Publicidade
Motherboard

O Wikileaks acaba de vazar informações das supostas ferramentas de hacking da CIA

Organização afirma que ex-hacker do governo ou funcionário terceirizado forneceu partes do arquivo.

por Joseph Cox
07 Março 2017, 5:58pm

Nesta terça-feira, o Wikileaks publicou o que alega ser arquivos relacionados às operações de hacking da Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos, a CIA. É a primeira de uma série nomeada "Vault 7". A organização afirma que se trata do maior vazamento de documentos sobre a agência de inteligência.

"A primeira parte completa da série, 'Year Zero', compreende 8.761 documentos e arquivos de uma rede isolada de alta segurança localizada dentro da Central de Inteligência Cibernética da CIA, localizada em Langley, na Virgínia", informa o texto da nota oficial do Wikileaks.

De acordo com a organização de transparência, o pacote "Year Zero" inclui informações relacionadas a dezenas de zero-day exploits [que se aproveitam de vulnerabilidades não-documentadas e desconhecidas até mesmo dos próprios desenvolvedores] criadas para ser usadas em iPhones da Apple, o sistema operacional Android do Google e o Microsoft Windows.

O Wikileaks não distribuiu os exploits em si. De acordo com a nota, eles não farão isso "até que se forme um consenso quanto à natureza técnica e política do programa da CIA e de que forma estas 'armas' devem ser analisadas, desativadas e publicadas".

Leia o resto da reportagem eMotherboard.

Tagged:
Hacking
Cia
nsa
WikiLeaks
Year Zero
Vault 7