FYI.

This story is over 5 years old.

Cinco Edits Indispensáveis, Segundo o Krystal Klear

O produtor irlandês que comanda a label Cold Tonic lista edits que todo DJ que se preze deveria conhecer.

O Dec Lennon é um daqueles caras por quem é quase impossível não sentir uma invejinha. É um dos DJs residentes da Hoya:Hoya ao redor do mundo, arregaça em todos os remixes que faz, tem um show mensal na Rinse, comanda a incrível label Cold Tonic junto com o Maurice Alexander — o maior conhecedor de boogies do rolê de Bolton — e provavelmente tem várias camisetas massa e usa um pós-barba bem da hora também.

Publicidade

Morador de Londres, o irlandês Dec Lennon que é fã de carteirinha de mixes prolongadas listou quais são os edits fundamentais que ele acha que qualquer amante de música precisa conhecer. Acompanhe.

1. Devin Dare - Feels So Wrong

Krystal Klear: Esse aqui está sendo muito procurado desde o lançamento de 12" da STILOVE4MUSIC. O disco inteiro é bem pra cima. Sempre vale a pena checar os lançamentos do STILOVE e eu amo esse edit porque sou um grande colecionador de edits de percussão uma vez que eles podem ser muito úteis na mistura.

2. Johnny Vicious - I Luv Musik

Dizer que tem mais de 10 mil edits ou releituras da faixa "I Love Music" rolando por aí é, provavelmente, um eufemismo já que esse clássico da disco já foi recortado e comprimido por uma galera, o que não me incomoda já que ainda assim me faz dançar na balada não importa quantas vezes eu ouça, mas esse edit é sem dúvida a melhor versão que eu já ouvi. O Johnny Vicious — entre vários outros 12" de house/techno — retalha essa faixa e cria uma versão bem mais agressiva, que rola muito melhor na pista de dança hoje em dia. Verdade seja dita… Eu tenho todas as prensagens desse disco e é uma prensagem meio tosca e nem soa tão legal assim, mas sem dúvida vale a pena ter uma cópia!

3. E Versions - Khan

Uma releitura absolutamente genial feita por (na minha opinião) um dos maiores criadores de samples/edits e etc, o Marc E. Como o próprio título indica, essa é uma releitura prolongada de "I'm Every Woman", da Chaka Khan. O gênio por trás deste edit foi capaz de transformar uma sonzera totalmente esquisitona em uma música que te faz querer requebrar e que é capaz de salvar o rolê naqueles momentos em que a pista está começando a ficar meio estagnada, além de também funcionar super bem como uma faixa de '20-últimos-minutos-do-set'.

Publicidade

4. Black Cock - Blue Love

Não tinha como eu deixar o Harvey de fora dessa. Para os que não estão ligados, a label Black Cock foi criada pelo Simon Lovejoy, Gerry Rooney e DJ Harvey no início dos anos 90 e era focada em edits 'não oficiais' muito fodas que fazem a rapeize requebrar na pista de dança até hoje, além de sustentar um status cult. Amo esse edit porque, como o Harvey disse em uma discussão no Red Bull Music Academy, ele curtiu quando se deu conta de que todo o rolê do edit é encontrar pequenos fragmentos subestimados de uma música ou talvez justamente os que chamam mais atenção e prolongá-los ou elaborá-los melhor. E, de verdade, eu acho que a Black Cock passa exatamente essa mensagem nos seus edits. O que eles fizeram com "Blue Love" é um exemplo perfeito disso: pegaram um pedacinho da faixa "Love is Still Blue" do Paul Mauriat e transformaram num groove prolongado incrível. A faixa perfeita para tocar no início de um set.

5. Illvester - Feel Reel

O Kon sabe muito bem como transformar uma sessão multipista numa releitura de grandes proporções, e foi exatamente isso que eles fez neste edit de outro clássico da disco music. Comprei esse 12" assim que pude e coloquei para tocar nos últimos 30 minutos de todos os sets desde então. Rolou um momento muito especial no ano novo no Panorama Bar logo antes de eu tocar em Virginia, e a sequência te proporciona aquela sensação eufórica ao menos três vezes. Estou sempre em busca de releituras em edits… Adoro produzir edits mais do que tudo, e também adoro aqueles nada mainstream de 12", mas quando alguém muda totalmente a vibe original, eu simplesmente preciso ter aquilo. O Kon adicionou um elemento poderoso consideravelmente desconhecido ao introduzir aquelas progressões de corda de guitarra logo de primeira que me faz ter aquela vontade de ouvir a música imediatamente e que eu amo pra caralho… Dê uma conferida nos lançamentos da Basic Fingers, são todos arrebatadores.

Publicidade

FAIXAS BÔNUS: SEMCONVERSINHA FURADA SOBRE ESSAS DAQUI, ELAS FALAM POR SI PRÓPRIAS!

Milton Hamilton - We Have all the Time (Mr K Edit)

First Choice - Let No Man Put You Asunder (Ron Hardy Edit)

Wood, Brass and Steel - Funkinova (forthcoming Kon edit)

O Dec Lennon é um daqueles caras por quem é quase impossível não sentir uma invejinha. É um dos DJs residentes da Hoya:Hoya ao redor do mundo, arregaça em todos os remixes que faz, tem um show mensal na Rinse, comanda a incrível label Cold Tonic junto com o Maurice Alexander — o maior conhecedor de boogies do rolê de Bolton — e provavelmente tem várias camisetas massa e usa um pós-barba bem da hora também.

Morador de Londres, o irlandês Dec Lennon que é fã de carteirinha de mixes prolongadas listou quais são os edits fundamentais que ele acha que qualquer amante de música precisa conhecer. Acompanhe.

1. Devin Dare - Feels So Wrong

Krystal Klear: Esse aqui está sendo muito procurado desde o lançamento de 12" da STILOVE4MUSIC. O disco inteiro é bem pra cima. Sempre vale a pena checar os lançamentos do STILOVE e eu amo esse edit porque sou um grande colecionador de edits de percussão uma vez que eles podem ser muito úteis na mistura.

2. Johnny Vicious - I Luv Musik

Dizer que tem mais de 10 mil edits ou releituras da faixa "I Love Music" rolando por aí é, provavelmente, um eufemismo já que esse clássico da disco já foi recortado e comprimido por uma galera, o que não me incomoda já que ainda assim me faz dançar na balada não importa quantas vezes eu ouça, mas esse edit é sem dúvida a melhor versão que eu já ouvi. O Johnny Vicious — entre vários outros 12" de house/techno — retalha essa faixa e cria uma versão bem mais agressiva, que rola muito melhor na pista de dança hoje em dia. Verdade seja dita... Eu tenho todas as prensagens desse disco e é uma prensagem meio tosca e nem soa tão legal assim, mas sem dúvida vale a pena ter uma cópia!

3. E Versions - Khan

Uma releitura absolutamente genial feita por (na minha opinião) um dos maiores criadores de samples/edits e etc, o Marc E. Como o próprio título indica, essa é uma releitura prolongada de "I'm Every Woman", da Chaka Khan. O gênio por trás deste edit foi capaz de transformar uma sonzera totalmente esquisitona em uma música que te faz querer requebrar e que é capaz de salvar o rolê naqueles momentos em que a pista está começando a ficar meio estagnada, além de também funcionar super bem como uma faixa de '20-últimos-minutos-do-set'.

4. Black Cock - Blue Love

Não tinha como eu deixar o Harvey de fora dessa. Para os que não estão ligados, a label Black Cock foi criada pelo Simon Lovejoy, Gerry Rooney e DJ Harvey no início dos anos 90 e era focada em edits 'não oficiais' muito fodas que fazem a rapeize requebrar na pista de dança até hoje, além de sustentar um status cult. Amo esse edit porque, como o Harvey disse em uma discussão no Red Bull Music Academy, ele curtiu quando se deu conta de que todo o rolê do edit é encontrar pequenos fragmentos subestimados de uma música ou talvez justamente os que chamam mais atenção e prolongá-los ou elaborá-los melhor. E, de verdade, eu acho que a Black Cock passa exatamente essa mensagem nos seus edits. O que eles fizeram com "Blue Love" é um exemplo perfeito disso: pegaram um pedacinho da faixa "Love is Still Blue" do Paul Mauriat e transformaram num groove prolongado incrível. A faixa perfeita para tocar no início de um set.

5. Illvester - Feel Reel

O Kon sabe muito bem como transformar uma sessão multipista numa releitura de grandes proporções, e foi exatamente isso que eles fez neste edit de outro clássico da disco music. Comprei esse 12" assim que pude e coloquei para tocar nos últimos 30 minutos de todos os sets desde então. Rolou um momento muito especial no ano novo no Panorama Bar logo antes de eu tocar em Virginia, e a sequência te proporciona aquela sensação eufórica ao menos três vezes. Estou sempre em busca de releituras em edits... Adoro produzir edits mais do que tudo, e também adoro aqueles nada mainstream de 12", mas quando alguém muda totalmente a vibe original, eu simplesmente preciso ter aquilo. O Kon adicionou um elemento poderoso consideravelmente desconhecido ao introduzir aquelas progressões de corda de guitarra logo de primeira que me faz ter aquela vontade de ouvir a música imediatamente e que eu amo pra caralho... Dê uma conferida nos lançamentos da Basic Fingers, são todos arrebatadores.

FAIXAS BÔNUS: SEMCONVERSINHA FURADA SOBRE ESSAS DAQUI, ELAS FALAM POR SI PRÓPRIAS!

Milton Hamilton - We Have all the Time (Mr K Edit)

First Choice - Let No Man Put You Asunder (Ron Hardy Edit)

Wood, Brass and Steel - Funkinova (forthcoming Kon edit)

Gay Marvine - Southern Freeze

Moses - We Just (Krystal Klear Edit)

Tradução: Stefania Cannone

Siga o Krystal Klear no Twitter // SoundCloud // Facebook

Siga o THUMP nas redes Facebook // Soundcloud // Twitter.

Gay Marvine - Southern Freeze

Moses - We Just (Krystal Klear Edit)

Tradução: Stefania Cannone

Siga o Krystal Klear no Twitter // SoundCloud // Facebook

Siga o THUMP nas redes Facebook // Soundcloud // Twitter.