Fotos

Fotos da poderosa manifestação contra a islamofobia de Trump

Norte-americanos de diferentes etnias se reuniram no aeroporto JFK, em Nova York, para apoiar refugiados e imigrantes islâmicos.

por Mohamed Sadek
30 Janeiro 2017, 6:31pm

Esta matéria foi originalmente publicada na VICE US.

Fui para o aeroporto JFK em Nova York no sábado não porque achava que haveria o que fotografar lá, mas porque sou um norte-americano com uma origem que só é possível nos EUA: minha mãe é do México, meu pai é do Egito e eu sou muçulmano praticante. Eu estava lá, assim como muitos outros, porque Donald Trump assinou uma ordem executiva bloqueando a entrada de refugiados — e cidadãos de vários países de maioria muçulmana — no país. Quando algo assim acontece, você não fica em casa.

Chegando lá, pude ouvir as palavras de ordem do protesto ecoando já no estacionamento. A manifestação se estendia até a área de desembarque do Terminal 4, onde uma dezena de pessoas foi detida como resultado da proibição.

Tirei a foto de Mazeeda Uddin (que abre a matéria), fundadora do South Asian Fund for Education, Scholarship e Training (SAFEST), uma organização que fornece apoio educacional para a comunidade sul-asiática, usando um hijab com uma bandeira dos EUA ao fundo. A vi parada com seu cartaz e não conseguia deixar de assisti-la gritando "FUCK TRUMP!" Era como ver minha própria avó, cheia de paixão, se expressando sem reservas.

Sempre que assisto entrevistas da conselheira de Trump Kellyanne Conway ou do próprio Trump promovendo a construção de um muro no México e a proibição da entrada de muçulmanos nos EUA, sinto como se minha comunidade não fosse tão valorizada quanto outras nos EUA. Um cara jovem estava levantando um cartaz que ressoou em mim: "Judeus de Nova York Contra a Islamofobia". Isso me fez sentir que outras comunidades estavam se unindo para proteger meus direitos. Tenho muita sorte de ter vizinhos assim.

Em outras circunstâncias, seria difícil conseguir alguém para vir te buscar no JFK; mas na noite de sábado, centenas de pessoas viajaram voluntariamente até o aeroporto. (Mais protestos aconteceram naquela noite por todo o país, e manifestações em espaços públicos no domingo.)

Enquanto a noite seguia, alguém pediu que dezenas de pizzas fossem entregues no Terminal 4 — um momento verdadeiramente novaiorquino.

Veja mais fotos de Mohamed Sadek abaixo:

Tradução: Marina Schnoor

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter e Instagram.