O paulistano Flip explica sua saída do ZRM em "Do Zero"

Assista o clipe do novo som do rapper lançado nessa sexta (5), gravado na Vila Maria, sua terra natal.

|
05 Maio 2017, 9:21pm

Há quase 3 meses, concretizando boatos e dando fim a uma "compatibilidade de ideias e ideais", o paulistano Felipe Emenekwum anunciou no Facebook o fim do grupo ZRM (Zero Real Marginal), formado por ele (Flip), Febem e DJ Sleet. O post, porém, pareceu inconclusivo e os fãs ainda esperavam que o trio explicasse a separação – eis que, na madrugada de sexta (5), Flip solta o single "Do Zero", com produção do Alive Beats.

Como Felipe me contou ao telefone, "Do Zero" é uma explicação definitiva sobre os eventos que o levaram a deixar o ZRM. "O refrão é uma analogia entre 'sair do zero', literalmente falando, e sair do Zero Real Marginal. Saí do ZRM pra poder alcançar coisas maiores, porque estava sendo atrasado por quem tava do meu lado", conta o MC. O Noisey descolou com exclusividade o clipe da faixa, que foi gravado e finalizado em apenas três dias.

"Filmamos tudo quarta-feira, aqui na Vila [Maria, Zona Norte de São Paulo, bairro natal do MC]", conta. "Meu clipe nunca tinha aparecido num clipe, ele se divertiu pra caramba. Ficou correndo atrás do drone." O filho de Flip e sua experiência como pai são, inclusive, outros dos grandes temas de "Do Zero", que fala de uma perspectiva extremamente pessoal. "Não quis me prender a falar o que tá na moda. Falei de mim, da minha vivência, e o feedback tá sendo melhor do que eu esperava."

O primeiro álbum solo do rapper, Psicologia Reversa, ainda não tem data de lançamento confirmada, mas Flip já nos adianta alguma coisa do que pode rolar lá: "Vou explorar o que eu nunca tinha explorado antes. tem partes mais melódicas, em que eu vou cantar, e quero que tenha mais graves", diz o cantor, que tem ouvido muito o disco Malibu do Anderson.Paak e To Pimp a Butterfly, do Kendrick Lamar. "E nesse show solo vai ver o formato banda também. Geralmente a banda dos rappers é meio jazz, uma coisa mais elegante. Mas como eu já tive banda de hardcore, a minha banda vai ser DJ, guitarra, baixo e bateria, só que com uma mão mais pesada, mais puxada pro rock."

Investindo no trampo solo e com o DamassaClan, o MC comenta que faz tudo pelo filho (segundo Flip, a paternidade mudou sua vida) e fala dos papos que ouve por ser parte do clã. "Tem se falado muito que no DamassaClan os rappers são brancos, são boys, e eu tô no clã e sou negro e não sou boy. E faço o corre pro meu pivete ter o que eu nunca tive", conclui.

Veja o clipe de "Do Zero" acima.