Publicidade
Noticias

Boletim Matutino da VICE

Tudo o que você precisa saber sobre o mundo esta manhã com curadoria da VICE.

por Equipe VICE Brasil
03 Maio 2018, 11:33am

Facebook/ Reprodução

Brasil

Câmara do Rio aprova 5 projetos de lei de Marielle Franco

A Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro aprovou nesta quarta-feira (2), em sessão extraordinária, cinco projetos de lei da vereadora Marielle Franco, assassinada no dia 14 de março. Foram apresentados seis projetos, no total. A pedido do vereador Claudio Castro, do PSC, e com aprovação da maioria no plenário da Câmara Municipal, o projeto de lei (PL 72/2017), que inclui o dia de luta contra a homofobia, lesbofobia, bifobia e transfobia no calendário oficial da cidade do Rio, foi adiado. – G1

Bombeiros buscam 4 pessoas desaparecidas após desabamento de prédio em SP

O Corpo de Bombeiros busca quatro pessoas desaparecidas que podem estar nos escombros do edifício Wilton Paes de Almeida, que pegou fogo e desabou no Largo do Paissandu, no Centro de São Paulo. Além de um morador chamado Ricardo, que quase foi resgatado durante o incêndio e caiu no momento do desabamento, um homem falou que três parentes dele estariam no edifício e não foram localizados até o momento. Ao todo, 49 moradores do prédio e que estavam no cadastro da prefeitura ainda não foram localizados após o desabamento. Não se sabe se eles estavam ou não no edifício durante o acidente. – G1

34 são assassinados em Belém após morte de PM no domingo

34 pessoas foram mortas após o assassinato da cabo Maria de Fátima dos Santos, na tarde de domingo (29), em Ananindeua, na Grande Belém do Pará. Mais dois crimes com características de execução ocorrem na noite de terça-feira (1º) e na madrugada desta quarta (2). Maria de Fátima teve a casa invadida, no bairro do Curuçambá, e foi morta com tiros na cabeça e no peito. Um dos suspeitos foi morto pela polícia um dia após o crime. Segundo o promotor Armando Brasil, a policial já havia denunciado que vinha sofrendo ameaças de morte e mesmo assim não recebeu proteção do Comando Geral da Polícia Militar. – G1

Tiros contra caravana de Lula foram um ataque planejado, diz delegado

O delegado Hélder Lauria, responsável pelas investigações sobre o ataque à caravana do ex-presidente Lula no Paraná, declarou que os tiros contra os ônibus foram um ataque planejado. Os veículos foram alvo de disparos no dia 27 de março, em um trecho da PR-473 entre Quedas do Iguaçu e Laranjeiras do Sul, na região central do estado. “Quem fez isso sabia o que estava fazendo. Não podemos dizer que foi algo orquestrado e o que motivou. Mas, a pessoa não estava lá atirando em passarinhos e por acaso acertou o ônibus”, afirmou o policial. – G1

Alfândega apreende 1 bilhão de dinares iraquianos falsos no Aeroporto de Brasília

A Receita Federal interceptou nesta quarta-feira (2) uma carga de 1 bilhão de dinares iraquianos, em cédulas falsas, no Aeroporto Internacional de Brasília Juscelino Kubitschek. Segundo a alfândega, o dinheiro seguiria para os Estados Unidos em um voo particular, fretado especificamente para esse transporte. Se as notas fossem verdadeiras, o valor corresponderia a pouco menos de R$ 3 milhões. Ainda não se sabe a origem das notas falsificadas. – G1

Mundo

Grupo separatista basco ETA anuncia dissolução oficial

O grupo separatista basco ETA (Euskadi Ta Askatasuna, "Pátria Basca e Liberdade" em basco) confirmou, em carta, a dissolução oficial e completa de "todas as suas estruturas". O fim do grupo será marcado em um ato no próximo fim de semana em Cambo-les-Bains, no País Basco francês. Na carta datada de 16 de abril o ETA diz ter decidido "encerrar seu ciclo histórico e sua função", "dando por terminada sua iniciativa política". Criado em 1959, o ETA lutava pela independência do País Basco, região autônoma do norte da Espanha, na divisa com o sul da França. – UOL

EUA vai aplicar medidas restritivas de importação a aço e alumínio brasileiros

O governo brasileiro informou nesta quarta-feira (2) que os EUA interromperam as negociações e decidiram aplicar medidas restritivas para a importação de aço e alumínio brasileiro que estavam temporariamente suspensas. Entretanto, isso não acontecerá de forma imediata, uma vez que, em 30 de abril, o governo dos EUA informou decisão de estender a isenção temporária estabelecida para o Brasil. As tarifas entraram em vigor no dia 23 de março para todos os países, exceto Canadá e México. – G1