TENS MAIS DE 18 ANOS?

A cena que estás a tentar ver é considerada “malandra” pelo pessoal da lei, e (provavelmente) pela tua mãe também. Por isso, queremos saber se és maior de idade antes de te deixarmos ver o resto.

Como bater uma no local de trabalho

Por Brian Moylan


Fotografia por Ben Ritter

Vou ser directo: trabalhar não presta. Mesmo que até curtas o que fazes, há um milhão de outras coisas que preferias estar a fazer em vez de estar sentado, em frente ao computador, a comer bolachas, surfar no Facebook e responder a emails estúpidos. Sempre tens sites como este para manter a sanidade e dar uma escapadela de dez minutinhos, mas não é a mesma coisa. O que tu querias mesmo era estar em casa, de pijama ou de roupa interior, a ver a pior televisão possível e a comer uns noodles. Isso vai ter de esperar, primeiro tens de sofrer durante oito horas. Mas isso não significa que não possas acariciar-te durante o expediente. Aliás, deves fazê-lo. Faz bem a tudo — pensa nisso como higiene mental.

ENTRA NO ESPÍRITO
Até podes ser um pornógrafo, um fabricante de dildos artesanais ou o sutiã da Jessica Alba — o teu trabalho não é sexy para ti, mesmo que seja aos olhos dos outros. Aliás, o expediente é o maior corta-tusas conhecido. O ranking: o teu trabalho; uma velhinha a cagar, toda nua, em cima de um gato; e a tua mãe. Se vais afiar o lápis, tens de pôr o lápis duro primeiro. Possivelmente, não consegues ver pornografia no computador do trabalho, por isso experimenta enviar umas mensagens porcas à tua mulher/namorada/amiga colorida. Els nem precisam de responder, lembra-te: vais bater uma, não dar uma. Usa a imaginação.

OS LAVABOS
Se decidiste fazer isto, vais ter de fazê-lo na casa de banho, claro. Duh. Garante que tens a porta fechada. Vê outra vez! Ok, tira-o para fora e faz o que sabes. Se o WC tiver vários cubículos, escolhe o mais distante da porta, caso contrário tens de te contentar com o único que existe. Para ganhar mais privacidade basta que finjas que estás mesmo a cagar. Ninguém quer ouvir os outros a cuspir cagalhões pelo ânus.

APRENDE A PARAR
Esta é a lição mais importante: tens de saber desistir. Pode entrar um gajo para o cubículo ao lado do teu. E se ele começa a cagar com muita convicção? Sabes, com sons e gemidos, tudo a que se tem direito. Aí vais perder a vontade, puxa a pila da tomada e desiste. Outra coisa de que te deves lembrar: tens cerca de dez minutos para esgalhar uma antes que alguém comece a desconfiar de ti. Não estás em casa, não é uma daquelas tuas sessões de punhetanço tântrico. Não podes demorar quatro horas e repetir depois de cada ejaculação. É despachar e ir directo ao assunto.

HÁ UMA APP PARA ISTO
Se queres fazer disto uma nova rotina laboral (e aposto que queres), põe uns vídeos porno no teu telemóvel. Quem é que precisa de imaginação quando tem clips do Dirty Girls Bukkake Panty Raid 8? Mas, por favor, tira o som. Isto é muito importante. E nem penses em levar headphones contigo. Quem é que leva isso para cagar? Era mais subtil se tirasses a roupa no escritório e começasses ali mesmo, em frente ao patrão.

NADA DE VESTÍGIOS
Evita mandar o jacto para o chão ou para o tampo da sanita. Não estás num bar. As pessoas vão ver e, possivelmente, alguém vai tentar descobrir o(s) infractor(es). Boa, campeão. Acabaste de estragar isto para toda a gente! Sê crescido, usa papel higiénico e a descarga, como as pessoas normais que batem punhetas no emprego.

SÊ DISCRETO
Se tens o teu próprio escritório, aproveita-o (parabéns por seres um idiota com o seu próprio escritório). Fecha a porta e saca da pila, tens privacidade para isso. Pensa em todos os ângulos para evitares ser descoberto. Uma cena que podes fazer é ter sempre os estores fechados só para que nestas alturas não levantes suspeitas. Se não tens um escritório próprio, vai à casa de banho. Se não tens um escritório, mas o teu chefe tem, ganhaste o jackpot: espera que ele se ausente e mete-te lá dentro a fazer o teu servicinho. No fim, limpa-te e deita o papel fora para o cesto do lixo para que, na manhã seguinte, a senhora da limpeza cuscuvilheira descubra o badalhoco que o teu chefe é.

SÊ CRIATIVO
Não te contentas com a casa de banho? Tenta outros espaços do escritório. Chega mais cedo ou baza mais tarde. Vais adorar a sensação de perigo iminente, é como ir para a cama com alguém que acabaste de conhecer sem preservativo. É arriscado (ou seja, é altamente), mas estúpido. Importante: certifica-te de que o teu trabalho não tem câmaras. Tudo o que não precisas é de ir parar à net como estrela do vídeo "homem é apanhado a bater uma no trabalho". Por falar nisso…

FOSTE APANHADO
Bem, deixa-te ir. Lida com isso da maneira adulta. Nada de inventar desculpas como "tenho uma pila muito grande e estava a tentar enrolá-la para poder cagar". Ninguém vai acreditar. Mesmo que não o estivesses a fazer (e estavas), o melhor era admitir, ao menos só passas por punheteiro e não por um punheteiro desonesto. Faz figas e reza para que o teu patrão entenda o que te passou pela cabeça quando decidiste fazer isso no trabalho. No pior dos cenários, és despedido e acabas a trabalhar ao balcão de uma sex shop. Parabéns, aí podes bater pívias à vontade, nem precisas de te ausentar para o WC. Ninguém quer saber.

LAVA AS MÃOS, PORCO
Podes ser um punheteiro laboral, mas não és um selvagem. No fim, lava essas mãos (as duas!) com água e sabão.

Comentários