O festival holandês onde as pessoas tentam arrancar a cabeça a um ganso morto
Viagem

O festival holandês onde as pessoas tentam arrancar a cabeça a um ganso morto

Um evento que, apesar de estar há décadas sob a mira das associações de defesa dos animais, prevalece e não apenas nos Países Baixos.
9.3.17

Este artigo foi originalmente publicado na VICE Holanda

Todos os anos, nos dias que antecedem a entrada no período da Quaresma, os habitantes da localidade holandesa de Grevenbitcht levam a cabo uma competição em que o objectivo é arrancar a cabeça de um ganso morto. O animal é pendurado a meio de um recinto e os concorrentes, montados a cavalo, cavalgam na sua direcção e tentam decapitá-lo no momento em que passam por ele, sem desacelerar e utilizando apenas as mãos. Antes de ser pendurado, o pescoço do ganso é engordurado, de forma a tornar o desafio ainda mais complicado. A primeira pessoa a conseguir o objectivo é coroada como o "Rei Ganso" do ano.

Publicidade

Esta tradição não é exclusiva de Grevenbicht, nem sequer dos Países Baixos. Pode mesmo ser encontrada em localidades da Alemanha, Espanha, França, ou Bélgica. No entanto, a opção por gansos verdadeiros é, hoje em dia, muito rara. É pois, sem surpresa, que várias organizações de defesa dos direitos dos animais holandesas têm vindo desde os anos 80 a desenvolver iniciativas de protesto e tentado banir o evento em Grevenbicht. Até agora, sem sucesso.

This tradition isn't unique for Grevenbicht or even the Netherlands – it happens in towns in Germany, Spain, France and Belgium too. But using real geese for it has become very rare in recent years. Unsurprisingly, animal rights organisations and other animal lovers have been protesting the custom. Several Dutch organisations have actively tried to ban the event in Grevenbicht since the early 80s, so far without any success.

O fotógrafo Maarten Delobel  esteve recentemente em Grevenbricht para testemunhar o o que por ali se passa.