Noticias

Boletim Matutino da VICE 05/03/20

Tudo o que você precisa saber sobre o mundo esta manhã com curadoria da VICE.
05 Março 2020, 12:55pm
img20200304181314081

Brasil

Quebra de sigilo liga gabinete de Dudu Bolsonaro à conta de ataques virtuais

Uma das páginas utilizadas para ataques virtuais e para estimular o ódio contra supostos adversários do presidente Jair Bolsonaro foi criada a partir de um computador localizado na Câmara dos Deputados. A página, chamada Bolsofeios, também foi registrada a partir de um telefone utilizado pelo secretário parlamentar do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), Eduardo Guimarães. O email do registro da conta da página é "eduardo.gabinetesp@gmail.com"— endereço utilizado pela assessoria do filho do presidente para a compra de passagens e reserva de hotéis, através da cota parlamentar, como mostra a prestação de contas disponível no site da Câmara dos Deputados. As informações foram enviadas pelo Facebook à CPMI das Fake News no Congresso, a partir de um pedido de quebra de sigilo referente a contas no Instagram feito pela comissão. Depois de ter sido exposta pela reportagem, a página saiu do ar. – UOL

Paulo Guedes não entende 'comoção' com PIB abaixo do esperado

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quarta-feira (4) que o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) de 2019 ficou "dentro do previsto". Mais cedo, nesta quarta, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que o PIB cresceu 1,1% em 2019, registrando a menor alta em três anos. "À medida que as reformas vão acontecendo, e elas vão ser implementadas, o Brasil vai reacelerando. Então, está tudo dentro do previsto. Eu nem entendi essa comoção toda: 'Ah, 1,1%'. O que que eles esperavam? Era 1% que nós tínhamos dito que ia crescer no primeiro ano. No segundo ano, a gente acha que é acima de 2%, prosseguindo com as reformas", declarou o ministro. – G1

Flávio Bolsonaro tenta de novo suspender investigação da 'rachadinha'

O senador Flávio Bolsonaro (sem partido) entrou com um habeas corpus no Tribunal de Justiça do Rio para tentar, mais uma vez, paralisar as investigações sobre suspeita de "rachadinha" no gabinete dele quando era deputado estadual. A defesa do parlamentar alega que os fatos são relativos ao tempo em que ele estava na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) e, por isso, deveriam ser analisados em segunda instância. A suspeita envolve os crimes de peculato, organização criminosa e lavagem de dinheiro. O Ministério Público afirma que ele é o chefe de uma organização criminosa que atuou no gabinete da Alerj. A estimativa é que cerca de R$ 2,3 milhões tenham sido movimentados em um esquema de "rachadinha", no qual funcionários do então deputado devolviam parte do salário que recebiam na Alerj. – G1

Assinaturas para criação do Aliança incluem sete pessoas que já morreram

Na fase de registro de apoiamentos junto ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o maior entrave para a formação da Aliança pelo Brasil, novo partido de Jair Bolsonaro, tem sido a rejeição de assinaturas pelo fato de o apoiador estar filiado a outra legenda. Dados do TSE mostram que esse é o motivo de 76,8% dos apoiamentos considerados inaptos pela corte até segunda-feira (2). Aparecem ainda problemas menos frequentes como assinatura divergente, zona eleitoral incorreta, nome do eleitor divergente e até sete casos de eleitor que morreu. De acordo com a Justiça Eleitoral, o número de assinaturas descartadas (13.977) supera o de validadas (5.499). Há ainda cerca de 54 mil apoiamentos em fase de verificação pelos cartórios eleitorais —período em que pode haver impugnações e correções de dados. A Aliança pelo Brasil precisa apresentar ao menos 492 mil assinaturas para ser criada, com apoiadores de no mínimo 9 estados. – Folha de S. Paulo

CGU impede divulgação de relatórios de redes sociais da gestão Bolsonaro

A Controladoria-Geral da União (CGU) impediu a divulgação de relatórios de monitoramento de redes sociais realizados pela gestão Jair Bolsonaro no ano passado. Em dezembro, a reportagem mostrou que o Planalto colocou os documentos sob sigilo alegando que sua liberação violaria a lei de direitos autorais, justificativa rechaçada por especialistas em Lei de Acesso à Informação (LAI). A negativa da CGU, inclusive, contraria opinião técnica produzida por uma auditora-fiscal que deu parecer positivo para a liberação dos documentos, alegando que a Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom) falhou em apresentar razões para evitar a divulgação dos relatórios. O recurso foi solicitado à CGU em dezembro do ano passado e teve resposta na última quinta-feira (27). Em decisão, o ouvidor-geral adjunto da União Fábio Valgas da Silva determina que os documentos não sejam divulgados, atendendo pedido da Secom. O governo Bolsonaro monitora o ‘humor’ de usuários de quatro redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Youtube. – Estadão

Ministério da Saúde confirma 3º paciente com coronavírus no Brasil; 4º caso aguarda contraprova

O Ministério da Saúde, em conjunto com as secretarias estadual e municipal de São Paulo, confirmou nesta quarta-feira (4) o terceiro caso de coronavírus no Brasil. O homem é natural da Colômbia, tem 46 anos, é administrador de empresas, mora em São Paulo, e viajou para a Itália, Áustria, Alemanha e Espanha. Ele desembarcou no Brasil no dia 1º de março, procurou atendimento médico com sintomas de tosse, coriza e desconforto na garganta e teve a confirmação para COVID-19 nesta quarta-feira (4) no Hospital Albert Einstein, na Zona Sul de São Paulo. Os dois primeiros casos também foram confirmados no Einstein. Todos os três pacientes estão bem, em isolamento domiciliar, e tiveram histórico de viagem para a Europa. Em nota, o ministério e as pastas afirmam que o caso é importado, ou seja, veio de fora do Brasil. – G1

Ação da PM em Paraisópolis teve apagão digital com GPS desligado e desconexão com central

A operação da Polícia Militar de São Paulo que resultou na morte nove pessoas em Paraisópolis, durante baile funk no final do ano passado, teve uma espécie de apagão tecnológico, com GPS de carros desligados, desconexão com a Central de Operações (Copom) e contato entre policiais via celular, aponta relatório da Corregedoria. De acordo com o documento, as viaturas que participaram da operação em Paraisópolis estavam com o sistema de rastreamento desligado —na única em que o equipamento estava acionado ele não funcionou. No meio policial, o entendimento é que um PM só desliga (ou deixa de ligar) esse sistema de rastreamento quando pretende realizar alguma ação ilegal. O relatório da Corregedoria aponta ainda que, além dos rastreadores desligados, houve casos de aparente erro dos GPS. O policial informou ter socorrido uma das vítimas até o hospital, mas o sistema informa que a viatura não saiu do lugar. – Folha de S. Paulo

Alerj aprova incentivo para pesquisas com cannabis medicinal

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou nesta quarta-feira o projeto de lei de incentivo às pesquisas científicas com a cannabis medicinal. O PL 174/19, de autoria do deputado Carlos Minc (PSB), segue agora para o governador Wilson Witzel, que tem 15 dias para sancionar ou vetar. De acordo com Minc, sendo sancionada, a lei estabelece uma política de estado de incentivo à pesquisa. A ideia é destinar recursos da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) para centros de pesquisa do estado, como o Instituto Vital Brazil e a Fiocruz, que poderiam, inclusive, produzir esses medicamentos. "A Anvisa autorizou a importação, só que os remédios são caríssimos. Quando a Fiocruz e o Instituto Vital Brazil estiverem produzindo, esse preço vai de R$ 2 mil a R$ 3 mil por mês para R$ 500", afirma o deputado. – O Globo
Mais de mil objetos foram perdidos no metrô durante o carnaval no Rio

Mais de mil objetos foram perdidos nos metrôs e nas estações durante o carnaval no Rio. Durante todo o mês de fevereiro, cerca de 2.700 bens foram contabilizados pelas equipes do MetrôRio. Confira como recupera-los no fim da reportagem. Entre os itens mais comuns estão documentos, como RG E CNH, cartões de transporte, de gratuidade, de crédito e de plano de saúde, fantasias, roupas e acessórios, como óculos de grau e sol. Um dos objetos mais curiosos foi uma mala abandonada. Dentro dela tinha 25 fantasias e adereços. O dono da bolsa a esqueceu na estação Uruguaiana, no Centro, no sábado de carnaval. Comparado ao restante dos meses do ano, a quantidade de itens perdidos aumentou 45%. Em 2019, 1.250 objetos foram encontrados durante a folia. – G1

Ronaldinho Gaúcho e irmão são detidos no Paraguai com documentos falsos

Ronaldinho Gaúcho e o seu irmão Assis foram detidos pela polícia do Paraguai na noite de hoje (4) sob a acusação de portarem passaportes falsos. O ex-jogador desembarcou horas antes no país para participar de dois eventos nesta quinta-feira (5). As autoridades receberam a denúncia ainda no aeroporto, mas preferiram não agir em virtude da repercussão sobre a chegada de Ronaldinho. Inúmeras pessoas foram ao local para receber o ex-jogador. O craque de Barcelona e seleção e o irmão se encontram no quarto do hotel e vão depor nesta quinta (5) às 8h (hora de Assunção). Até o momento, a polícia paraguaia prendeu o brasileiro Wilmondes Sousa Lira, sob a acusação de fornecer os passaportes falsos em nome de Ronaldinho e Assis. O ex-jogador e o irmão receberam os policiais na suíte em que se encontram e colaboraram para as investigações. – UOL

PM admite que mortes em Massacre de Paraisópolis decorreram de ação policial

O relatório final da Corregedoria da Polícia Militar de São Paulo concluiu que as mortes de nove pessoas durante baile funk em Paraisópolis, no final de 2019, decorreram da ação policial desencadeada naquela madrugada, mas cita legítima defesa como excludente de ilicitude para pedir a não punição dos PMs. O documento assinado pelo presidente do Inquérito Policial Militar, capitão Rafael Oliveira Casella, afirma que os policiais não cometeram crime porque agiram “em legítima defesa própria e de terceiros” após serem atacados com “garrafas, paus, pedras e demais objetos” por uma turba enfurecida. Tal decisão, de acordo com o relatório, teve aval do comando da corporação. “Aponto o nexo de causalidade entre a ação dos 31 policiais militares averiguados e a morte das nove vítimas na comunidade de Paraisópolis, porém marco que houve excludente de ilicitude da legítima defesa própria e de terceiros”, diz trecho do documento. – Folha de S. Paulo

Indicado de Salles no Ibama aproveita Carnaval e libera geral exportação de madeira

A pedido de duas associações de madeireiros, o presidente doIbamacontrariou um laudo assinado por cinco técnicos de carreira da casa e acabou com a necessidade de que o órgão de fiscalização ambiental autorize a exportação de cargas de madeira retirada das florestas do país. A decisão está num documento assinado em plena terça-feira de cCrnaval. Enquanto o país aproveitava o feriado, Eduardo Bim eliminou uma barreira legal que existia há oito anos e afrouxou a fiscalização sobre todas as empresas do país que derrubam e exportam madeira nativa. As duas associações que pediram e conseguiram a medida acumulam condenações a multas que somam R$ 15 milhões, em valores desatualizados. Bim foi o primeiro nome anunciado pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, para compor sua equipe, ainda em dezembro de 2018. – The Intercept

Secretário nacional de Justiça de Temer é preso pela Lava Jato do RJ

Astério Pereira dos Santos, ex-secretário nacional de Justiça, foi preso nesta quinta-feira (5), em casa, no Leblon, em uma etapa da Lava Jato no Rio. Além de Astério estão presos o filho dele, o advogado Danilo Botelho; o também advogado Pedro Navarro, sócio de Danilo; e a advogada Viviane Ferreira Coutinho Alves. A força-tarefa tentava cumprir nove mandados de prisão. Segundo a V Globo, contra Astério há suspeitas de pagamento de propina, de lavagem de dinheiro e de ter ajudado na fuga do empresário Arthur Cesar de Menezes Soares Filho, o Rei Arthur. A PF afirma ainda que o esquema beneficiaria integrantes do Tribunal de Contas do Rio de Janeiro. Outros alvos são o empresário Carlson Ruy Ferreira, pai de Viviane, e um delegado da Polícia Civil do RJ. – G1

Mais um corpo é resgatado em Guarujá, e número de mortos na Baixada Santista chega a 27

Subiu para 27 o número de mortos após deslizamentos provocados pelo temporal que atingiu a região da Baixada Santista, no litoral de São Paulo. A forte chuva começou na noite de segunda-feira (2) e se seguiu até a madrugada de terça-feira (3). Dentre os mortos, estão dois bombeiros que trabalhavam nas buscas em Guarujá. De acordo com a Defesa Civil, ainda há 22 pessoas desaparecidas. A tempestade causou alagamentos em vias públicas, afetou serviços (transporte, educação, fornecimento de água, energia elétrica e telefonia) e fez rodovias serem bloqueadas. De acordo com a Defesa Civil do Estado, até o começo da manhã desta quarta-feira, havia 155 desabrigados em Guarujá, seis em São Vicente e 37 em Santos. – G1

Governo do Ceará diz que líder de motim da PM está foragido

O governador do Ceará, Camilo Santana, afirmou na noite desta quarta-feira (4) que o ex-deputado federal Cabo Sabino está foragido e sendo procurado pela polícia por liderar o motim feito por policiais militares do estado. "Há uma disputa por espaço entre os próprios líderes políticos dentro do movimento. Inclusive um deles, está com um mandado de prisão e está foragido do estado do Ceará. Estamos atrás dele e não conseguimos encontrar", disse o governador em entrevista a GloboNews. Durante a negociação para o fim do motim, membros da comissão enfrentaram um impasse para dar continuidade aos diálogos porque os policiais pediam que o ex-deputado federal fosse representante da categoria. "Eu enxergo esse motim no Ceará muito mais político do que salarial. Porque salário nós já tínhamos feito o acordo", afirmou Camilo. – G1

PF prende nove pessoas em operação contra o tráfico de armas por Correio

A Polícia Federal (PF) deflagrou uma operação, na manhã desta quinta-feira (5), contra o tráfico internacional de armas de fogo. Até as 8h, nove pessoas tinham sido presas, de acordo com a PF. Foram expedidos 72 mandados em nove estados - 10 de prisão preventiva e 62 de busca e apreensão. A estimativa da PF é que, desde 2016, mais de 300 armas foram adquiridas e distribuídas pelos suspeitos. São investigados os crimes de tráfico internacional de armas de fogo, lavagem de dinheiro, associação criminosa e falsidade ideológica. Segundo a PF, a investigação começou no primeiro semestre de 2018, quando a polícia identificou que armas estavam sendo transportadas pelos Correios, escondidas dentro de equipamentos de treino para artes marciais, como aparadores de chute, luvas e caneleiras. – G1

MP investiga censura da PM em músicas de Chico Science no Carnaval de PE

Pelo menos três artistas de rock contratados para tocar em polos alternativos do Carnaval 2020 em Recife e região metropolitana relataram que foram censurados e sofreram intimidações da Polícia Militar durante os shows ao cantarem músicas de Chico Science, músico e compositor pernambucano criador do movimento Manguebeat. Hoje, o Ministério Público Estadual abriu inquérito civil para investigar "possíveis violações à cultura da população e à liberdade de expressão e artística dos músicos." O cantor China, ex-vocalista da banda Sheik Tosado, e as bandas Devotos, de Pernambuco, e Janete Saiu Para Beber, da Paraíba, relataram que sofreram censura de policiais militares ordenando finalizarem apresentações, além de ameaças de serem presos, quando cantaram músicas de Chico Science & Nação Zumbi. Os artistas fizeram relatos em redes sociais após os episódios ocorridos em locais e dias diferentes. – UOL

Caminhão fica enroscado e pendurado em túnel na Praça Roosevelt, em SP

Um caminhão está enroscado e pendurado desde o início da madrugada desta quinta-feira (5) no túnel localizado no acesso da rua da Consolação, sentido centro, para a ligação leste-oeste, sentido Penha. O acesso fica embaixo da praça Roosevelt, região central da cidade. O local está interditado para o trânsito e ainda não há informações sobre a retirada do caminhão e liberação do tráfego. O veículo bateu em uma viga de sustentação que, segundo a Defesa Civil, ficou comprometida. O local terá de passar por obras que ainda não foram definidas. Durante a madrugada, engenheiros da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) foram ao local para avaliar a situação e decidir o que será feito. "Houve comprometimento da estrutura", disse Antônio Toledo, assessor da Defesa Civil Municipal. – Folha de S. Paulo

Mundo
Itália fechará escolas até 15 de março contra o coronavírus
A Itália, o país mais atingido no continente europeu pelo Covid-19, determinou nesta quarta (4) que as escolas e universidades do país ficarão fechadas a partir de quinta (5) até 15 de março. A medida é uma tentativa de conter o novo coronavírus. O país tem 3.089 casos confirmados da doença e 107 mortes. O surto do vírus já fez com que países como Israel, Japão, Alemanha, Estados Unidos, França e Coreia do Sul também fechassem escolas temporariamente ou suspendessem aulas na tentativa de combate à doença. Além do fechamento das escolas e universidades, um rascunho de um decreto prevê a proibição de eventos públicos em todo o país para tentar conter o novo vírus; a medida inclui o fechamento de cinemas e teatros e também pede aos italianos que evitem abraçar ou apertar as mãos para cumprimentos. – G1
Homem prende esposa com suspeita de coronavírus no banheiro na Lituânia
A polícia da Lituânia anunciou nesta quarta-feira que precisou intervir para libertar uma mulher trancada no banheiro por seu marido, que temia que ela estivesse infectada com o novo coronavírus. "Fomos informados que um homem e seus dois filhos adultos se recusavam a deixar essa mulher sair do banheiro depois que ela lhes disse que poderia estar infectada com o coronavírus", disse o porta-voz da polícia nacional Ramunas Matonis. Ela teria dito ao marido que podia ter contraído o vírus conversando com alguém que veio do exterior."A polícia foi até a casa da família. Não houve violência ou denúncia, então uma ambulância foi chamada", completou o porta-voz. – Extra