Publicidade
Drogas

Boletim Matutino da VICE - 10/11/2018

Tudo o que você precisa saber sobre o mundo esta manhã com curadoria da VICE.

por Equipe VICE Brasil
10 Dezembro 2018, 11:20am

Marcos Marques / Governo de Roraima

Brasil

Intervenção federal em Roraima começa nesta segunda-feira

A intervenção federal em Roraima começa oficialmente hoje (10), com a publicação do o Decreto 9.602 nesta segunda-feira no Diário Oficial da União. A norma traz detalhes da ação, que ocorre até 31 de dezembro. Por ordem do presidente Michel Temer, o governador eleito, Antonio Oliverio Garcia de Almeida, conhecido como Antonio Denarium (PSL), será o interventor no período. Segundo o decreto, a intervenção federal em Roraima foi definida em decorrência do “grave comprometimento da ordem pública”, devido aos problemas relacionados à segurança e ao sistema penintenciário do estado. De acordo com a norma, Denarium ficará subordinado ao presidente da República e não está sujeito às normas estaduais que conflitarem com as medidas necessárias à intervenção. A medida abrange o Poder Executivo do estado. – Agência Brasil

Prefeito de Niterói é preso em desdobramento da Lava Jato no Rio

Uma força-tarefa do Ministério Público estadual e da Polícia Civil prendeu, na manhã desta segunda-feira (10), o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PDT). Ele foi denunciado por desvio de mais de R$ 10 milhões da verba de transporte do município entre 2014 e 2018. A investida é desdobramento da Lava Jato no Rio e assumida pelo MP-RJ. A Operação Alameda, baseada em delação do ex-dirigente da Fetranspor Marcelo Traça, ainda cumpriu outros três mandados de prisão e 19 de busca e apreensão - como na sede da prefeitura e do sindicato das viações da região. Traça também foi denunciado pelo MP. Os cinco vão responder por peculato e corrupção ativa e passiva. – G1

Futuro ministro do Meio Ambiente de Bolsonaro é réu em ação ambiental

O futuro ministro do Meio Ambiente do governo Jair Bolsonaro (PSL), o advogado e administrador Ricardo de Aquino Salles, é réu de ação civil pública ambiental e de improbidade administrativa, movida pelo Ministério Público de São Paulo em maio do ano passado. À época, Salles era secretário estadual do Meio Ambiente do governo de Geraldo Alckmin (PSDB). São alvos da mesma ação a Fiesp e outros dois funcionários públicos de São Paulo. A ação da qual Salles é réu diz respeito à elaboração do Plano de Manejo da Área de Proteção Ambiental da Várzea do Rio Tietê, em 2016. Segundo o MP-SP, durante esse processo de elaboração do plano de manejo da área, "foram cometidas diversas irregularidades pelos demandados" para beneficiar o setor de mineração e empresas ligadas à Fiesp. – UOL

Dois integrantes do MST na PB são executados por encapuzados em acampamento

Dois homens integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra na Paraíba (MST-PB) foram assassinados a tiros na noite de sábado (8) no acampamento Dom José Maria Pires, na cidade de Alhandra, na Região Metropolitana de João Pessoa. José Bernardo da Silva, conhecido como Orlando, e Rodrigo Celestino foram mortos por homens encapuzados e armados. A delegada do caso, Lídia Veloso, relatou que o crime é tratado, a princípio, como execução, porque os atiradores mandaram as outras pessoas se afastarem e atiraram somente nas duas vítimas. "Falaram que queriam só eles, mandaram os outros saírem do meio, renderam e atiraram". – G1

Após repressão policial, ocupação em Curitiba é destruída por incêndio

Mais de 200 moradias da Ocupação 29 de Março, localizada em Curitiba (PR), foram destruídas por um incêndio entre o fim da noite de sexta-feira (7/12) e a madrugada deste sábado (8/12). A local fica próximo da Vila Corbélia e compõe um complexo de moradias populares formado por 4 ocupações: Nova Primavera, criada em 2012, 29 de março – que foi atingida – e Tiradentes, que surgiram em 2015, e a mais recente, Dona Cida, iniciada em 2016. A estimativa é de que mais de 1500 famílias vivam no complexo. Os moradores alegam que o incêndio aconteceu em represália ao assassinato de um PM ocorrido no início da madrugada de sexta-feira. – Ponte

'Polícia chegou atirando sem ver que éramos reféns', diz mãe de morta no CE

A mãe da esteticista Francisca Edneide da Cruz Santos, 49, morta durante ação policial para impedir assalto a agências bancárias em Milagres (CE), afirmou que o disparo que levou a vida da filha partiu de um dos policiais militares. Outras cinco pessoas da mesma família foram mortas na operação, além de oito suspeitos de tentar roubar Bradesco e Banco do Brasil na cidade. "A polícia chegou atirando, sem olhar que éramos reféns, como se todos fossem bandidos. Foi tão rápido que senti minha pele arder com os estilhaços, mas não tinha visto que minha filha tinha levado um tiro". Ela afirma que os policiais alvejaram a parte frontal do veículo em que ela e a filha Francisca eram mantidas reféns. Segundo o relato, os suspeitos não haviam disparado. – UOL

Mundo

Governo da França prende mais de 1.700 pessoas após protestos no sábado

Paris despertou na manhã deste domingo (9) entre os rastros deixados pelo sábado intenso de confrontos entre manifestantes e policiais que tomaram a capital francesa no dia anterior. Muros pichados, vitrines de lojas quebradas, pontos de ônibus danificados e carros e motos tombados eram algumas das imagens que se espalhavam pelas calçadas da cidade. Na véspera, um total de 1.723 pessoas foram detidas no quarto sábado consecutivo de protestos do movimento que ficou conhecido como "coletes amarelos", que levou às ruas 136 mil manifestantes, segundo o Ministério do Interior do país. Só em Paris houve 1.082 detenções e 96 pessoas ficaram feridas, sendo dez policiais, segundo a Polícia. – UOL

Estudo aponta que legalização da maconha poderia ajudar a salvar metrô de Nova York

Um novo estudo sugere uma fonte alternativa de arrecadação que vai deixar não só os passageiros do dilapidado metrô de Nova York, como um outro público, muito felizes: a legalização da maconha. A ideia foi lançada por Mitchell Moss, Kelsey McGuinness e Rachel Wise, do Rudin Center for Transportation Policy & Management, da Universidade de Nova York. Eles defendem que o sistema de metrô nova-iorquino precisa de uma fonte de receita extra com potencial de crescimento nas próximas décadas, e que não desvie recursos de outros serviços públicos, como educação. “A legalização de cannabis recreativa ofereceria ao estado de Nova York uma oportunidade única para gerar um novo fluxo de receita voltada ao transporte de massa”, indica o estudo. – Folha de S. Paulo

E mais

River vira sobre o Boca na prorrogação e leva a Libertadores em Madri

O River Plate conquistou pela quarta vez a Copa Libertadores da América. Entretanto, dificilmente alguma terá o sabor da obtida neste domingo (9). De virada e na prorrogação, a equipe venceu o arquirrival Boca Juniors pelo placar de 3 a 1, no Santiago Bernabéu, e levou o título da Superfinal entre os argentinos, em campo, sem confusão como a ocorrida no último dia 24 na cidade de Buenos Aires. Lucas Pratto, Quintero e Pity Martínez, no fim, anotaram os gols vencedores, enquanto Benedetto marcou para os xeneizes. – UOL

Tagged:
Cannabis
Curitiba
nova york
Boletim Matutino
Libertadores da América