Publicidade
Noisey

Uma Professora de Português Dá Aula de Pré-Vestibular Dentro da Balada

Isso é o que eu chamo de uma aula badalada.

por Eduardo Roberto
23 Outubro 2015, 8:00pm

Professora Cíntia Chagas em sua aula "badalada". Foto reprodução TV Globo

Cursinho, por si só, já é uma parada escrota. É um limbo entre o colégio e a faculdade em que o estudante passa por um intensivão de lavagem cerebral e decoreba cujo único objetivo é passar num vestibular. Um caldeirão de ansiedade e disfunção sócio hormonal adolescente sem igual. Aliás, pensando bem, é o equivalente educacional de um drop de um EDM farofíssimo, que usa a própria expectativa de fracasso do jovem como força motora, numa tentativa desesperada de fazer o espinhudo finalmente guardar na memória alguma coisa que não seja meme de internet.

Daí aproveita esse GANCHO com o EDM, usa a maldita tática do professorzão palhação da musiquinha, inclui uma pitada de apelo sexual barato e zás: temos a Aula de Pré-Vestibular na Balada que a Rede Globo de Minas Gerais nos apresentou nesta sexta (23) de forma muito DESCONTRAÍDA.

Aula super descontraída. Foto reprodução TV Globo

Uma turma de Belo Horizonte que está transformando o cérebro em pudim para conseguir uma vaga em alguma faculdade de medicina (esses são os que mais se fodem nessas de pré-vestibular, chegando a ficar anos e anos nesse loop pra passar na porra da prova) foi a cobaia da professora de "língua Potuguesa" Cíntia Chagas. Segundo o vídeo do G1, a "ideia foi descontrair, sem deixar de aproveitar o tempo para memorizar as regras de gramática".

Não poderia faltar o DJ, claro. Foto reprodução TV Globo

A lição (hehehe) que fica é que em 2015 qualquer coisa — absolutamente qualquer coisa — fica melhor se é numa 'balada' e tem um 'DJ'. E que tudo é permitido ao fazer o 'jovem' (que aqui é sinônimo de 'aluno'), que "ama boate", se interessar por alguma coisa que não seja ele mesmo. E se dá pra incluir um humorzinho, melhor ainda, por que "quando a gente ri, é sinal de que a gente aprendeu".

Siga o THUMP nas redes Facebook // Soundcloud // Twitter.