Publicidade
Broadly

Jovens feministas do Nordeste

Como meninas da zona rural dos estados do Maranhão e Piauí se organizam para mudar a vida das próximas gerações.

por Débora Lopes
08 Março 2018, 11:00am

A jovem maranhense Irlane, que representou as meninas brasileiras na ONU, em Nova York. Foto: Débora Lopes

A pobreza que assola os estados do Maranhão e Piauí refletem diretamente na qualidade de vida de meninas e mulheres, muitas vezes cooptadas à exploração sexual, resultando em violência de gênero, gravidez na adolescência e casamento infantil. O cenário está mudando. O boom do feminismo nos últimos anos sai dos centros urbanos e se expande para as zonas rurais.

Foto: Débora Lopes

A VICE foi até esses dois estados, que figuram, respectivamente, no primeiro e quarto lugar dos mais pobres do país, entender como jovens mulheres têm se organizado e lutado para que suas vidas e das gerações futuras vivam tempos melhores.

Reportagem: Débora Lopes
Câmeras: Débora Lopes e Janaína Barbosa
Edição: Victor Santorsa
Pós-produção: Maria Kemmer
Agradecimentos: Plan International Brasil