Kpoppers estão tomando de assalto hashtags de direita nas redes sociais

Numa nova ação em apoio aos manifestantes, contas de fãs de K-pop estão inundando hashtags como #bluelivesmatter e #MAGA com memes e fancams.
03 Junho 2020, 7:32pm
K-Pop Fans Are Flooding Right-Wing Hashtags on Social Media
Imagem: Flickr/Yun_Q.

A polícia americana está se revoltando por todo o país enquanto os protestos contra violência policial depois do assassinato de George Floyd em Minneapolis continuam. Entre tudo isso, fãs de música pop coreana começaram a intervir no campo de batalha da internet.

A última ação envolve os fãs postando vídeos de K-pop e personagens azuis de desenho animado em hashtags de direita como #bluelivesmatter, #whitelivesmatter e #MAGA, e assim atrapalhando o fluxo de postagens racistas e pró-polícia.

Kpoppers emergiram como uma força a ser reconhecida no começo da semana, quando conseguiram derrubar o aplicativo da polícia de Dallas iWatchDallas. O DPD pediu que o público enviasse vídeos de supostos crimes cometidos durantes os protestos, e os fãs de K-pop lotaram o serviço com clipes de ídolos pop coreanos chamados fancams. Depois que o ataque começou, o DPD tirou o aplicativo do ar citando “dificuldades técnicas”.

Agora os kpoppers estão usando sua energia e número de seguidores, normalmente voltados para a música e seus ídolos, para inutilizar hashtags de direita. Como notado inicialmente pelo The Verge, fãs de K-pop começaram a postar memes em massa, e fan-cams estão lotando o Instagram e Twitter para atropelar influenciadores de direita. E está funcionando.

No Instagram, muitas das hashtags ainda tinham postagens sinceras, mas o Twitter agora está lotado de imagens dos Smurfs e clipes de astros pop coreanos.

Nenhuma hashtag ou trending topis está a salvo das tentativas de sabotagem digital dos kpoppers. Na segunda-feira, o departamento de polícia de Kirklang, Washington, pediu aos seus seguidores para “compartilhar informações importantes” para o departamento usando a hashtag #calminkirklang. A primeira resposta é uma longa meditação sobre a beleza do voo das abelhas. O resto é principalmente clipes de K-pop, e a hashtag, no geral, se tornou só outro lugar para fãs de k-pop entregarem desinformação para a polícia, tornando a comunicação impossível.

Uma técnica bem conhecida para ganhar uma luta contra um opressor é controlar as comunicações. O jeito mais fácil e barato de atrapalhar o sistema de comunicação de um rival é inundar esse sistema com barulho. É isso que os kpoppers estão fazendo nas redes sociais, mas os manifestantes também estão usando a tática no mundo real. Em Chicago, pessoas emperraram o scanner da polícia local no final de semana tocando a música clássica dos primórdios da internet “Chocolate Rain”.

As redes sociais podem parecer uma coisa menor em comparação, mas a devoção dos fãs de K-pop é um sinal de quão generalizados e unificados os protestos contra a violência policial se tornaram.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Publicidade