Viagens

Fotos idílicas de um clube de natação chinês na fronteira com a Coreia do Norte

Há quem faça parte da Associação do Rio Yalu há mais de 20 anos.

Por Tara Wray
20 Fevereiro 2018, 11:15am

Fotos por Elijah Hurwitz.

Este artigo foi originalmente publicado na VICE USA.

Em Dezembro último, no âmbito de uma missão de trabalho em Dandong, China, o fotógrafo Elijah Hurwitz deparou-se com um grupo de nadadores a fazerem "piscinas" em águas pouco prováveis: o Rio Yalu, uma extensão de água com quase 800 quilómetros, que serve de fronteira entre a província chinesa de Liaoning e a Coreia do Norte. O colectivo dá pelo nome de Associação de Nadadores do Rio Yalu e alguns dos seus membros nadam juntos há mais de 20 anos.

"Os mais fortes, por vezes, atravessam de uma margem à outra e depois descansam perto da margem norte-coreana de Sinuiju, antes de voltarem ao lado chinês. Nenhuma das pessoas com quem falei relata problemas com os guardas fronteiriços da Coreia do Norte", diz Hurwitz. E acrescenta: "Desde que se mantenham dentro de água, aparentemente ninguém os chateia".

Quando o fotógrafo reparou nas pessoas a nadar no Rio estavam -15ºC. Tanto frio que as baterias da sua máquina fotográfica mal se aguentavam. Os nadadores, no entanto, faziam "piscinas" na água meia gelada como se nada fosse, muitos deles sem sequer usarem fatos térmicos.

“Ver os seus sorrisos e sentir a sua felicidade, pareceu-me um contraste tremendo com a paisagem estéril da margem norte-coreana do outro lado do Rio e a ameaça de guerra nuclear que paira no ar", explica Hurwitz.

Apesar de muitos destes chineses que vivem junto à fronteira terem inicialmente mostrado alguma relutância em falar sobre a Coreia do Norte com um estrangeiro nestes tempos de alta tensão, gradualmente acabaram por se abrir. "É óbvio que os habitantes de Dandong têm receio", salienta Hurwitz.

E conclui: "Estão suficientemente perto do território norte-coreano para, por exemplo, terem sentido o tremor de terra do ano passado, alegadamente provocado por um teste nuclear subterrâneo. Ainda assim, para estas pessoas, a vida tem de continuar e estes nadadores, em particular, são inabaláveis".


Vê mais trabalhos de Elijah Hurwitz no seu website.

Segue Tara Wray no Instagram.

Segue a VICE Portugal no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Vê mais vídeos, documentários e reportagens em VICE VÍDEO.