FYI.

This story is over 5 years old.

O Mau Agouro do Slayer Chega com a Nova Faixa, "When the Stillness Comes”

Mesmo com integrantes mais velhos e o Tom Araya no bonde de Jesus, esse som é puro Slayer.

Slayer significou muito pra mim quando eu era mais nova, e confesso que ainda tenho uma quedinha pelo quarteto thrash da Bay Area. Mesmo com os caras meio envelhecidos, mesmo com o Tom Araya pegando rabeira no trem de Jesus e mesmo sem a influência crucial do guitarrista e compositor Jeff Hanneman, os caras ainda reinam. Você não tem ideia do impacto destes caras no metal – e na música, em geral

Beleza, rolam alguns tropeços ao longo de toda a discográfica deles, mas pô, eles escreveram Hell Awaits, South of Heaven e Reign of Blood e ainda estão soltando faixas decentes desde que seus riffs ficaram mais suaves. Em 1983, quando eles estrearam com o Show No Mercy, o Slayer era a banda mais extrema da cena de metal. Mas num mundo controlado por Portal, Deathspell Omega e Gridlink, eu duvido que a gente daria atenção a “Raining Blood”, se ela tivesse saído hoje. Pelo menos eles ainda estão com bala na agulha e escrevendo um thrash negro e pesado, que nunca perdeu o estilo.

“When the Stillness Comes” vem do próximo sete polegadas da banda (o outro lado do disco tem uma versão ao vivo de “Black Magic”)a ser lançado durante a Record Store Day. Honestamente? Nem é ruim não. A construção lentona da música lembra o Seasons in the Abyss, enquanto que o vocal meio new-metal misturado com thrash clássico é puro Slayer. Ouça abaixo, e encomende seu sete polegadas por aqui.

A Kim Kelly sabe toda a letra de "Angel of Death". Ela está no Twitter - @grimkim