FYI.

This story is over 5 years old.

Entretenimento

Seus amigos que postam citações motivacionais no Facebook são idiotas, segundo a ciência

Em outras palavras, como Nietzsche comentou uma vez, essas pessoas estão “trancadas na cristaleira da autorreflexão da mente”.
7.12.15
Nada! Foto via Sugarquotes.

Entrar no Facebook e olhar seu feed é uma tarefa masoquista para muitas pessoas; nos piores momentos, isso é um lembrete de que, em algum ponto das nossas vidas, julgamos mal o caráter alheio e ficamos amigos de gente babaca. Tipo os dias quando passo pelo mural da minha ex-melhor amiga do colégio e rio como uma louca do fluxo de memes sobre como pit bulls são legais, postagens nostálgicas dos anos 90 e, claro, citações profundas sobre a vida: "'Você tem permissão para descansar. Você não é responsável por consertar tudo. Você não tem de tentar fazer todo mundo feliz. Agora, tire um tempo para você. É hora de se recarregar.' – Anônimo".

Publicidade

Segundo um novo estudo da Universidade de Waterloo, Canadá, minha ex-melhor amiga e outros como ela, na verdade, são idiotas. Na pesquisa, apropriadamente intitulada "On the reception and detection of pseudo-profound bullshit" ["Da recepção e detecção de groselhas pseudoprofundas"], o candidato a PhD Gordon Pennycook e quatro outros pesquisadores alegam que há uma ligação entre baixa inteligência e ficar impressionado com citações supostamente profundas.

No estudo, os pesquisadores usaram um site chamado Sebpearce.com, que gera declarações aleatórias que parecem profundas, como "Esta vida é nada mais que um oásis enobrecedor de fé autoconsciente" ou "Hoje, a ciência diz que a essência da natureza é a orientação".

Nada!!!! Foto via usuário do Flickr seaternity.

"Quando cruzei com o site, pensei se haveria uma pesquisa sobre isso: eu queria saber se as pessoas achavam essas declarações profundas", Pennycook disse à VICE. "Geralmente, vejo citações [no meu feed de notícias] que podem não ser tão infames, mas você vê muitas mensagens motivacionais… geralmente, uma citação com a foto de alguém que obviamente não disse aquilo – você encontra muito disso."

No estudo, quase 300 participantes receberam várias declarações, incluindo algumas da variedade "groselha", e deviam reagir a elas dando nota para sua profundidade numa escala de 1 a 5, classificando as citações como profunda, baboseira ou mundana. Eles também fizeram testes para medir suas habilidades cognitivas e a personalidade.

Publicidade

A pesquisa dá a seguinte frase como exemplo das declarações que os participantes deveriam julgar: "Significado oculto transforma beleza abstrata sem paralelos". Na verdade, essa frase foi construída para evocar o sentimento que motiva seus amigos idiotas do Facebook a compartilhar citações bestas sem checar antes.

Os que não conseguiram detectar as frases sem noção e classificaram as citações pseudoprofundas como realmente profundas mostraram ter inteligência mais baixa, menos capacidade de se envolver com pensamento reflexivo e mais possibilidade de ter crenças conspiratórias ou paranormais.

Em outras palavras, como Nietzsche comentou uma vez, essas pessoas estão "trancadas na cristaleira da autorreflexão da mente".

Siga a Allison Elkin no Twitter.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter e Instagram.