VICE Brasil 360

VICE 360 Por dentro da eleição da corte LGBT 2017 do Carnaval SP

A preparação da Rainha Trans Camilly Rodrigues vista de todos os ângulos.
22 Fevereiro 2017, 8:06pm

Pela primeira vez, o Carnaval de São Paulo elegeu oficialmente uma corte inteiramente LGBT. Depois de anos, o evento que acontecia não-oficialmente graças a ação de militantes foi finalmente reconhecido pela União das Escolas de Samba Paulistanas (Uesp) quando, no último dia 9 de fevereiro, foram eleitas as rainhas trans, transformista, drag e passista LGBT.

ABAIXO, ASSISTA AO VÍDEO EM 360º. SE VOCÊ ESTIVER NO CELULAR, CLIQUE AQUI PARA CONSEGUIR VER O VÍDEO COM MELHOR DESEMPENHO:

A VICE foi até o bairro paulistano da Vila Alpina para conversar com Camilly Rodrigues, 30. A trans, integrante da escola de samba Mocidade Unida da Mooca, contou como passou os últimos seis meses se preparando para o concurso, do qual saiu eleita como Rainha Transexual. Camilly, que passou por duas cirurgias, manteve uma rotina forte de academia, dieta e samba para levar a principal faixa do evento. Para ela, o samba "foi um amor que foi nascendo dentro de mim."

Camilly Rodrigues, 30, a Rainha Trans. Foto: Coletivo Amapoa/VICE

Foto: Coletivo Amapoa/VICE

A câmera 360ª da VICE também capturou vários momentos lindos e cintilantes do concurso pra eleição da corte LGBT que rolou na quadra da escola de Samba Vila Maria. Camilly diz, no vídeo abaixo, que "faz parte da festa que, queira ou não queira, depende de você" e lembra que no futuro espera por uma participação LGBT ainda maior.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter e Instagram.

Mais fotos da eleição da corte LGBT abaixo:

Foto: Coletivo Amapoa/VICE

Foto: Coletivo Amapoa/VICE

Foto: Coletivo Amapoa/VICE

Foto: Coletivo Amapoa/VICE

Foto: Coletivo Amapoa/VICE

Foto: Coletivo Amapoa/VICE

Foto: Coletivo Amapoa/VICE

Foto: Coletivo Amapoa/VICE

Foto: Coletivo Amapoa/VICE