Quantcast

Os grandes games que foram ignorados em 2017, no último Poligonal do ano

No derradeiro episódio do nosso podcast, relembramos os jogos sumariamente ignorados por conta do enorme volume lançamentos desta safra.

Pedro Falcão

Pedro Falcão

Além do Mark Cerny, quem se lembra de 'Knack 2'?

Como podemos perceber no episódio anterior, onde falamos sobre os jogos que mais nos impactaram pessoalmente em 2017, tivemos uma bela safra de games, de todos os tipos, tamanhos e gostos, neste ano que está para acabar.

Justamente por conta do enorme volume de lançamentos, muitos games (alguns bons, outros ruins) foram sumariamente esquecidos ao longo do ano. Sem deixar esse jogos passarem em branco, chamamos Bruno Izidro, Letícia Wexell e Matheus de Lucca para relembrar desses games e descobrir o por quê deles serem ignorados por público e crítica, no último episódio do ano do podcast Poligonal.

Veja bem: não estamos falando de games obscuros, indies desconhecidos, ou um dos zilhões de jogos mobile que são lançados todos os anos — mas sim de games grandes, pelos quais as pessoas até estavam esperando, porém não tiveram sucesso de bilheteria, como no caso do shooter Lawbreakers, ou outros que foram bem recebidos pelo público, mas foram enterrados por outros lançamentos maiores, como rolou com Prey.

Obrigado por nos acompanhar neste ano e até 2018.

Você pode receber nosso podcast diretamente no iTunes, ou pode usar o feed RSS para se inscrever na sua plataforma de preferência. Você também pode baixar o episódio clicando aqui. Curtiu o episódio? Então dê uma ajudinha e aproveite para deixar o seu review lá no iTunes. Mande perguntas e sugestões para o email do nosso editor.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter e Instagram.