Publicidade
Music by VICE

Ex-empresário do NWA Diz que o Filme Sobre a Banda o Magoou Mais que Música de Ice Cube

Jerry Heller falou sobre o processo contra 'Straight Outta Compton', sobre "No Vaseline" e afirma nunca ter comido lagostas na vida.

por Equipe Noisey
05 Novembro 2015, 9:00am


Paul Giamatti interpreta Jerry Heller em Straight Outta Compton

Se você já assistiu a Straight Outta Compton – A História do NWA, sabe que o agente do grupo, Jerry Heller, não é uma figura representada de forma muito positiva. Enquanto Ice Cube e cia. se empanturram de gordura no Fatburger, Heller come lagosta. Uma cena do filme mostra Jerry retendo um cheque de 75.000 dólares de Ice Cube. Diversas outras sugerem que ele não pensava necessariamente no bem da banda, e há uma conclusão emocional que mostra Eazy-E rompendo relações depois de perceber o quanto sua papelada é suspeita. Heller tem alguns momentos de redenção, como quando defende o NWA de alguns policiais, mas no final das contas ele é apresentado como um vigarista e a força maléfica que levou o NWA a se separar.

Continua abaixo...

O relacionamento entre Heller e o NWA há tempos não é dos melhores. Na infame faixa de Ice Cube “No Vaseline”, de 1991, também presente em Straight Outta Compton, o rapper sugere que os membros remanescentes do NWA não são só escravos de seu agente branco, mas que estão sendo “gangbangueados” por ele e que ele está tirando “grana dos seus rabos”. A música termina com a singela frase “fique de quatro pro branquelo desgraçado, sem vaselina”. É uma excelente (ainda que homofóbica) faixa ofensiva, que, compreensivelmente, deixou Heller chateado – no filme, ele a considera antissemita. 24 anos depois, porém, ele afirma que o filme o chateou mais que a música. Ele está processando seus produtores, incluindo Ice Cube, Dr. Dre e a viúva de Eazy-E Tomica Woods-Wright, num total de 110 milhões de dólares por difamação, infração de direito autoral, quebra de contrato, dentre outras acusações.

Em entrevista à Rolling Stone, Heller falou sobre o processo e declarou: “Pensei que ‘No Vaseline’ houvesse me magoado, mas na verdade, isso [o filme] foi pior”. Heller afirma ainda que “a maior parte de [Straight Outta Compton] é imprecisa ou mentirosa”. As acusações de que Ice Cube e Dr. Dre não foram pagos corretamente? “Eles claramente não sabiam o que estava rolando. Eu recebia 20%, porque agenciava o grupo. Se Dre ganhava 75.000, eu levava 15.000. Logo, 15.000 vezes cinco – porque eram cinco integrantes – dava 75.000, 20% do dinheiro que entrava”. E as lagostas? “Nunca comi na vida”. A única coisa que o filme acertou? “A cena em que grito com os tiras”.

Vale a pena a leitura. Heller já deu sua versão dos fatos em sua biografia Ruthless, que afirma ser “100% honesta”. Ele afirma agora, porém, que as cenas do livro foram usadas “sem permissão”, parte da base de seu processo. Leia a entrevista completa aqui.

E veja Ice Cube e O'Shea Jackson Jr. comentando sobre o filme abaixo:

Siga Ryan Bassil no Twitter.

Tradução: Thiago “Índio” Silva

Tagged:
Music
Hip-Hop
Noisey
Rap
NWA
Noisey Blog
Straight Outta Compton
Jerry Heller