Publicidade
Drogas

Boletim Matutino da VICE - 17/1/2019

Tudo o que você precisa saber sobre o mundo esta manhã com curadoria da VICE.

por Equipe VICE Brasil
17 Janeiro 2019, 12:13pm

José Cruz / Agência Brasil

Brasil

16º dia de ataques no Ceará tem bomba em metrô e agência bancária incendiada

Criminosos explodiram uma bomba em uma estação do Metrô de Fortaleza, incendiaram uma agência bancária e tentaram derrubar uma ponte na capital entre a noite desta quarta-feira (16) e a madrugada desta quinta (17). A onda de violência no Ceará chegou ao 16º dia seguido com 209 ataques confirmados. Desde o dia 2 de janeiro, criminosos atacaram ônibus, carros, prédios públicos, prefeituras e comércios em 46 dos 184 municípios cearenses. Os ataques começaram em Fortaleza, foram para a Região Metropolitana e também se espalharam por diversas cidades do interior do estado. – G1

Governador de Mato Grosso vai decretar calamidade financeira nesta quinta

Com R$ 4 bilhões em dívidas com fornecedores e cerca de 500 obras paradas, o Mato Grosso decretará estado de calamidade financeira nesta quinta-feira (17), disse na quarta-feira (16) o governador Mauro Mendes. Ele confirmou a intenção de encaminhar o pedido à Assembleia de Mato Grosso após se reunir com o ministro da Economia, Paulo Guedes. “Amanhã nós estaremos, definitivamente, decretando estado de calamidade financeira das finanças no âmbito do governo do estado”, disse. Mendes pediu ao ministro a liberação de R$ 500 milhões do Auxílio Financeiro para Fomento às Exportações (FEX), mas foi informado de que não pode ser atendido no momento porque os recursos não constam do Orçamento da União de 2019. – Agência Brasil

PM abre inquérito para apurar tiro de bala de borracha em fotógrafo em SP

A Polícia Militar de São Paulo abriu um inquérito para apurar o caso do fotógrafo atingido por um tiro bala de borracha disparado por policiais durante protesto contra o aumento do transporte público nesta quarta-feira (17) na região da Avenida Paulista. A informação foi dada por telefone pelo porta-voz da corporação, Major Emerson. O fotógrafo da Ponte Jornalismo Daniel Arroyo, de 39 anos, fazia a cobertura jornalística do ato próximo à Praça do Ciclista, perto do cruzamento da Paulista com a rua da Consolação, quando houve um tumulto em que a polícia reagiu com bombas de gás. Ao todo, 14 pessoas foram detidas ao longo da manifestação. – G1

Doria promove servidor envolvido na ‘máfia da merenda’ para cuidar da licitação de merenda

Rodrigo da Silva Pimenta foi oficialmente nomeado pelo governador João Doria e pelo Secretário de Educação do Estado, Rossieli Soares, para ser o chefe de gabinete da Fundação para o Desenvolvimento da Educação. O órgão cuida de todas as licitações e fornecedores das escolas públicas estaduais, inclusive a de merenda. Filiado a PSDB, vai ganhar um salário de R$ 18.887,04 - o triplo do que recebia quando saiu do governo Alckmin. Pimenta admitiu na CPI da Merenda, em 2016, que cometeu "irregularidade" quando era diretor do Departamento de Alimentação e Assistência ao Aluno, ao assinar um chamamento público que beneficiou a cooperativa Coaf. – CBN

Prefeitura de SP proíbe funcionários de alimentar ou dar abrigo a animais em cemitérios

Servidores, funcionários terceirizados e prestadores de serviço estão proibidos de alimentar ou fornecer abrigo a animais abandonados que se refugiam em cemitérios de São Paulo. A ordem interna da diretora do Departamento Técnico de Cemitérios foi publicada no Diário Oficial do Município de terça-feira (15). Segundo o texto, serão banidos potes e vasilhas com água e ração, mantas e caixas de madeira ou papelão. Além disso, devem ser fixadas placas nas dependências de cemitérios e crematório que alertem os frequentadores para que não alimentem os bichos. – Folha de S. Paulo

Mundo

Maconha legalizada deu prejuízos de US$ 22 milhões ao narcotráfico, diz governo uruguaio

O governo do Uruguai causou prejuízos de US$ 22 milhões ao tráfico de drogas com a implementação da lei de regulação da maconha de 2013, informou nesta quarta-feira o Instituto Estadual de Regulação e Controle da Cannabis (IRCCA). "Estima-se que o volume de dinheiro que já não é canalizada através do mercado ilegal desde a implementação da política pública superior a US$ 22.000.000", disse o IRCCA no quinto relatório sobre o mercado regulamentado de maconha até 30 de novembro de 2018. A lei que regulamenta a planta cannabis sativa, adotada em 2013 sob o governo de José Mujica, estabeleceu três vias legais para os indivíduos a obter maconha recreativa para fins não médicos: o cultivo em casa, adesão ao clube ou associação, e através de farmácias registradas. – Sputnik