Por dentro de um clube canábico uruguaio

Visitamos um clube de cultivo canábico em Montevidéu, no Uruguai, para entender o que acontece nesses locais.

|
21 Dezembro 2018, 2:42pm

A legalização do uso da maconha no Uruguai, em 2014, permitiu a criação dos clubes canábicos no país. São lugares oficiais em que o cultivo coletivo da cannabis é permitido e distribuído entre seus associados.

Marco Algorta é um grower. Ele nos conta como são cultivadas as plantas no clube em que comanda. Para o cultivador, a importância do cultivo está para além da simples manutenção da erva. É necessário conhecimento e o boca a boca de profissionais de agronomia, química e medicina, para poder finalizar um baseado de qualidade, dificilmente encontrado no mercado ilegal.

Fomos até o Uruguai para descobrir qual o arranjo necessário para fazer parte de um clube, quantas gramas são possíveis para cada associado e se o Uruguai serve de exemplo para que seus irmãos da América Latina sigam de exemplo na legalização da ganja. Assista acima.

Conteúdo possibilitado pela parceria com a Bem Bolado.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.