Noticias

Boletim Matutino da VICE 22/04/20

Tudo o que você precisa saber sobre o mundo esta manhã com curadoria da VICE.
22 Abril 2020, 12:34pm
46848997384_198e3eba79_o
Foto: Marcos Corrêa/PR

Brasil

Basrolono é o coveiro da nação, diz sindicato dos sepultadores de SP

O sindicato que representa os agentes sepultadores da cidade de São Paulo repercutiu a frase do alvo móvel de nota de repúdio Jira Bronsolao e disse que ele é o coveiro da nação. Questionado pela sobre as mortes por coronavírus, o aglomerador-mor da nação afirmou que não é coveiro. Brolonosra "é coveiro da nação, dos direitos do povo", disse João Batista Gomes, do Sindsep (Sindicato dos Servidores Municipais de São Paulo), que representa o serviço funerário. O sindicato publicou um quadrinho recentemente pedindo à imprensa para não se referir aos funcionários que fazem os enterros como coveiros. A mensagem foi publicada em uma tirinha da entidade, com o personagem Zé da Cova. – Folha de Pernambuco

Hospitais já não conseguem contratar médicos, fisioterapeutas e enfermeiros para UTIs

Hospitais públicos já enfrentam dificuldades para contratar profissionais de saúde para trabalhar em UTIs destinadas a pacientes com covid-19. Faltam médicos, fisioterapeutas e técnicos de enfermagem para a missão. A SPMD (Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina), organização social ligada à Unifesp (Universidade Federal de SP) que administra 16 hospitais em SP e gerencia 1.500 leitos de UTI no país, afirma que abriu 3.000 vagas para formar equipes. Do total, 600 ainda não foram preenchidas. “Houve forte ampliação de leitos no país e agora há problemas para encontrar profissionais”, diz o médico Nacime Salomão Mansur, superintendente da SPMD e vice-presidente do Instituto de Organizações Sociais de Saúde (Ibros). Segundo ele, já está cada vez mais difícil encontrar médicos intensivistas, “que têm formação robusta para trabalhar com pacientes complexos como os de covid-19 em uma UTI”. - Folha de S. Paulo

Bronoasol libera cargos para o Centrão, mas fará pente fino 'anti-PT'

Os partidos do Centrão fecharam o desenho do cargos a que terão direito no governo e o Palácio do Planalto faz agora uma pesquisa detalhada sobre os nomes que foram indicados por Progressistas, PL e Republicanos (partido novo dos filhos do ex-garoto propaganda do grafeno Jira Bloronoas). O ponto central do pente-fino é buscar qualquer associação dos postulantes ao cargo com o PT. As siglas foram avisadas de que haverá pesquisa profunda na internet para saber se os indicados "seguem" alguém da oposição nas redes sociais ou se já doaram recursos para algum candidato do PT. Pelo acerto discutido nesta terla (21) com o governo federal, o PL, de Valdemar Costa Neto, ficará com a presidência do Banco do Nordeste e a secretaria de vigilância em saúde no Ministério da Saúde. O posto, comandado pelo secretário Wanderson Oliveira na gestão de Luiz Henrique Mandetta, é um dos mais estratégicos da pasta e central no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. Já o Progressistas, presidido pelo senador Ciro Nogueira, terá o direito a indicar a presidência do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e também do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs). – CNN

Como todo brasileiro são, prefeito de Manaus chora, pede ajuda e xinga Bonarools

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB-AM), diz que a capital do Amazonas já não vive uma emergência, mas um estado de calamidade. A cidade tem, até o momento, 1.809 casos de contaminação pelo coronavírus, além de 163 óbitos. O estado tem taxa de ocupação de 91% de seus leitos de UTI, cálculo que Virgílio considera exageradamente otimista. "O Amazonas pede socorro. SOS Amazonas. Aceitamos voluntários, médicos, aparelhos que estejam em bom funcionamento ou novos", pediu o alcaide. "Queria dizer para ele [Alonborso] que tenho muitos coveiros adoecidos. Alguns em estado grave. Tenho muito respeito pelos coveiros. Não sei se ele serviria para ser coveiro. Talvez não servisse. Tomara que ele assuma as funções de verdadeiro presidente da República. Uma delas é respeitar os coveiros", afirma Virgílio. Ao falar sobre esses funcionários, começou a chorar. – Folha de S. Paulo

Moraes manda abrir inquérito para apurar relação de deputados com atos pró-morte e pró-golpe

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a abertura de um inquérito para apurar a organização de atos a favor da morte e contra a democracia no país. Moraes atendeu a um pedido do procurador-geral da República, Augusto Aras. O ministro manteve o caso sob sigilo e autorizou a busca de provas pedidas pelo Ministério Público Federal. A investigação tem como pano de fundo atos realizados neste domingo (19) em todo o país e que tinham entre os manifestantes defensores do sacrifício de vidas brasileiras em nome da economia e do fechamento do Congresso, do STF e da reedição do AI-5, o ato institucional que endureceu o regime militar. – G1

Governo do Maranhão recebe ligações de suposto agente da Abin após importação de respiradores

Os secretários do governo do Maranhão passaram a receber ligações de um suposto agente da Abin (Agência Brasileira de Inteligência) desde que a operação para trazer respiradores da China pela Etiópia foi revelada pelo Painel. Identificando-se como Mauro, o agente 86 (ou 171) solicitou aos secretários mais detalhes sobre como havia sido feita a importação. A operação envolveu o envio dos respiradores para a Etiópia, para escapar dos radares dos Estados Unidos e Europa, e o fretamento de um avião de Guarulhos para São Luís. Segundo os envolvidos, o desembaraço na Receita foi feito no Maranhão, e não em São Paulo, para evitar o risco de que os equipamentos fossem retidos. – Folha de S. Paulo

Sem vagas no Rio, dezenas de pacientes são transferidos por dia para outras cidades

Hospitais da rede pública do Rio já operam no limite da capacidade. Por isso, enquanto mais leitos com respiradores não ficam prontos na capital fluminense, dezenas de pacientes passaram a ser transferidos para uma unidade de saúde de referência em Volta Redonda, no Sul do estado. O número de transferências para o Hospital Zilda Arns – uma das unidades de referência para o tratamento de covid-19 – chega a 30 por dia. A maioria dos pacientes sai da capital do estado e percorre 120 quilômetros em ambulância. "A gente já acende uma sinal vermelho essa semana, aqui, na capital do Rio de Janeiro. Os leitos que nós temos estão altamente tensionados em relação a internação", afirmou o secretário estadual de Saúde, Edmar Santos. No Rio, a reserva de leitos nos hospitais está no limite e a curva da covid-19 continua a subir. – G1

Todos os leitos de UTI da rede de saúde pública de Belém estão ocupados

Em Belém, capital do Pará, todos os leitos da rede pública estão ocupados. O governo teve que transformar uma policlínica em hospital só para casos suspeitos ou confirmados de covid-19. Nesta terça-feira (21), o Pará passou dos mil casos confirmados do coronavírus e 38 pessoas morreram. Todos os 125 leitos de UTI da rede pública municipal de Belém estão ocupados. E no total, 95% dos pacientes têm sintomas ou são casos confirmados de coronavírus. Na rede pública estadual, 97% dos leitos de UTI estão sendo utilizados. Até o fim deste mês, o governo do Pará pretende instalar 420 leitos de UTI no hospital de campanha, em Belém. – G1

Em 4 semanas, RJ tem mais internações por síndromes respiratórias que em todo 2019

Em quatro semanas, mais pessoas foram internadas por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) no estado do Rio de Janeiro que em todo o ano de 2019, mostra levantamento com base em dados da Fiocruz. Os dados, segundo especialistas, apontam para a subnotificação dos casos do novo coronavírus. Nos 12 meses de 2019, foram registradas 1.835 internações por SRAG no estado, segundo o sistema de monitoramento Infogripe. Em 2020, 1.951 pessoas foram hospitalizadas com a síndrome somente entre 8 de março e 4 de abril.O levantamento não considera a última semana disponível no sistema, de 5 a 11 de abril, porque a estimativa é menos precisa no período mais recente. – G1

Governo do AM compra respiradores 'inadequados' em loja de vinho e paga 316% mais caro

O governo do Amazonas pagou R$ 2,9 milhões a uma loja de vinhos por 28 ventiladores pulmonares para tratar de infectados pelo novo coronavírus. O valor unitário equivale a até quatro vezes o preço do aparelho visto em lojas no Brasil e no exterior, e os equipamentos são considerados "inadequados" para pacientes de covid-19, segundo o Conselho Regional de Medicina do Amazonas (Cremam). A compra foi feita em 8 de abril, com dispensa de licitação, e foi questionada pelo Ministério Público de Contas. Foram comprados 24 ventiladores da marca Resmed por R$ 104,4 mil cada. O mesmo aparelho é vendido por cerca de R$ 25 mil por revendedores nacionais e do exterior, o que caracteriza um sobrepreço de 316%. – UOL

Secretário de Saúde da BA propõe termo de renúncia a leitos para quem apoiar fim do isolamento

O secretário de saúde da Bahia e cardiologista Fábio Vilas-Boas, em publicação no Twitter, sugeriu que pessoas que apoiam o afrouxamento do isolamento social durante a pandemia do coronavírus, renunciem ao acesso de leitos de UTI e de ventilação para si e para seus parentes. "Será que essas pessoas que pregam o relaxamento do distanciamento social aceitam assinar um termo renunciando o acesso...?", disse em publicação. A sugestão foi feita após a série de manifestações pró-morte que aconteceram neste domingo (19) apoiando a volta do comércio, os sacrifícios humanos pelo bem da manutenção do rentismo e do ganho sobre capital e até mesmo pedindo intervenção militar, como foi o caso das manifestações no Recife, São Paulo e em Brasília. – JC

Paciente que aguarda UTI de hospital do AM respira com saco plástico

Uma imagem que circulou em redes sociais mostra um paciente inconsciente em uma unidade de Pronto Atendimento, em Manaus. O homem estava com dificuldade para respirar e os médicos tiveram que improvisar um "equipamento": um saco plástico que funcionou como uma câmara de ar para o rapaz. Nesta terça-feira (21), a Secretaria de Estado de Saúde (Susam) informou que 91% dos leitos UTI para pacientes de covid-19 do Amazonas já estão ocupados. No estado, o número de casos confirmados chegou a 2.270, com 193 mortes no total. Com dificuldade para respirar, o paciente aguardava que vagas em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) fossem disponibilizadas na rede de saúde pública. – G1

Médico da BA tem parada cardíaca e morre após tomar hidroxicloroquina

Após quatro dias de tratamento domiciliar com hidroxicloroquina contra o novo coronavírus, o médico Gilmar Calasans Lima, 55, morreu 45 minutos depois de dar entrada na emergência do Hospital da Costa do Cacau, em Ilhéus, com um quadro de parada cardiorrespiratória. A informação é do secretário de Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas. Na manhã de hoje, Vilas-Boas disse que, por ser médico, Gilmar teve acesso à combinação de hidroxicloroquina e azitromicina sem a necessidade de receita médica. Mas a família contestou a informação do secretário e afirmou que os medicamentos foram, sim, prescritos por outro médico do mesmo hospital. – UOL

Motoboys fazem buzinaço em SP por melhor condição de trabalho na crise

Um grupo de motoboys realizou, na manhã desta segunda-feira (20), um protesto pelas ruas da capital paulista. Eles pediram melhores condições de trabalho na quarentena contra o novo coronavírus. A concentração dos manifestantes ocorreu na praça Leonor Kaupa, no Bosque da Saúde (zona sul), e terminou em Osasco (Grande SP), a cidade-sede do aplicativo iFood. Policiais do 1º Batalhão de Trânsito acompanharam o buzinaço do grupo, que aconteceu de forma pacífica. As pessoas que estavam nas ruas filmavam e aplaudiam a passagem do ato. Já os manifestantes ficavam, a todo o momento, convidando os colegas que faziam as entregas a participarem da passeata. “Se as empresas dão a rota, e a gente não aceita, ficamos bloqueados por semanas, diz o entregador Robson Luís da Silva, 38, que faz entregas pelos aplicativos Rappi, iFood e Uber Eats. – Folha de S. Paulo

Homem não aguenta cheiro de maconha e tenta matar vizinho no Mato Grosso

Um homem de 69 anos foi preso nesse domingo (19) após tentar matar o vizinho, de 38 anos, por não suportar mais o cheiro de maconha que vinha da casa do vizinho. Conforme o boletim de ocorrência, o suspeito foi à casa do vizinho, no Bairro Jardim Presidente, em Cuiabá, por volta das 15h, chamou a vítima e, quando o homem abriu o portão, partiu para cima dele com um facão. O suspeito deu uma “pranchada” com o facão no vizinho, que conseguiu correr para dentro da casa, mas foi seguido pelo idoso, que quebrou a porta da casa com golpes de facão e chutes. Ele entrou na casa, mas a vítima conseguiu escapar mais uma vez, fugindo para a rua pela porta da frente. – O Livre

PMs são acusados de participarem de orgia com menores de idade em horário de trabalho no AM

Policiais Militares da Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam) foram denunciados por moradores após, supostamente, consumirem bebida alcoólica e participarem, fardados, de uma orgia com várias adolescentes em uma residência do bairro Nazaré Pinheiro, no município de Coari (distante 362 quilômetros de Manaus), na manhã desse domingo (19). Segundo informações de testemunhas, a viatura do patrulhamento policial estacionou em frente a uma casa e os PMs, juntamente com as menores de idade, entraram e permaneceram na casa. Ainda conforme os moradores do local, as garotas saíram apenas com peças íntimas, e se trocaram dentro do veículo. Os policiais, que estavam visivelmente bêbados, chegaram a efetuar disparos para cima, e foram embora. – A Crítica

Mundo

Imigração aos EUA ficará suspensa por dois meses, diz Trump

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta terça-feira (21) que a suspensão temporária na imigração legal ao país ficará em vigor por um período de dois meses. Esse prazo será reavaliado posteriormente, prometeu o republicano. Trump prometeu na segunda-feira assinar uma ordem executiva para suspender temporariamente a imigração aos EUA. Os Estados Unidos se tornaram o país mais atingido pela pandemia de covid-19. Segundo a Universidade Johns Hopkins, mais de 820 mil pessoas foram diagnosticadas com novo coronavírus e quase 45 mil pessoas morreram com a doença. – G1

Venda de maconha nos EUA sobe após pagamento de auxílio do governo

Nos EUA, após o início da entrega do auxílio financeiro do governo para os americanos, a venda de maconha legalizada bateu recorde na última quarta (15), segundo a Akerna, empresa do setor. A receita foi 50% maior do que em uma quarta normal. Na opinião de um investidor, as empresas de cannabis estão se saindo bem na crise do coronavírus porque já estão acostumadas a operar em ambiente inóspito, com mudanças regulatórias frequentes. – Folha de S. Paulo

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.