Uma coletânea de vira-latismo brasileiro ao descobrir que Roger Waters é de esquerda