FYI.

This story is over 5 years old.

Dez Clipes dos Anos 90 Que Profetizaram a Moda Primavera/Verão de 2015

Se você assistir por tempo suficiente a qualquer clipe dos anos 90, vai descobrir o segredo para se tornar o sucesso da próxima temporada.

­­­­

Surpresa: arranjei outra desculpa para falar dos anos 90. Mas não é culpa minha. Sim, cresci na era de “Too Close”, do Next. É verdade, tive vários álbuns de figurinhas das Spice Girls. Mas, para além de forçar nossos amigos de infância a aprender a coreografia de “Bye, Bye, Bye” (porque se algum dia conhecêssemos o JC Chasez, era assim que íamos conquistar o coração dele), devemos reconhecer que o talento para a moda da indústria desta época é atemporal. Sobreviveu à passagem dos anos.

Publicidade

Viu? Estou usando exatamente isto agora, enquanto escrevo.

Então aqui estão os motivos por que todo (bom) videoclipe dos anos 90 profetizou as melhores e mais brilhantes tendências da moda primavera/verão de 2015. Você pode dizer que a indústria da moda secou; que é um indicativo de falta de imaginação que tendências com menos de 15 ou 20 anos já estejam sendo recicladas, mas isso é balela. A moda mais interessante de hoje se inspira no passado e nos permite apreciar novamente estilos que antes julgamos mal ou descartamos totalmente. (Afinal de contas, a primeira coleção do Alexander McQueen se inspirava na era vitoriana, pelamordedeus.)

Então, pronto: se você assistir por tempo suficiente a qualquer clipe dos anos 90, vai descobrir o segredo para se tornar o sucesso da próxima temporada. Ou, mais especificamente, uma maneira de justificar por que está usando um macacão de couro.

1. A COLEÇÃO BARBIE DO JEREMY SCOTT PARA A MOSCHINO

Você sabe por que esta coleção é importante? Porque além de nos fazer relembrar o auge da Barbie, nos anos 80 e 90, ela nos permite viver no melhor estilo Aqua, incorporando a glória de “Barbie Girl”.

Quero dizer. Olha. Só. Essa. Porra.

Cores vibrantes, acessórios enormes, uma vibe meio de plástico: tanto o figurinista do Aqua quanto o Jeremy Scott nos deram o mundo Barbie de que precisávamos, e aquele que merecemos agora.

Lam, Pucci e Wu.

2. CAMURÇA

Derek Lam, Emilio Pucci e Jason Wu foram só alguns dos estilistas que usaram couro em 2015. Ou, mais precisamente, foram os estilistas que (finalmente) homenagearam lendas como a Shania Twain, que usou calças de couro e montou a cavalo em “Any Man of Mine”, de 1995.

Publicidade

Sim, isso é um colete de camurça, filhos da puta. Agora vamos provar esta aqui para ver se serve:

CALÇAS DE COURO. Por quê? Porque a Shania Twain não brinca em serviço. (Ela é canadense, ok?) E a Jewel também não, cuja jaqueta em “Who Will Save Your Soul” facilmente poderia fazer parte da coleção da Chloe.

Parabéns a todos os envolvidos nesse ângulo de câmera #artístico, aliás. Deus te abençoe, 1996.

Topshop, Whyred, Margiela, Reformation.

3. JEANS DE MÃE

Sim. Exatamente como aquele esquete antigo do Saturday Night Live. Exatamente como a Topshop, a Whyred e a Maison Martin Margiela. E a Reformation, por falar nisso. E exatamente como a Tony Braxton em “Un-Break My Heart”, de 1997 (de quem já falamos antes, porque apreciamos a verdadeira arte e a majestade do verdadeiro estilo).

Veja também: Shania Twain, mais uma vez, aumentando as apostas com um colete jeans, direto dos nossos guarda-roupas de 2014-2015.

Em algum lugar, esse cinto se encaixa, deixando o visual ainda mais poderoso.

Donna Karan, Phillip Lim.

4. CROP TOPS

Como se fosse alguma surpresa. Como se eu não tivesse tido esta ideia olhando com adoração a camiseta do One Direction que acabei de comprar, desafiando o tempo a melhorar para que eu possa usá-la. Como se a Shania (veja acima) não tivesse me inspirado a atualizar o meu guarda-roupa. Como se eu não tivesse assistido aos desfiles da Donna Karan e do Phillip Lim, pensando: “Usaria isso fácil”. Como se eu não sonhasse – até hoje – em achar o crop top da Britney do clipe de “Crazy”.

Publicidade

Tem alguma coisa mais anos 90 do que o crop top? Sim. Muitas coisas. Mas em termos de coisas brilhantes, felizes, embaladas em plástico, quase no final da década? Não: o Crop Top é Deus. E agora Ele voltou, e vamos nos deleitar na Sua glória.

Lacoste, Fay, Stella para Adidas.

5. ROUPAS ESPORTIVAS

Para quem tem uma queda por calças com stretch, essa é uma bela época para estar vivo. A Lacoste, a Fay e a Adidas por Stella McCartney ajudaram a trazer as roupas esportivas de volta para o mainstream, o que significa que finalmente podemos encarnar mais uma vez a Sporty Spice, também conhecida como Mel C., e/ou a Britney Spears lá por 1998.

Pontos extra se você ainda sabe as coreografias, e o meu respeito eterno se você também tentou usar o seu uniforme escolar do mesmo jeito que a Britney. Falando nisso…

Olympia Le-Tan, Marc Jacobs.

6. ESTILO COLEGIAL

Isto me leva ao meu próximo Ponto Muito Importante: o clipe de “Baby One More Time”, da Britney Spears, é uma das maiores dádivas da música. Primeiro, tem os acessórios de cabelo feitos de pena da Britney. Segundo, tem uma versão moderna do que provavelmente era um uniforme escolar padrão (o que, só para constar, não é bem visto na maioria das escolas, como posso confirmar baseada na minha própria experiência de tentar dar uma “descontraída” no meu visual colocando a camisa para fora da saia na nona série). E é isso que a galera da Britney acha dessa história:

Publicidade

Exatamente. Mas menos entediantes foram as tendências inspiradas pelo mundo colegial trazidas pela Olympia Le-Tan e pela Marc Jobs, que levou mochilas enormes para as passarelas. E quanto às penas…

Fendi, Givenchy, Valentino, Dsquared2.

7. PENAS E RENDA

Penas! Um acessório que todos nós vimos no clipe de “No Scrubs”, do TCL, o que foi uma surpresa, já que ele se passava no futuro e/ou na internet. Mas ainda assim.

Igualmente intrigante: a renda na roupa da Lisa “Left Eye” Lopez, que era fantástica, dã, mas ainda parecia relativamente deslocada dentro da internet.

Especialmente depois disso:

“Fodam-se as suas regras.” –100 TLC.

E elas estão absolutamente corretas. É por isso que vamos ver as penas usadas nas coleções da Fendi e da Erdem, a renda nos desfiles da Givenchy e da Valentino e os tecidos metalizados da DSquared2 e chegar à conclusão mais lógica: “No Scrubs”, do TLC, é tão importante em 2015 quanto era em 1999, e os estilistas finalmente reconheceram isto. Adiante.

8. TECIDOS METALIZADOS

O fato de que não falamos todo dia sobre “Never Gonna Get It”, do En Vogue, é uma vergonha. Então vamos lá. Primeiro vamos conhecer a pessoa que provavelmente suou até a morte durante as filmagens deste clipe:

Então vamos conhecer os minivestidos das garotas, inspirados nos primórdios da Motown, que podemos presumir que a Chanel estava tentando homenagear com a sua coleção. (E se não a Chanel, certamente a Valentin Yudashkin.)

Publicidade

Não faço ideia do que se trata “This Is What Dreams Are Made Of”, da Miley Cyrus, então vamos dizer que é sobre isto:

Selfie

Valentino, Marchesa.

9. O ESTILO BOÊMIO DOS ANOS 70

E o que seria do verão sem a moda inspirada em “festivais” e/ou uma maneira de fazer um revival dos anos 70 parecer novo, fresco e empolgante? (Resposta: não seria verão.) Neste ano, a Valentino e a Marchesa homenageiam o lado descontraído e leve da década (comparado à polidez da era disco dos anos seguintes), que foi puxado diretamente do catálogo dos Backstreet Boys.

BUM. Garota dos sonhos do Kevin, como vai? E já que estamos aqui, por que não damos um caloroso abraço de boas-vindas no resto do elenco de “As Long As You Love Me”, que incorporava cada uma das tendências de 1997?

Minhas metas de vida. Tecnicamente, este artigo poderia ter se resumido a esta foto, junto com uma relação de estilistas, mas foda-se. Me recuso a viver numa internet sem menções diárias ao En Vogue.

Givenchy, Marant, Saint Laurent.

10. COURO

Couro na primavera e no verão?! Pessoal, relaxem, sou só a mensageira. A Givenchy, a Isabel Marant, a Saint Laurent e aquela roupa do clipe do En Vogue são responsáveis pelo que vai causar uma insolação em massa.

Brinks! É culpa das Spice Girls. Delas, do clipe de “Say You’ll Be There” e do macacão de couro da Victoria Beckham.

Mudando de assunto: observe o poder das luvas azuis da Emma Bunton e do bustiê de oncinha da Mel B.

Publicidade

Então, aqui estão: dez das maiores tendências da estação, trazidas até você por videoclipes sobre os quais você não andou pensando tanto quanto eu. Lembre-se, não importa o que você esteja usando, onde você comprou esta roupa, ou quando, foi tudo por causa dos vídeos acima que acabei de mencionar. Até “Barbie Girl”. Especialmente “Barbie Girl”. E esta pessoa:

Anne T Donahue sonha regularmente com macacões metálicos. Siga-a no Twitter.

Tradução: Fernanda Botta