Fotografia

Fotos da brutal 'Guerra das Bikes' em Berlim

É tipo um Destruction Derby — mas com bicicletas

por ​Fotos por CHRISTOPHE GATEAU, TEXTO POR MATERN BOESE
05 Julho 2016, 10:00am

Matéria original da VICE Alemanha.

A Berlim Bike Wars é o que acontece quando punks adultos resolvem brincar com suas bicicletas velhas e máquinas de solda. É uma batalha entre os crusts, lutada todo mês de maio em cima de suas criações no Carnival of Subculture, no distrito Kreuzberg em Berlim.

Sev, de 28 anos, é um dos fundadores da Bike Wars. O holandês é soldador profissional e adora espalhar medo, terror e hematomas com sua bicicleta monstro Pink Assassin há quatro anos consecutivos. Falei com ele sobre a variedade de jeitos como os punks bicicleteros de Berlim tentam se obliterar.

VICE: O que é a Bike Wars exatamente?
Sev: Bike Wars é um esporte competitivo. Você constrói sua própria bicicleta, depois testa se fez um bom trabalho tentando atropelar outras bikes caseiras. É tipo um Destruction Derby — mas com bicicletas.

Quais são as regras?
As regras variam para cada categoria: primeiro temos a Two-Wheel Battle, com bikes normais. Você pode mudar o que quiser na sua bicicleta, mas ela precisa ter apenas duas rodas, ser movida por pedais, só pode ter um condutor por bicicleta e não pode usar armas.

A segunda categoria se chama Tall Bike Jousting. Duas pessoas avançam uma contra a outra em bicicletas altas e o objetivo é derrubar o outro cara da bicicleta dele usando uma lança. A terceira categoria é a Big Machines. Aqui não tem regra — só que os veículos têm que ser movidos por pedais. Você tem que quebrar as outras bicicletas sem machucar os condutores.

É perigoso?
Vemos sempre ferimentos leves, mas felizmente nada realmente ruim aconteceu até agora. Mas é um esporte que exige muito de você. Alguns competidores acabam tão doloridos depois que ficam de cama por dias.

Há quanto tempo vocês fazem isso?
A primeira Bike Wars de Berlim aconteceu em 2006. Mas eles fazem isso em Nova York e Copenhague faz bem mais tempo.

Tem algum sentido mais profundo por trás da competição?
É puramente "venha, construa, destrua". A ideia é que você se esforça muito construindo algo lindo, mas não tem medo de perdê-lo. Há um significado mais profundo nesse sentimento, mas o principal é só fazer algo espetacular mesmo.

Tradução do inglês por Marina Schnoor.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter e Instagram.