Publicidade
Noticias

Boletim Matutino da VICE - 12/11/2018

Tudo o que você precisa saber sobre o mundo esta manhã com curadoria da VICE.

por Equipe VICE Brasil
12 Novembro 2018, 11:57am

Tânia Rego / Agência Brasil

Brasil

Ao menos 15 pessoas morrem em deslizamento em Niterói

Os corpos de mais quatro vítimas foram encontrados na madrugada deste domingo (11), 24 horas após um deslizamento atingir imóveis no Morro da Boa Esperança, em Niterói, Região Metropolitana do Rio. Dez pessoas foram resgatadas com vida. À tarde, o Hospital Estadual Azevedo Lima confirmou a 15ª morte: a do menino Arthur Caetano Carvalho, que comemorou o 3º aniversário horas antes da tragédia. Ainda no domingo, os bombeiros encerraram as buscas por pessoas soterradas. Onze das 15 vítimas foram enterradas até o fim do dia. – G1

Barroso manda empresas responderem sobre disparos pró-Bolsonaro

O ministro Luís Roberto Barroso, relator no Tribunal Superior Eleitoral da prestação de contas parcial do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), determinou nesta quinta-feira (8) ao WhatsApp, Facebook, Twitter, Instagram e Google que respondam, em um prazo de três dias, se houve contratação de impulsionamento de conteúdo a favor do candidato durante as eleições. Barroso atendeu a um pedido da área técnica do TSE, que analisa as contas de campanha apresentadas por Bolsonaro. As notificações foram emitidas nesta sexta (9). – Folha de S. Paulo

Corregedoria do CNJ decide apurar indicação de Moro como ministro

O corregedor nacional de Justiça, Humberto Martins, abriu nesta sexta-feira (9) um procedimento para apurar a indicação do juiz federal Sérgio Moro como futuro ministro da Justiça. Até então responsável pelos processos da Operação Lava Jato no Paraná, Moro aceitou na semana passada o convite do presidente eleito Jair Bolsonaro para comandar o Ministério da Justiça e Segurança Pública a partir de 2019. A decisão de Humberto Martins foi tomada após entidades, partidos e cidadãos apresentarem representações contra Moro, alegando que houve atuação política por parte do juiz ao aceitar ser ministro ainda como integrante da magistratura. – G1

Jovem é morto por engano dentro de hospital no Rio Grande do Sul

Um homem de 19 anos foi morto por engano dentro do Hospital Centenário, em São Leopoldo, na Região Metropolitana de Porto Alegre, na madrugada desta sexta-feira (9). A informação foi confirmada pela Polícia Civil. Por volta das 3h15, quatro homens teriam chegado ao hospital atrás de um outro paciente, de 28 anos, que tinha sido baleado na quarta-feira (7) na Vila Brás, na mesma cidade. Por engano, o jovem Gabriel Minossi, que estava internado após ter sofrido um acidente de trânsito, foi morto pelos bandidos. Além da vítima, outras duas pessoas ficaram feridas, segundo o delegado Alexandre Quintão. – G1

Mundo

Sobe para 31 número de mortos em incêndios na Califórnia

Subiu para 31 o número de mortos no incêndio que atinge o norte do estado da Califórnia, após serem encontrados restos carbonizados de mais 16 pessoas, de acordo com as autoridades locais. Os corpos foram encontrados nos arredores de Paradise, que fica a 289 km de São Francisco, segundo Scott Maclean, porta-voz do departamento de proteção florestal e combate ao fogo do estado. O fogo, que atinge a região dos Estados Unidos desde a noite de quinta-feira (9), se alastrou rapidamente e obrigou milhares de pessoas a fugirem. Inicialmente, cinco vítimas haviam sido encontradas mortas em veículos que foram atingidos pelas chamas. – Folha de S. Paulo

11 militares são condenados no Chile por crimes durante a ditadura de Pinochet

O juiz especial Mario Carroza sentenciou nesta sexta-feira (9) com penas de prisão 11 militares reformados por envolvimento nos assassinatos de 15 opositores, cometidos na cidade de La Serena pela chamada "Caravana da Morte", em 1973, durante a ditadura de Augusto Pinochet. A "Caravana da Morte" foi uma comitiva militar comandada pelo general Sergio Arellano Stark, conhecido como "delegado pessoal" de Pinochet, que percorreu o Chile e assassinou 100 presos políticos que retirou das prisões. O coronel Ariosto Lapostol Orrego, chefe do regimento na época, foi condenado a 15 anos e um dia de prisão como autor do homicídio dos 15 presos. Vários militares condenados já estão na prisão cumprindo penas por outros casos de violações dos direitos humanos. – UOL

Mulher é detida na Austrália por esconder agulhas em morangos em supermercados

Uma mulher de 50 anos foi detida neste domingo (11) na Austrália por suspeita de ligação com os vários casos registrados em setembro de agulhas inseridas em morangos comercializados no país, informou a Polícia de Queensland. A mulher, que não foi identificada, será ouvida nesta segunda-feira em um tribunal de Brisbane (nordeste), detalhou a polícia, que qualificou a investigação como "complexa" e "extensa" em comunicado. As autoridades do estado de Queensland, no nordeste da Austrália, emitiram um alerta público no dia 12 de setembro depois que vários casos de morangos vendidos em supermercados que continham agulhas foram detectados. – G1