Tech by VICE

Eis uma lista de todo e qualquer site da deep web

Provavelmente você nem vai encontrar muita coisa legal.

por Joseph Cox; Traduzido por Thiago “Índio” Silva
10 Maio 2017, 8:03pm

Crédito: DESIGNFACTS/Shutterstock

Um dos mitos da deep web que a galera mais curte espalhar é o de que serviços ocultos – que se valem da rede Tor – são impossíveis de serem descobertos. Não é bem por aí. Para provar tal argumento, um site disponibilizou todas as combinações de caracteres possíveis que compõem uma URL das profundezas da internet.

Ele apresenta "o maior e menos útil índice onion do universo", de acordo com texto do próprio site, criado pelo pesquisador Matt Traudt.

Só pra ficar claro: o site não lista só endereços que levem mesmo a outros sites, mas também endereços que não tem nada – ao menos por enquanto.

A enorme maioria dos endereços parece uma série aleatória de letras e números com conteúdo zero. No total, a lista tem 1.208.925.819.614.629.174.706.176 ou um setilhão, duzentos e oito sextilhões, novecentos e vinte e cinco quintilhões, oitocentos e dezenove quatrilhões, seiscentos e quatorze trilhões, seiscentos e vinte e nove bilhões, cento e setenta e quatro milhões, setecentos e seis mil, e cento e setenta seis endereços de serviços ocultos.

Não confirmamos quantos estão de fato online e operando porque, bem, somos humanos.

Leia também: Como a Polícia Federal prendeu uma rede de pornografia infantil na deep web

Claro que nossos leitores não devem levar a lista tão a sério assim, afinal Traudt mesmo disse que a criou em uma única tarde no último final de semana.

"Talvez as pessoas achem besteira, que é um site inútil. Não estão erradas", comentou Traudt em email ao Motherboard.

Dito isso, cabem alguns comentários.

"Compilar uma lista de serviços onion é inútil porque a maioria passa 12 horas online ao dia por uma semana e somem", disse Traudt, afirmando ainda que criar listas maiores só renderiam em mais lixo e não conteúdo realmente interessante.

Outro ponto interessante é que. por mais que a lista seja enorme, ela prova que tais serviços podem ser descobertos.

"Há ali um antigo truísmo de segurança: obscuridade não ajuda", declarou o pesquisador de segurança Alec Muffet, que trabalhou em projetos voltados ao Tor, em DM via Twitter.

No final das contas, a lista serve para dar cabo de um dos maiores mitos em torno da deep web: a de que, se você continuar navegando links esquisitos, acabará encontrando algum grande segredo.

"A incapacidade das pessoas de encontrar sites interessantes na deep web não se dá porque elas estão na lista errada, no motor de buscas errado ou mesmo perguntando à comunidade errada. Coisas incríveis e segredos não são fáceis de achar nem na 'deep web' nem na internet normal", concluiu Traudt.

Tradução: Thiago "Índio" Silva