Boletim Matutino da VICE - 22/3/2019

Tudo o que você precisa saber sobre o mundo esta manhã com curadoria da VICE.

|
22 março 2019, 1:16pm

Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

Brasil

Michel Temer deve prestar primeiro depoimento após prisão nesta sexta

O ex-presidente Michel Temer deve depor à Polícia Federal nesta sexta-feira (22). Alvo da Lava Jato do Rio, Temer e Moreira Franco, ex-governador do Rio de Janeiro e ex-ministro, passaram a primeira noite na prisão. A defesa de Temer recorreu ao Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2), que pode julgar também nesta sexta o pedido de habeas corpus. O ex-presidente está preso na superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro, em uma sala da corregedoria, no terceiro andar do prédio. É uma das poucas salas no edifício com banheiro privativo. Na noite de quinta, Temer recebeu a visita do aliado Carlos Marun, ex-ministro da Secretaria de Governo. Ele conseguiu entrar mesmo sem ser um dos advogados de Temer. – G1

Rodrigo Maia diz a Paulo Guedes que vai deixar articulação política da Previdência

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), avisou ontem ao ministro da Economia, Paulo Guedes, que deixará a articulação política pela reforma da Previdência. Maia tomou a decisão após ler mais um post do vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), com fortes críticas a ele. Irritado, o deputado telefonou para Guedes e disse que, se é para ser atacado nas redes sociais por filhos e aliados de Bolsonaro, o governo não precisa de sua ajuda. Maia está irritado com a ofensiva contra ele nas redes, com a falta de articulação do Palácio do Planalto e com a tentativa do ministro da Justiça, Sergio Moro, de ganhar mais protagonismo na tramitação do pacote anticrime. – O Estado de S. Paulo

Bolsonaro apaga tuíte do 'golden shower' após revelação de ação no STF conta postagem

O presidente Jair Bolsonaro apagou de seu perfil no Twitter a publicação que mostrava duas pessoas praticando o chamado "golden shower" no carnaval. A exclusão do controverso tuíte, 16 dias após a publicação na conta oficial do presidente, acontece um dia depois de a BBC News Brasil revelar que os advogados da dupla retratada nas imagens ingressaram com pedido de um mandado de segurança ao Supremo Tribunal Federal (STF) exigindo que a postagem fosse excluída da conta de Bolsonaro. O pedido foi protocolado nesta terça-feira (19). Na quarta (20), o ministro Marco Aurélio Mello foi escolhido como relator do caso. – BBC

Anunciada como 'número dois' do MEC, Iolene Lima deixa o cargo

Oito dias após ter sido anunciada pelo ministro Ricardo Vélez Rodríguez como secretária-executiva do Ministério da Educação, cargo considerado o "número dois" dentro do MEC, Iolene Lima informou, no início da madrugada desta sexta-feira (22), que não seguirá na pasta. A nomeação de Iolene nem chegou a ser publicada no Diário Oficial da União, mas ela acompanhou o ministro Rodríguez em compromissos públicos. Entre eles, esteve ao lado do ministro quando Rodríguez foi a Suzano prestar solidariedade às vítimas do ataque a tiros em uma escola. O ministro Ricardo Veléz Rodríguez está no centro de uma crise política e está sendo alvo de pressões para deixar o posto. – G1

Polícial é preso por agredir funcionária em lanchonete no Rio

Um policial militar, lotado no 9° BPM (Rocha Miranda), na zona norte do Rio, foi preso nesta quinta-feira (21) administrativamente por ter agredido a funcionária de uma lanchonete em Curicica, na zona oeste. Segundo a Secretaria de Polícia Militar, o olicial foi identificado por câmeras do circuito interno do estabelecimento, agredindo a mulher. Nas imagens, é possível ver o homem entrando na lanchonete, e discutindo com a mulher. Em seguida, a segura pelo cabelo e a joga no chão. Caída, ela leva golpes na cabeça e chutes, sendo arrastada pelo cabelo até a porta. O PM foi ouvido na 2ª Delegacia de Polícia Judiciária Militar (DPJM) e, em seguida, conduzido a 32ª DP (Taquara), responsável pela investigação. – Agência Brasil

Paralisação de motoristas e cobradores afeta circulação de ônibus em SP

Uma paralisação de motoristas e cobradores afetou a circulação de ônibus em São Paulo na manhã desta sexta-feira (22). Terminais e pontos estão lotados após os veículos não saírem nos horários de rotina das garagens das empresas. A paralisação atingiu a Vip Transportes Urbanos na Zona Leste, a Viação Campo Belo e a Viação MobiBrasil na Zona Sul, e a Viação Sambaíba na Zona Norte. Segundo o Sindicato da categoria, sindicalistas foram para as garagens conversar com os trabalhadores sobre a Reforma da Previdência e sobre a campanha salarial de 2019. – G1

Mundo

Após fracasso em reunião, EUA anunciam sanções contra Coreia do Norte

Os Estados Unidos impuseram nesta quinta-feira sanções contra duas empresas sediadas na China que teriam ajudado a Coreia do Norte a evitar sanções norte-americanas e internacionais contra seu programa de armas nucleares. O Departamento de Tesouro dos EUA identificou as empresas afetadas pelas sanções como Dalian Haibo International Freight e Liaoning Danxing International Forwarding, ambas com sede na China.. O anúncio dos EUA acontece semanas depois que uma segunda cúpula entre Trump e Kim, em Hanói, terminou antes do planejado devido a demandas conflitantes por parte da Coreia do Norte, que exigia a atenuação de rígidas sanções, e dos EUA, que pediam que a Coreia do Norte abandonasse suas armas nucleares. – UOL

E mais

Cantor de country Justin Carter morre ao atirar em si mesmo por engano gravando clipe

O cantor de country Justin Carter morreu após disparar acidentalmente contra si mesmo no sábado (16). Em entrevista à emissora de TV americana Fox News, a mãe de Carter, Cindy McClellan, disse que ele estava gravando um novo clipe em Houston, no Texas, quando tirou uma arma de seu bolso e "atirou em seu olho". A arma estava sendo usada no vídeo. Carter, que era considerado uma estrela em ascensão no country, morreu aos 35 anos. Um dos empresários disse que Justin "tinha muito potencial para ser um próximo Garth Brooks". – G1

Mais VICE
Canais VICE