se poderia incluir outros países. A declaração foi uma resposta a um repórter que perguntou sobre novas restrições a viagens do exterior. Ele questionou se o presidente não pensava em impor medidas contra o Brasil, mencionando a objeção de Jair Boslaonro a restringir a movimentação de pessoas. "Estamos observando muitos países e suas posições. O Brasil não tinha problemas até pouco tempo atrás. Agora estão com números subindo. E, sim, estamos pensando em um veto" disse Trump. – O Globo

OMS responde a Bonsolnaro e nega que seja contra políticas de isolamento

A Organização Mundial da Saúde (OMS) rejeitou insinuações por parte do governo de Jair Bonlosaro de que tenha apoiado a ideia de que políticas de isolamento não devam ser aplicadas. Na segunda-feira (30), o diretor-geral da entidade, Tedros Adhanom Ghebreyesus, usou sua coletiva de imprensa em Genebra para convocar os países a também lidar com os mais pobres. Blonosaro usou a frase para justificar sua política de rejeição de medidas de isolamento. Tedros, porém, não se referia a isso. Mas sim à necessidade de que instrumentos sejam criados para garantir o sustento dessas pessoas, por medidas sociais e transferência de recursos. Diante da polêmica gerada no Brasil e o temor de que o discurso de Tedros fosse manipulado, a OMS decidiu ir de maneira deliberada às redes sociais nesta terça-feira. Ainda que não cite expressamente o nome do brasileiro, a entidade decidiu esclarecer seu posicionamento em duas mensagens. – UOL

Pessoas em situação de rua são 'alojadas' em estacionamento nos EUA

Como forma de prevenir a transmissão do novo coronavírus, um estacionamento na cidade de Las Vegas, nos Estados Unidos, foi transformado em um "dormitório" ao ar livre para pessoas em situação de rua. A medida, altamente criticada nas redes sociais, foi tomada após o fechamento de um abrigo público onde um dos frequentadores teve confirmada infecção pela covid-19. Nas fotos compartilhadas em redes sociais, é possível ver que as vagas destinadas aos "quartos" foram demarcadas com tinta branca para que as pessoas cumpram o distanciamento mínimo para evitar contrair o vírus umas das outras. De acordo com o site do jornal The Guardian, as autoridades locais justificaram a ação como uma "situação de emergência" e dizem que a solução foi a melhor opção diante da interdição do abrigo, que tinha capacidade para 500 vagas. – UOL

Países recomendam siririca, punheta e goró como medidas para contenção do coronavírus

Com cerca de 39 mil mortes e mais de 800 mil casos confirmados do novo coronavírus pelo mundo até esta terça-feira (31), a conduta das lideranças de alguns países para conter o avanço da Covid-19 pode ser considerada, no mínimo, inusitada. Na Colômbia, o Ministério da Saúde e Proteção Social preparou um documento com orientações sobre formas consideradas seguras de manter relações sexuais durante o período de isolamento social. Como alternativa, o ministério colombiano sugere a masturbação. "Você é o seu parceiro sexual mais seguro, e esta é uma forma de obter prazer sexual que não implica contato direto com outras pessoas. Se utilizar brinquedos sexuais, assegure-se de lavá-los com água e sabão." Em Belarus, no Leste Europeu, o líder do país tem minimizado os riscos da doença. Em entrevista ao jornal britânico The Times, líder bielorrusso, Alexander Lukashenko sugeriu que a população “envenene” o coronavírus com vodca e até lave as mãos com a bebida. “Vocês deveriam beber o equivalente a 40-50 mililitros de álcool por dia. Mas não no trabalho.” – Folha de S. Paulo

Proibição de divórcio na Rússia complica vida de casais em crise durante pandemia

Casais na Rússia que decidiram se separar podem ter que esperar para pedir o divórcio devido às medidas do governo para conter a epidemia do novo coronavírus. O Ministério da Justiça disse às autoridades regionais de todo o país para suspender casamentos e divórcios até 1º de junho, segundo comunicado publicado no site. A Rússia tem alto índice de separação: 60% dos casamentos terminam em divórcio. Na segunda-feira (30), o primeiro-ministro Mikhail Mishustin sugeriu um bloqueio nacional depois que as duas maiores cidades da Rússia, Moscou e São Petersburgo, ordenaram quarentenas em meio ao forte aumento dos casos de coronavírus. Na capital, a prefeitura planeja que residentes obtenham um código QR toda vez que saírem de casa, até para jogar o lixo, de acordo com o jornal Kommersant. – UOL

Em Portugal, mulher cospe em clientes de padaria e afirma ter coronavírus

Uma mulher de 43 anos foi detida nesta terça-feira (31) na cidade de Braga, em Portugal, após causar distúrbios no interior de uma padaria. Segundo o jornal Correio da Manhã, ela afirmava estar contagiada com o novo coronavírus e cuspia em objetos e pessoas. Alguns frequentadores chegaram a ser agredidos. De acordo com a publicação, a Polícia de Segurança Pública (PSP), responsável pela detenção, afirmou que o proprietário relatava a repetição do incidente há vários dias, o que vinha atrapalhando o funcionamento do estabelecimento e colocando em perigo funcionários e clientes. Ao chegar ao endereço da padaria, agentes da PSP aconselharam a mulher a voltar para a casa, mas ela recusou. Detida, a infratora foi notificada a comparecer no Tribunal Judicial da Comarca de Braga. – UOL