TikTokers estão fazendo twerk ao som de uma música de protesto

Será que é “Take it to the streets, now fuck the police, bounce that ass, no peace” mesmo?
17 Junho 2020, 7:47pm
A protester marches through Brooklyn, New York after the killling of George Floyd.
Imagem: Carter Sherman.

Protestos contra a violência policial, inspirados pelo assassinato de George Floyd, estão varrendo os EUA e não dão sinais de que vão parar tão cedo. Em todos os estados americanos, pessoas estão fazendo cartazes, gritos de guerra e marchando. Uma música de protesto em particular da Filadélfia, sinceramente, é um hit.

Em 3 de junho, uma tiktoker chamada Mandy J participou de um protestos na Filadélfia. Num vídeo do evento, ela dizia, “A vibe de Philly é incomparável”. E vou ter que concordar – essa música de protesto é sensacional. Como muitos usuários do TikTok notaram, parece que as pessoas estão dizendo: “Take it to the streets, now fuck the police, bounce that ass, no peace”. Aqui você tem todas as grandes mensagens: vem pra rua, foda-se a polícia, balance a bunda, nada de paz. Um comentário dizia: “esse ‘no peace’ no final arrasou!”

Um dos principais recursos do TikTok é poder usar o áudio do vídeo de outras pessoas como trilha sonora do seu. E assim, o áudio do primeiro vídeo ganhou vida própria. Cayley Spivey, que faz música com o nome artístico Small Talks, declarou que essa agora é a música favorita dela:

Woah Vicky, que é famosa na internet não entendi muito bem por quê, realmente rebolou ao som da música:

Mas voltando um pouco aqui, pode parecer que os manifestantes estão dizendo “take it to the streets, now fuck the police, bounce that ass, no peace”, mas depois de ouvir a música várias vezes não tenho mais certeza qual é a letra exatamente. Quando eles repetem o verso pela segunda vez no vídeo, na verdade parece que eles estão dizendo “take it to the streets, defund the police, no justice, no peace”.

Caso você não lembre do grande fiasco Yanny Laurel de 2018, uma vez a internet surtou com um áudio que parecia dizer “Yanny” para algumas pessoas e “Laurel” pra outras. Sempre ouvi Yanny e até hoje não ouço Laurel. Como a história daquele vestido que parecia azul ou dourado, essa é outra daquelas coisas insignificantes que acabam fazendo as pessoas realmente brigarem na internet. Aqui a coisa não é tão extrema, mas os tiktokers ainda estão realmente confusos.

Dá pra supor que os manifestantes não estavam realmente mandando o pessoal rebolar a raba, e que não vai ter paz até você fazer isso. Mas a letra equivocada está sendo incorporada aos vídeos do TikTok, com as pessoas zoando que agora todo mundo tem que fazer twerk nos protestos.

Esse pessoal do TikTok está crescendo nessa era de protestos, e estão se envolvendo em política através deles. É uma coisa incrível de assistir. Mas também é incrível ver as coisas que estão acontecendo nesses protestos se incorporarem na cultura através de tikToks, tuítes e posts no Instagram. Em outro mundo, aquela música de protesto da Filadélfia seria esquecida no outro dia. Agora eu quero cantar a música na próxima manifestação. A versão “bouce that ass” mesmo. Às vezes é OK rebolar num protesto.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Publicidade