Identidade

Boletim Matutino da VICE

Tudo o que você precisa saber sobre o mundo nesta manhã com curadoria da VICE.

por Equipe VICE
16 Agosto 2017, 11:43am

Foto: Reprodução

Brasil

Governo aumenta meta do déficit fiscal, mas menos do que gostaria
A equipe econômica e o presidente Michel Temer anunciaram nesta terça-feira (15) o aumento do déficit na meta fiscal, que passou de R$ 139 bilhões para R$ 159 bilhões, mesmo com cortes de cargos vagos e salários iniciais. A ideia era aproveitar a boiada e estender o déficit até R$ 177 bilhões, mas o governo se autofreou para poder agradar o mercado. Para garantir o pescoço fora da água, o ministro da Fazenda Henrique Meirelles telefonou para as agências de risco e pediu para que eles esperassem mais um trimestre para soltarem novas notas para o país. – Folha de S. Paulo

Contas no vermelho devem ir até 2020, diz ministro da Fazenda
Durante o anúncio da nova meta fiscal, Henrique Meirelles, ministro da Fazenda, afirmou que as contas do Brasil devem ficar "no vermelho" até 2020. Além da revisão da meta fiscal de 2017 e 2018, Meirelles anunciou projeções para 2019 e 2020 prevendo o prosseguimento do déficit. – G1

Camareira e nutricionista de Marcela Temer "furam fila" e ganham imóveis funcionais
Denise Silva dos Reis Leal e Cíntia Borba, assistentes pessoais da primeira-dama Marcela Temer, furaram uma fila informal e receberam o benefício de utilizar os chamados "apartamentos funcionais", imóveis reservados a funcionários que trabalham para o governo. Denise é nutricionista, e, apesar de um veto verbal do presidente, descolou o imóvel. Cíntia, que cuida da "rouparia" da residência oficial, foi autorizada ainda em 2016. Segundo o G1, a decisão irritou outros assessores, porque em tese ela teria atropelado a ordem de recebimento dos imóveis. – G1

STF retira de Moro delação da JBS que envolve Mantega e Lula
Uma decisão da Segunda Turma do STF, respondendo a pedidos de advogados do ex-ministro da Fazenda Guido Mantega, reverteu a decisão do ministro Edson Fachin de enviar parte da delação da JBS ao juiz Sérgio Moro em Curitiba. As peças devem ir para a Justiça Federal do Distrito Federal. – Folha de S. Paulo

Mundo

Tweet de Obama contra ódio citando Mandela é o mais curtido da história
Um tweet em três partes de Obama com uma citação a Nelson Mandela se tonou o tweet mais curtido da história, ultrapassando a mensagem de Ariana Grande após o ataque terrorista em seu show em Londres. A mensagem de Obama, postada após os eventos violentos ocorridos na marcha "Unir a Direita" nos EUA, prega o fim do ódio: "Ninguém nasce odiando outra pessoa por causa da cor da sua pele, sua cultura ou religião. As pessoas aprendem a odiar, e se elas aprendem a odiar, podem ser ensinadas a amar também, porque o amor vem mais naturalmente ao coração humano do que seu oposto". – Huffington Post

Trump volta atrás e passa pano para a extrema direita em Charlottesville
Depois de condenar meio que por cima a violência "dos dois lados" nos protestos em Chalottesville, nos EUA, e voltar atrás para xingar os racistas, o presidente Donald Trump "voltou atrás" (bem ao estilo Temer) para passar um pano para a extrema direita. Em entrevista coletiva nesta terça-feira (15), afirmou que "nem todos" que participaram do protesto contra a retirada da estátua do general Robert E. Lee eram supremacistas brancos. Além disso, condenou como "violentos" os grupos antifascistas que protestaram contra a marcha "Unir a Direita": "E o caso da alt-left, que nos atacou?", perguntou o presidente. – VICE News

E mais

HBO Espanha exibe sexto episódio de Game of Thrones por engano
A saga de Game of Thrones e seus vazamentos só melhora. Dessa vez foi a HBO da Espanha que disponibilizou por engano, durante algumas horas, o sexto episódio da sétima temporada da série, que deveria ir ao ar apenas no domingo (20). O problema foi notado por fãs, e enquanto isso o Twitter já está removendo cenas inéditas da sua rede por infringir direitos de imagem — e também pra salvar o resto do mundo dos spoilers, claro. – G1

Popó sobre seu filho gay: "se maltratarem ele, eu desconto na porrada"
Em uma entrevista ao UOL, o astro do boxe baiano Popó falou sobre a orientação sexual de seu filho mais novo, de 17 anos. "A gente vê o pessoal na rua batendo, maltratando as pessoas porque elas têm as suas opções. Espero que isso nunca aconteça com ele. E se acontecer, eu vou com a mesma ira pra cima, pra descontar na porrada", resumiu o pugilista. O garoto, que não teve o nome revelado, contou como foi "sair do armário" para o pai: "Meu namorado ficou com medo e não queria conhecer meu pai. O boxe é muito machista. Eu também tive um receio. Achei que eu ia apanhar, achei que meu namorado ia apanhar, mas meu pai deu só uma chave de braço nele, de brincadeira". – UOL

Escritor chinês de romances policiais é preso acusado de quatro homicídios
O escritor chinês Liu Yongbiao foi preso acusado de quatro homicídios que ocorreram em 1995. Ele havia acabado de prometer seu novo romance: uma história detetivesca sobre uma escritora que conseguia se safar da polícia apesar de ter cometido crimes hediondos. O livro acabou não saindo. Liu é acusado de cometer um latrocínio e três homicídios — quando teria tentado roubar uma pensão, acabou matando a pauladas um hóspede que resistiu. Na sequência, para não deixar testemunhas, teria assassinado o casal responsável pela pensão e seu filho de 13 anos. – The Guardian

Álvaro de Moya, morto aos 87 anos, foi um gênio dos quadrinhos e da TV
Conhecido como o pioneiro na pesquisa de quadrinhos no Brasil, além de dono de um exímio traço, o paulistano Álvaro de Moya, morto nesta segunda-feira (14) aos 87 anos também foi um nome importantíssimo para a televisão no Brasil — é o que explica o jornalista e escritor Gonçalo Júnior em um longo e detalhado artigo para o UOL. Indispensável. – UOL

Tagged:
Game of Thrones
Twitter
Donald Trump
barack obama
LGBTQ
Nelson Mandela
popo
homofobia
sérgio moro
STF
Michel Temer
Lava Jato
henrique meirelles
Marcela Temer
JBS
Charlottesville
Edson Fachin
Boletim Matutino
Liu Yongbiao
Álvaro de Moya