Noticias

Boletim Matutino da VICE - 23/1/2019

Tudo o que você precisa saber sobre o mundo esta manhã com curadoria da VICE.
bolsonaro_flavio_wilson_dias_agbr
Wilson Dias / Agência Brasil

Brasil

Bolsonaro volta a dizer que Brasil não vai deixar o Acordo de Paris sobre o clima

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta terça-feira (22), em encontro com executivos no Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, que por ora o Brasil não vai deixar o Acordo de Paris sobre o clima. O tratado mundial prevê a redução da emissão de gases que aumentam a temperatura do planeta. O acordo foi fechado numa conferência das Nações Unidas em 2015. Durante a campanha eleitoral, em setembro, Bolsonaro disse que, se eleito, poderia retirar o Brasil do Acordo de Paris. No mês seguinte, no entanto, afirmou que não iria tirar o país do tratado caso se tornasse presidente. Em dezembro, já eleito, afirmou que só iria sair se acordo não fosse alterado. – G1

Publicidade

Escândalo de Flavio acende alerta para clã Bolsonaro nas redes sociais

O escândalo envolvendo o senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ) já acendeu um alerta na principal trincheira comunicacional do clã no poder – as redes sociais –, ainda que seja cedo, segundo os analistas, para sugerir o fim da lua de mel do novo ocupante do Planalto com o eleitorado. Análise da consultoria AP/Exata sobre a movimentação no Twitter mostra o impacto das acusações contra Flávio provocam: agitaram opositores e provocaram mal-estar nos apoiadores do presidente. Na semana entre os dias 14 e 21 de janeiro, as menções negativas a Bolsonaro superaram as positivas e chegaram a seu auge na sexta-feira, 18, um dia depois da divulgação de que o filho do presidente foi ao Supremo Tribunal Federal pedir o congelamento das investigações que envolvem o ex-assessor e amigo da família Fabrício Queiroz reivindicando o foro privilegiado que terá a partir de fevereiro — um expediente legal que o clã sempre criticou. – El País

Polícia Federal indicia jornalista por vazamento na Lava Jato

A Polícia Federal (PF) indiciou o jornalista Francisco José de Abreu Duarte pelo crime de embaraço a investigação de organização criminosa, devido ao vazamento sobre a 24ª fase da Operação Lava Jato, na qual o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi levado coercitivamente a prestar depoimento. De acordo com as investigações, a auditora da Receita Federal Rosicler Veigel, que atuava na força-tarefa da Lava Jato, disse à PF que, em fevereiro de 2016, contou ao então namorado, Francisco Duarte, que uma "bomba" relacionada ao ex-presidente Lula estava prestes a acontecer. – G1

Publicidade

Veto a frigoríficos é retaliação ao governo de Bolsonaro, diz líder árabe

A decisão da Arábia Saudita de descredenciar cinco frigoríficos brasileiros que exportam para o país, anunciada nesta terça-feira, 22, é uma retaliação ao governo de Jair Bolsonaro, em função da decisão de transferir a embaixada brasileira em Israel de Tel-Aviv para Jerusalém, afirmou em Davos o ex-secretário-geral da Liga Árabe (organização que reúne 22 países árabes), Amr Moussa. “O mundo árabe está enfurecido (com o Brasil)”, disse Moussa, um dos diplomatas do Oriente Médio de maior influência na região. “Essa é uma expressão de protesto contra uma decisão errada por parte do Brasil. Muitos de nós não entendemos o motivo pelo qual o novo presidente do Brasil trata o mundo árabe desta forma.” Segundo a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), o motivo alegado para o veto aos frigoríficos foram questões técnicas. – O Estado de S. Paulo

Justiça suspende expulsão de aluno do Mackenzie que postou vídeos racistas

Uma decisão da Justiça Federal em São Paulo suspendeu a expulsão do estudante Pedro Bellitani Baleotti, 25, da Universidade Presbiteriana Mackenzie. O aluno do curso de direito havia sido desligado da instituição em dezembro após o parecer de uma comissão sindicante. O grupo considerou ofensivo e inaceitável o conteúdo de dois vídeos gravados por Baleotti em outubro de 2018. No dia das eleições presidenciais o jovem gravou a si próprio enquanto dirigia. Num dos vídeos ele aparece dizendo "Tá vendo essa negraiada? Vai morrer! Vai morrer!". Pedro Baleotti entrou com um mandado de segurança na Justiça Federal contra o ato do reitor do Mackenzie. No documento ele alegou que os vídeos gravados com manifestações políticas foram veiculados sem a sua autorização. – Folha de S. Paulo

Publicidade

Ayahuasca reduz sintomas de depressão, aponta estudo da USP

Pesquisadores da USP de Ribeirão Preto (SP) apontaram que a ayahuasca, bebida produzida com ervas da região amazônica utilizada em alguns rituais religiosos, também conhecida como chá do Santo Daime, ajuda a diminuir os sintomas em pessoas que sofrem de depressão grave. Publicado recentemente na revista britânica "Psychological Medicine", o estudo foi feito em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), que já acumula iniciativas na área, e concluiu que metade dos pacientes que ingeriram uma dose controlada da substância psicoativa relatou melhora no bem-estar horas depois, uma sensação que se manteve por até três semanas. – G1

Cápsula contendo césio-137 é encontrada em ferro-velho em Alagoas

A prefeitura de Arapiraca, em Alagoas, informou que uma cápsula de raio-x contendo césio-137, uma substância radioativa extremamente perigosa para a saúde, foi encontrada em um ferro-velho da cidade na tarde desta segunda-feira (22). A cápsula foi recolhida pela Vigilância Sanitária Municipal no bairro São Luiz II, após uma denúncia anônima. Ao ser informado a respeito do risco que corria, o dono do estabelecimento entregou a cápsula, que havia sido retirada de um equipamento de mamografia. Ele, no entanto, não disse como a conseguiu. – G1

E mais

Ator que interpreta garoto gay em Malhação recebe mensagens homofóbicas na internet

Giovanni Dopico se surpreendeu ao abrir seus perfis em redes sociais e descobrir que estava sendo alvo de ataques homofóbicos. Em Malhação, o ator interpreta o personagem Santiago, que está em destaque nesta semana. Na trama, o garoto sofre para assumir sua homossexualidade e ser aceito por amigos e família. Na vida real, telespectadores transferiram seu preconceito ao ator. Em uma foto que postou ao lado de Pedro Vinícius, ator que interpreta Michael, seu par romântico em Malhação - Vidas Brasileiras, homofóbicos aproveitaram para declarar suas opiniões violentas. Alguns seguidores os chamaram de "lixo", disseram que tinham nojo e vergonha do casal e que é falta de respeito a Globo exibir o romance de um casal gay durante a tarde. – Notícias da TV