Publicidade
VICE Sports

Boletim VICE da Copa #15: malditos colchões russos

Lesão de Marcelo tem causa revelada: troca constante de colchão.

por Artur do Fifa
28 Junho 2018, 8:35pm

Foto: André Mourão / MoWA Press

Bem que dizem que, na Rússia, todo cuidado é pouco. O perigo, para um reles estrangeiro, mora em todos os lugares: nos bares, nos trens, nas roletas e, conforme soubemos há pouco, nos colchões. Acredite se quiser: Marcelo, lateral-esquerdo da seleção, acabou contundido na lombar por causa de noites mal dormidas. As dores, diz o craque, podem ter ligação com a má qualidade da espuma ou com as muitas trocas de superfície nos últimos dias. Louco, não?

A notícia, claro, preocupa. Seria obra de espiões russos? Estaríamos sendo sabotados dentro de nossos próprios hotéis? São muitas questões no momento. A única certeza é que Marcelo é dúvida para o confronto com os mexicanos, na segunda, às 11 horas. Nesse ínterim é bom que Tite e comissão técnica fiquem atentos à qualidade do sono dos atletas. Que sigam o exemplo da Ótima Geração Belga, que levou seus próprios colchões para não passar por isso. Afinal, na Rússia, quem perde o sono é VOCÊ.

Vamos, de analgésicos em mãos, ao nosso insone resumão do dia.

Colômbia elimina Senegal; nenhum time africano seguirá para as oitavas. Em jogo emocionante, os colombianos ganharam dos senegaleses com aquele já tradicional Golzinho Chorado de Bola Parada da Copa 2018. O autor do gol foi o zagueiro e dançarino Mina, que, claro, mandou uma coreografia de classificação, imitada por ninguém menos do que Valderrama, eterno ídolo nacional. Senegal, a última esperança do continente africano para ter representante nas oitavas, acabou eliminada por ter mais cartões amarelos do que o Japão. - UOL

Japão se esforça para ser eliminado, mas se classifica. Os asiáticos precisavam apenas de um empate contra os já desclassificados da Polônia. Era algo simples, mas, como os filmes de Kurosawa nos ensinam, os japoneses gostam de boa descarga dramática. E assim foi: perderam para os poloneses e só conseguiram passar pras oitavas por causa do bom comportamento dentro de campo. (Fora dele também, limpando o lixo no estádio e tal, mas isso não vale pontos por enquanto.)

Bélgica confirma liderança no grupo em que tudo já tava definido. No clássico de reservas contra a Inglaterra, os belgas ganharam por 1 a 0 e terminaram na primeira colocação. No outro jogo do grupo, Panamá fez mais um gol, mas acabou perdendo para Tunísia por 2 a 1. Agora a Bélgica pega o Japão e a Inglaterra, a Colômbia.

Na TV, Maradona afirma que está vivão. Depois de protagonizar algumas cenas curiosas e transcendentais no jogo da Argentina nesta semana, o ex-craque Diego Maradona falou, no programa de TV venezuelano em que é comentarista, que sua saúde vai muito bem. Ele afirmou que os boatos sobre estar debilitado não passa de fofoca de rede social. Também comentou que, para a Argentina passar para as quartas, seria bom que seu técnico Sampaoli não resolvesse inventar. Seria bom se ele tivesse seguido esse mesmo conselho quando foi técnico da seleção, não?

Marrocos protesta na FIFA contra arbitragem. Eles fizeram apenas um ponto na competição, mas acham que, se não fossem os juízes de vídeo e de carne e osso, teriam passado de fase. Os marroquinos, enfurecidos pela dor da derrota, escreveram uma carta à FIFA onde listam oito erros nos confrontos com Portugal e Espanha. Segundo eles, todos cruciais. Ainda que não sirva para nada, a carta nos mostra que não é só a CBF que passa vergonha internacional. - UOL

Siga a VICE Brasil no Facebook , Twitter , Instagram e YouTube .
Leia mais sobre a Copa da Rússia 2018 na VICE .