Publicidade
punk

Guilherme Lozano, Responsável pela Morte de Punk em 2011, Agora é Suspeito de Matar e Esquartejar a Tia

Condenado pela morte do punk Johni Raoni Falcão Galanciak em 2011, ele respondia em liberdade, e foi denunciado pelo próprio pai.

por Equipe VICE
06 Agosto 2015, 7:45pm

Ilustração por Juliana Lucato.

Em 2011, Johni Raoni Falcão Galanciak foi morto na frente do Carioca Clube após uma emboscada realizada por skinheads fascistas antes do show da banda Cock Sparrer. O responsável apontado pela morte de Johni, Guilherme Lozano Oliveira, foi processado e condenado a quinze anos de prisão por homicídio duplamente qualificado (motivo fútil e meio cruel) em 2014 pelo Tribunal do Júri. Após o julgamento, não se ouviu mais falar em Lozano.

Até agora.

Na quarta-feira (5), Lozano foi detido pela polícia na zona norte de São Paulo. O motivo da sua prisão é o assassinato da sua tia, a professora Kely Cristina de Oliveira, de 44 anos, que morava junto com ele. Segundo o próprio Guilherme, após matar Kely, ele esquartejou o corpo e colocou as partes dentro de sacos plásticos em uma geladeira.

O crime foi denunciado pelo pai de Lozano, que, preocupado com a ausência da irmã, começou a suspeitar do filho e parou uma viatura da PM para denunciar o desaparecimento de Kely.

Após uma perseguição de carro, o automóvel de Lozano bateu em um poste, possibilitando sua prisão em flagrante. Segundo a PM, Guilherme confessou seus crimes, dizendo que foi uma morte acidental; além disso, ele trazia um machado junto com ele. O caso está agora em fase de apuração.

As fotos do carro de Guilherme mostram uma cruz de malta (usada por neonazistas) junto com a inscrição "Rat Cook", um personagem da série Game of Thrones que alimentou um rei com o filho dele.

Guilherme não chegou a ser preso após a condenação pela morte de Johni e permaneceu solto para recorrer na segunda instância do processo.

ATUALIZAÇÃO 06/08: Os internautas nos alertaram que a inscrição do carro de Guilherme pode ser "Rat Look" (um rolê de customização de carros) e não "Rat Cook". As fotos estão inconclusivas.